Menu
2019-04-03T09:14:16-03:00
Estadão Conteúdo
Venezuela

EUA anunciam sanções contra petroleira PDVSA para pressionar governo Maduro

Governo anunciou bloqueio de US$ 7 bilhões em ativos e que US$ 11 bilhões em exportações devem ser perdidos pela Venezuela, com as sanções

29 de janeiro de 2019
7:21 - atualizado às 9:14
TRUMP E MADURO
Montagem de Donald Trump, presidente dos EUA, e Nicolas Maduro, presidente da Venezuela - Imagem: Shutterstock

O governo dos Estados Unidos impôs nesta segunda-feira sanções contra a petroleira estatal PdVSA, da Venezuela, como forma de pressionar o governo do presidente Nicolás Maduro e apoiar o autoproclamado presidente interino, Juan Guaidó. A administração do presidente Donald Trump afirmou pretender que o controle da PdVSA saia das mãos de Maduro para as de Guaidó.

O governo americano informou que serão bloqueados US$ 7 bilhões em ativos e que US$ 11 bilhões em exportações devem ser perdidos pela Venezuela, com as sanções. De acordo com o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, a medida busca evitar o desvio de ativos da Venezuela para Maduro e preservá-los para a população local.

"O caminho para um alívio nas sanções para a PdVSA passa pela transferência rápida de controle para o presidente interino ou um governo subsequente, eleito democraticamente", afirmou a autoridade. "Apoiamos Juan Guaidó em sua busca pela volta da democracia na Venezuela", disse Mnuchin. Na semana passada, Guaidó, presidente da Assembleia Nacional, afirmou que Maduro era um "usurpador" e deveria deixar o posto.

Mnuchin argumentou que as refinarias dos EUA já tomaram medidas anteriormente para reduzir as importações da Venezuela. Segundo ele, as sanções adotadas hoje devem ter "efeito mínimo" nas refinarias dos EUA. Além disso, deve haver algumas licenças especiais para autorizar certas transações de petróleo com a PdVSA, explicou.

De acordo com Mnuchin, o preço da gasolina nos EUA não deve sofrer alterações por causa da medida. Questionado sobre os preços do petróleo, ele argumentou que a commodity reflete neste momento o quadro na oferta e a demanda. Ainda segundo o governo americano, os ativos da Citgo nos EUA continuarão a operar normalmente. A Citgo America é uma subsidiária da venezuelana PdVSA.

Também presente na entrevista coletiva do governo, o Conselheiro de Segurança Nacional, John Bolton, destacou que a economia venezuelana está "em estado de colapso", com milhões de refugiados para a região. Segundo Bolton, o presidente já havia deixado claro que "todas as opções estão sobre a mesa" para lidar com o quadro na Venezuela.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

medida anticrise

Governo vai prorrogar novamente corte de jornada e salário

Programa foi anunciado em abril como medida para evitar um aumento ainda maior do desemprego diante da pandemia do novo coronavírus

defesas na corte

STF julga ação sobre venda de refinarias da Petrobras; veja o que já foi dito

Corte analisa um pedido de autoria do Senado Federal que alega que o governo federal estaria desmembrando a empresa para vender ativos; julgamento acontece nesta quinta

atenção, acionista

Hypera paga R$ 185,4 milhões em juros sobre capital próprio

Segundo a empresa, serão de R$0,29290 por ação ordinária, com retenção de imposto de renda na fonte; veja condições

PANDEMIA NO PAÍS

Brasil registra 1.031 mortes por coronavírus nas últimas 24 horas

O último registro acima de mil mortes pela covid-19 havia ocorrido em 15 de setembro

privatizações

‘Paulo Guedes está desequilibrado’, diz Maia após acusação

Ministro falou que há boatos de que o deputado fez um acordo com a esquerda para não pautar as privatizações

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements