Menu
2019-07-23T10:40:42-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
aporte de peso

Microsoft vai investir US$ 1 bi em projeto de inteligência artificial de Elon Musk

Empresas planejam estender os recursos do serviço de nuvem corporativo Microsoft Azure em sistemas de IA em larga escala

23 de julho de 2019
7:49 - atualizado às 10:40
Bill Gates, fundador da Microsoft, e Elon Musk, CEO da Tesla
Bill Gates, fundador da Microsoft, e Elon Musk, CEO da Tesla - Imagem: Shutterstock

A Microsoft anunciou nesta segunda-feira, 22, um investimento de US$ 1 bilhão na OpenAI, uma instituição sem fins lucrativos de pesquisa em inteligência artificial.

A OpenAI foi fundada em 2015 por nomes como o Elon Musk, executivo da Tesla e da SpaceX, e Sam Altman, presidente executivo da aceleradora Y Combinator.

Segundo a companhia fundada por Bill Gates, o objetivo da empresa é ajudar no desenvolvimento da inteligência geral artificial (AGI) — uma tecnologia que tem o potencial para resolver qualquer tarefa intelectual de um ser humano.

Para isso, as empresas planejam estender os recursos do serviço de nuvem corporativo Microsoft Azure em sistemas de inteligência artificial em larga escala, acelerar os avanços da tecnologia em ambas as empresas e estimular esforços da OpenAI para criar a tal inteligência geral.

Os aprimoramentos resultantes da plataforma do Azure também ajudarão os desenvolvedores a criar a próxima geração de aplicativos de inteligência artificial.

Em comunicado, as companhias dizem que a visão da OpenAI e da Microsoft é de que a inteligência geral artificial trabalhe com pessoas para ajudar a resolver problemas multidisciplinares — como mudanças climáticas, cuidados de saúde e educação.

“A criação da AGI será o desenvolvimento tecnológico mais importante da história, com o potencial de moldar a trajetória da humanidade”, disse Sam Altman, CEO da OpenAI.

Ontem, as ações da Microsoft fecharam o dia cotadas na Nasdaq a US$ 138,43, numa alta de 1.32%. A empresa surfa nos bons resultados do último balanço trimestral: lucro líquido de US$ 13,1 bilhões, um crescimento de 48,6% em relação ao resultado obtido no mesmo intervalo do ano anterior.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Entrevista exclusiva

Líder no Nordeste, Moura Dubeux quer manter foco na região e na rentabilidade

Em entrevista exclusiva, o CEO da incorporadora de Recife fala sobre a vida da empresa antes e depois do IPO, diz que por ora não vê sentido em sair do Nordeste e que prioriza rentabilidade a crescimento

PRÉVIA DOS BALANÇOS

Os grandões vêm aí: Petrobras e Vale divulgam os resultados; veja o que esperar

Semana será marcada pela apresentação dos resultados de algumas das principais companhias da B3

agenda lotada

Os segredos da bolsa: balanços de pesos-pesados podem manter Ibovespa em alta em semana de Copom

Lá fora, resultados do terceiro trimestre de Amazon, Apple, Facebook, Google e Microsoft são destaques, além de decisões de bancos centrais

O GRANDE DRAGÃO VERMELHO

Pandemia deve reforçar poder chinês na economia

Movimento aponta para a continuidade das tensões com Estados Unidos e manutenção da alta demanda por matérias-primas produzidas pelo Brasil

PANOS QUENTES

‘Apresentei desculpas e colocamos ponto final’, diz Salles sobre atrito com Ramos

Salles e Ramos protagonizaram o mais recente atrito dentro do governo, tornado público após chefe do Meio Ambiente se referir ao general como “Maria Fofoca”

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies