Menu
2019-04-10T10:56:06-03:00
Estadão Conteúdo
menos barris

Opep reduz produção de petróleo em ritmo mais acentuado em março

Em relatório mensal divulgado nesta quarta-feira, organização informou que a produção de seus integrantes caiu 534 mil barris por dia (bpd) no mês passado, para uma média de 30,02 milhões de bpd

10 de abril de 2019
10:55 - atualizado às 10:56
Plataforma de petróleo
Imagem: Shutterstock

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) continuou reduzindo sua produção em março e em ritmo mais acentuado do que no mês anterior.

Em relatório mensal divulgado nesta quarta-feira, a Opep informou que a produção de seus integrantes caiu 534 mil barris por dia (bpd) no mês passado, para uma média de 30,02 milhões de bpd. Em fevereiro, o corte na oferta do cartel havia sido de apenas 221 mil bpd.

A queda se deveu principalmente ao resultado da Arábia Saudita, cuja oferta diminuiu 324 mil bpd em março, a 9,794 milhões de bpd. Houve reduções também na produção da Venezuela e Irã, que estão sob sanções dos Estados Unidos, e no Iraque. Por outro lado, Líbia, Congo e Nigéria ampliaram sua produção no último mês.

No fim do ano passado, a Opep e aliados liderados pela Rússia decidiram reduzir sua oferta combinada em 1,2 milhão de bpd durante a primeira metade de 2019, como parte de uma estratégia para conter a produção global excessiva e impulsionar os preços do petróleo. A Opep se responsabilizou por um corte de 800 mil bpd e os aliados, pelos demais 400 mil bpd.

Segundo o documento de hoje, porém, a oferta global teve redução de apenas 140 mil bpd em março, a 99,26 milhões de bpd, uma vez que a produção fora da Opep aumentou 390 mil bpd no mês passado, impulsionada principalmente pelos resultados dos Estados Unidos e do Brasil.

Para o crescimento da demanda global por petróleo deste ano, a Opep cortou sua previsão de 1,24 milhão de bpd para 1,21 milhão de bpd, para o total de 99,91 milhões de bpd.

O documento da Opep também aponta que os estoques comerciais de petróleo da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) sofreram baixa de 18,3 milhões de barris em fevereiro ante o mês anterior, a 2,863 bilhões de barris. O resultado ficou cerca de 7,5 milhões de barris superior à média dos últimos cinco anos - que é uma métrica de estabilidade do mercado de petróleo - e também 7 milhões de barris acima do nível de um ano antes.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

seu dinheiro na sua noite

A chance do Pão de Açúcar de focar no seu negócio principal

Nessa nova experiência de home office que muitos de nós estamos vivendo, parcial ou integralmente, um dos desafios é conseguir manter o foco durante todo o expediente. Algumas pessoas dizem conseguir se concentrar muito melhor trabalhando de casa, onde é mais silencioso e confortável. Outras, como eu, encontraram bastante dificuldade para não procrastinar e acabar […]

Falta só a sanção

Câmara aprova prorrogação do prazo de entrega do Imposto de Renda até 31 de julho

Além de dar mais 90 dias de prazo, o texto também limitou o pagamento do imposto a, no máximo, seis parcelas

FECHAMENTO

Ibovespa engata segunda alta consecutiva, mas tempo segue fechado em Brasília

O Orçamento segue empacado e a situação fiscal preocupa, mas NY e as commodities vieram para salvar o dia e fazer o Ibovespa fechar a sessão no azul

Clássicos repaginados

Hasbro se une à plataforma de games Roblox para lançar novos produtos

A gigante dos brinquedos anunciou uma série de itens das linhas Nerf e Monopoly em parceria com a novata Roblox

Bom momento

Construtoras apresentam prévias operacionais fortes, apesar de restrições por causa da pandemia

Apesar dos lançamentos fracos, Cyrela viu crescimento nas vendas líquidas em comparação ao mesmo período do ano anterior; Direcional e Moura Dubeux bateram recordes de vendas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies