Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-11-03T18:37:51-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
mais perdas na rota?

Depois de perdas bilionárias, o que esperar do terceiro trimestre da Uber?

Gigante tecnológica divulga seus números mais recentes na próxima segunda-feira (4), após registrar prejuízo da ordem de US$ 5,24 bilhões no segundo trimestre

3 de novembro de 2019
11:17 - atualizado às 18:37
uber
Imagem: Shutterstock

O que esperar dos próximos números financeiros da Uber? Três meses atrás, a companhia surpreendeu negativamente o mercado com os resultados do segundo trimestre. Será que haverá mais perdas na rota? A empresa divulga seus números mais recentes na próxima segunda-feira (4).

Um breve retrospectiva: no segundo trimestre, a gigante tecnológica divulgou um prejuízo de US$ 5,24 bilhões, ante US$ 878 milhões do mesmo período do ano passado. Os números particularmente ruins foram apresentados num momento em que a empresa havia acabado de estrear na bolsa.

Em maio, a Uber passou a ter suas ações negociadas na Nasdaq. Desde então, chama atenção, além das perdas bilionárias, o fato de que as ações da companhia acumulam baixa de cerca de 24%. Na sexta-feira (1), terminaram o dia cotadas a US$ 31,37.

Diante de tais resultados de uma empresa cujo modelo de negócio é visto pelo mercado como disruptivo, o desempenho da Uber no terceiro trimestre ganha ainda mais importância. Afinal, os números também devem ajudar o mercado a recalibrar suas expectativas para empresas com modelos de negócios semelhantes.

Para começar, na última quarta-feira o mercado recebeu uma notícia não tão animadora. A Lyft, rival da Uber nos Estados Unidos, que também abriu capital recentemente, reportou um crescimento de 3,72% no prejuízo líquido, chegando a de US$ 463,5 milhões no terceiro trimestre.

A cifra representa uma perda de US$ 1,57 por ação. O mesmo período do ano passado, o prejuízo havia sido de US$ 249,2 milhões - ou US$ 11,58 por ação.

Olho nos relatórios

Uma outra maneira de calibrar as expectativas, além de olhar a concorrência, é ver o que analistas de banco de investimento estão dizendo sobre a Uber.

Pois bem, a companhia pode registrar uma perda de US$ 802 milhões no Ebitda e uma receita de US$ 3,7 bilhões -um aumento de 26% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior, segundo estimativas da RBC Capital Markets as quais o site Business Insider teve acesso. O banco manteve um preço-alvo para as ações a US $ 62.

A Uber ainda pode ter um prejuízo da ordem de US$ 783 milhões no terceiro trimestre e de US$ 639 milhões nos três meses seguintes, segundo relatório do Raymond James ao qual a publicação também teve acesso. A casa definiu o preço-alvo do papel  US$ 54.

Já analistas da Wedbush Securities tem esperanças sobre a capacidade da Uber de transformar sua plataforma de compartilhamento de viagens em um mecanismo de consumo mais amplo, com o Uber Eats, Uber Freight e outras iniciativas. O preço-alvo atribuído pelo banco é de US$ 58, segundo a Business Insider.

Os analistas consultados pelo FactSet estimam uma perda de 70 centavos por ação e uma receita de US$ 3,63 bilhões, ainda de acordo com informações veiculadas pela imprensa americana.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

IPO adiado

Bluefit: nem desconto de 20% garante estreia da rede de academias na bolsa

Inicialmente estimado em R$ 600 milhões, IPO da rede de academias de baixo custo agora deverá ter o valor reduzido e envolver apenas investidores institucionais, como fundos e fundações

Tensão EUA-China

Executiva da Huawei detida no Canadá em 2018 volta à China após acordo com os EUA

Confinada à cidade de Vancouver há quase três anos, onde havia sido presa sob acusação de fraude, CFO da Huawei, Meng Wangzhou, protagonizou incidente diplomático entre Canadá, EUA e China

o melhor do seu dinheiro

Mercados na semana: O destino da Evergrande, uma análise da Vale e seis ações indicadas por analistas

A semana que termina nos mercados foi marcada pela incerteza quanto ao futuro da incorporadora chinesa Evergrande e seus desdobramentos sobre a economia global. A crise na empresa, que tem um passivo oscilando à beira da insolvência, é consequência do aperto monetário e regulatório sobre o setor promovido pelo governo chinês desde o final do […]

Estimativas

Carrefour (CRFB3) divulga projeção para Atacadão e estima R$ 100 bi em vendas em 2024

A projeção de vendas brutas da rede no exercício social que se encerrará em 31 de dezembro de 2021 é de R$ 60 bilhões

PODCAST MESA PRA QUATRO

Da Conga até o Tik Tok: Gretchen conta de sua carreira artística e como administra seu dinheiro

Aos 60 anos, Gretchen relata sobre sua independência financeira e histórias de família e de carreira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies