2019-12-09T10:20:57-03:00
Kaype Abreu
Kaype Abreu
Formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Colaborou com Estadão, Gazeta do Povo, entre outros.
mudança na casa

Gol faz nova tentativa de incorporar a Smiles

Empresa afirma que não vai negociar com a administração da controlada, nem submeter a proposta ao conselho independente da companhia

9 de dezembro de 2019
8:09 - atualizado às 10:20
empresa pretende simplificar a governança societária do grupo, reduzir custos e despesas operacionais, - Imagem: Divulgação

A Gol anunciou nesta segunda-feira (9) uma nova proposta para incorporar as ações da Smiles, empresas que administra o seu programa de fidelidade e mantém uma estrutura separada e listada na bolsa. Trata-se da segunda tentativa da empresa de fechar o capital da Smiles sem fazer uma OPA (oferta pública de aquisição de ações).

Assim como na primeira tentativa, a Gol propõe a troca de ações da Smiles por papéis da Gol. Desta vez, no entanto, há uma opção de trocar por "ações preferenciais resgatáveis" da Gol.

A Gol comunicou também que não vai negociar os termos com a administração da controlada, nem submeter a proposta ao conselho independente da companhia. É como se fosse um "pegar ou largar" para os acionistas minoritários.

Na primeira tentativa, a Gol e o conselho independente encerraram as tratativas por falta de consenso sobre os termos da proposta.

A nova proposta da Gol é feita menos de uma semana depois de a Smiles admitir que prevê uma desaceleração no faturamento bruto e uma queda nas margens de resgates de milhas — dois fatores fundamentas para a saúde de uma companhia do setor de fidelidade.

De novo à mesa

A proposta é a seguinte:

  • Opção 1: cada ação da Smiles é trocada por 0,6319 ação preferencial da Gol ou R$ 16,54, referente ao valor de resgate de ações preferenciais resgatáveis da Gol, avaliadas em R$ 0,01.
  • Opção 2: o acionista do Smiles recebe 0,4213 ação preferencial da Gol e R$ 24,80, referente ao valor de resgate de ações preferenciais resgatáveis da Gol, avaliadas em R$ 0,01.

O cronograma proposto prevê uma assembleia geral de acionistas no dia 2 de março de 2020.

Segundo a Gol, a operação tem por objetivo assegurar a competitividade de longo prazo do grupo, com o alinhamento de interesses de todos os acionistas.

Desde de 2013, a Smiles é uma empresa independente e listada em bolsa. A Gol mantém um contrato com a Smiles para a gestão do programa de fidelidade, que estabelece condições e preços para troca de passagens por milhas.

Com a incorporação da Smiles, a Gol tenta seguir os passos da Latam, que fechou o capital da Multiplus. Mas, ao contrário da Gol, a Latam fez uma OPA (oferta pública de aquisição) em vez de uma proposta que envolve troca de ações.

No passado, ambas as companhias aéreas enxergaram na separação de programas de fidelidade uma oportunidade de fazer caixa e gerar valor aos acionistas. Mas a visão mudou.

A manutenção de programas de milhagem independentes passou a ser considerado um obstáculo para as empresas aéreas. Elas perdem autonomia para precificar a conversão de passagem com milhas, algo que seria uma desvantagem competitiva frente a empresas que mantêm seus programas dentro de casa, como a Azul.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

RAIO-X DO ORÇAMENTO

Fundo eleitoral, emendas do relator e reajuste dos servidores: 3 pontos do Orçamento para 2022 que mexem com a bolsa esta semana

Entre emendas parlamentares superavitárias e reajuste dos policiais federais, o Orçamento deve ser publicado no Diário Oficial na segunda-feira (24)

PEC DOS COMBUSTÍVEIS

Tesouro pode perder até R$ 240 bilhões com PEC dos Combustíveis e inflação pode ir para 1% — mas gasolina ficará só R$ 0,20 mais barata; confira análise

Se todos os estados aderirem à desoneração, a perda seria de cifras bilionárias aos cofres públicos, de acordo com a XP Investimentos

Seu Dinheiro no Sábado

E a bolsa ainda pulsa: os grandões do Ibovespa brilham e puxam o índice — mas e as demais empresas?

Além do ciclo aquecido das commodities e da entrada de recursos estrangeiros, também vale lembrar o desconto nos ativos domésticos

BITCOIN (BTC) HOJE

Bitcoin (BTC) aprofunda queda da semana e é negociado aos US$ 35 mil hoje pela primeira vez em seis meses; criptomoeda já caiu 17% em sete dias

Especialista dá dicas de como sobreviver ao momento de “sangria” do mercado de criptomoedas — e o que não fazer no desespero

Dê o play!

A bolsa ainda pulsa, mas será um último suspiro? O podcast Touros e Ursos discute o cenário para o Ibovespa

No programa desta semana, a equipe do Seu Dinheiro discute o cenário para o Ibovespa e os motivos que fazem a bolsa brasileira subir