Menu
2019-02-08T18:54:48-02:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Bolsa e dólar hoje

Depois de altos e baixos, ibovespa fecha no azul

Assim como ontem, a Bolsa oscilou muito e fechou o dia em alta. mas o saldo da semana foi negativo em 2,57%

8 de fevereiro de 2019
10:11 - atualizado às 18:54
Selo marca a cobertura de mercados do Seu Dinheiro para o fechamento da Bolsa
Depois de acumular mais de 10% de valorização em janeiro, muita gente tirou a semana para realizar lucros - Imagem: Seu Dinheiro

Mais uma vez, a Bolsa de Valores de São Paulo teve um dia de altos e baixos. O pregão começou  vermelho, virou, mas mas não sustentou o positivo depois da abertura dos mercados em Nova York. No meio da tarde, porém, 0 Ibovespa se recuperou e fechou a sexta-feira em alta de 0,99%, a 95.343 pontos. O estado de saúde do presidente Jair Bolsonaro, tensões entre China e EUA e a desaceleração da economia global e principalmente a Vale continuaram a produzir rugas na testa do investidor. Foi a mineradora, alias, que ajudou o índice da semana ficar negativo em 2,57%. Mas, como existe gordura para queimar, muita gente tirou o dia para realizar lucros. O dólar fechou o dia em elevação de 0,25%, para R$ 3,72, acumulando ganhos de 1,91% na semana.

Pedro Galdi, analista de investimento da Mirae Investimentos, explica que o Ibovespa já teria alcançado os 100 mil pontos se não fosse o trágico rompimento da barragem da Vale em Brumadinho (MG). Mas ele acredita que o índice segue em evolução e tende a alcançar este patamar. De acordo com a Mirae, o viés segue para este ano na faixa de 110 mil a 130 mil pontos para o Ibovespa, dependendo muito do sucesso do novo governo em aprovar as reformas.

 US$ 200 bilhões

As preocupações com a capacidade de China e Estados Unidos fecharem um acordo comercial no curto prazo pressionaram os mercados, assim como os temores com a desaceleração da economia global. As dúvidas foram alimentadas após o presidente dos EUA, Donald Trump, afirmar ontem que não se encontrará com o colega chinês, Xi Jinping, até o prazo final de 1º de março. Sendo que no dia 2, entram em vigor tarifas sobre mais US$ 200 bilhões em produtos chineses, de 10% para 25%, se não houver acordo. Na próxima semana, uma delegação americana seguirá para Pequim para dar prosseguimento ao diálogo comercial com os chineses.

Internado

No Brasil, o estado delicado de saúde do presidente Jair Bolsonaro, que segue internado desde o dia 27 de janeiro e agora foi diagnosticado com pneumonia, acende a luz amarela entre os investidores, que temem pelo atraso do andamento da reforma da Previdência.

Manda nudes

Os papéis da Amazon recuaram mais de 2% em Nova York e isso teve reflexos até e aqui. O presidente-executivo da companhia, Jeff Bezos, fez acusações contra o tabloide National Enquirer de que estaria sendo chantageado, para que o Washington Post ( do qual é dono) encerre investigações contra a editora American Media Inc (AMI), dona do National. De acordo com o homem mais rico do mundo, o National Enquirer ameaçou tornar públicas dez fotos íntimas trocadas por Bezoz com a ex-apresentadora de TV Lauren Sanchez por mensagens privadas. A ação da Amazon chegou a ceder 2,22%, enquanto o índice Nasdaq alcançou recuo de 0,74%.

Saneamento

A Sabesp liderou as maiores altas do Ibovespa, depois que o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que vai colocar a Medida Provisória (MP) do Saneamento para aprovação na casa. O vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, afirma que defende emenda na MP para permitir capitalização da Sabesp, e que se for votada sem mudança, a companhia perde competitividade e será privatizada. Sabesp ON subiu 6,08%.

Consulta médica

Duas empresas do setor de saúde complementar estão entre os destaques do Ibovespa hoje, uma do lado positivo, outra do negativo. A Fleury ficou entre as maiores altas, com avanço de 2,38%, enquanto a Qualicorp figurou entre as principais quedas, com 2,88%. Recentemente, o Bradesco BBI soltou prévias para os resultados das empresas do setor. Para a Fleury, os analistas esperam a manutenção de um patamar sólido de resultados, com destaque para as redes de laboratórios regionais. No caso da Qualicorp, apesar da menor perda líquida de usuários em relação ao quarto trimestre de 2017, o Bradesco BBI ainda não enxerga motivos para investir na ação antes de uma recuperação consistente nas adições líquidas de usuários.

BTG E Banco Pan

Os papéis de BTG Pactual e Banco Pan registraram desempenhos muito parecidos nesta sexta-feira, com altas bem mais acentuadas que os melhores desempenhos dentro do Ibovespa. Segundo operadores, os papéis dão continuidade à tendência verificada desde o começo deste ano. Além disso, os bons resultados do Banco Pan, apresentados nesta semana, ajudam a sustentar essa trajetória. A instituição teve crescimento de 34% no lucro líquido do quarto trimestre de 2018, para R$ 73,6 milhões. O BTG é controlador do Banco Pan.

Outra expectativa é pela possível venda da participação da Caixa Econômica Federal no Banco Pan. Hoje, o banco público, por meio da Caixa Participações, tem uma fatia superior a 32% no Pan. E o BTG tem a preferência para adquirir essa fatia. Hoje, BTG Pactual Unit subiu 4,58% e Banco Pan PN avançou 12,25%.

Vale volta a subir

Caminhando para terminar a semana com perdas de quase 10%, as ações ON da Vale chegaram a cair mais de 2%. Mas inverteram o sinal e fecharam o dia em alta de 3,77%. Bradespar PN avançou 3,47%. Para Pedro Galdi, analista da Mirae Asset, os investidores começaram a antecipar a volta do feriado na China a partir da próxima semana, e o retorno da negociação de minério de ferro. "Quando foi anunciada a paralisação da produção em Brucutu, o minério subiu 5% em um dia e 4% no outro. E agora, depois de uma semana de feriado na China, os investidores já estão se posicionando para a volta, esperando um novo aumento da cotação do minério", explica.

O Citi revisou suas estimativas para o preço de referência do minério de ferro. Diante da suspensão de cerca de 50 milhões de toneladas da produção da mineradora brasileira - equivalente a 3,3% do mercado transoceânico do minério -, a casa passou a prever uma cotação média de US$ 88 por tonelada para 2019, ante US$ 63 por tonelada projetados anteriormente.

A B3 excluiu a mineradora do índice de sustentabilidade. A Vale havia voltado em janeiro ao conjunto de empresas com práticas consideradas mais sustentáveis. A exclusão demorou 13 dias depois do rompimento da barragem em Brumadinho (MG).

Ferro e Petróleo

Hoje a CSN fechou na máxima do dia, em alta de 3,47%. Também subiram Usiminas e Geradau, com 1,91% e 0,79%, respectivamente. A Metalúrgica Gerdau ficou sem variação. Petrobras PN subiu 0,16% e a ON, 0,44%.

Bancos

As ações de bancos operam em alta em bloco em um movimento de recuperação das recentes perdas, de acordo com um operador. O Itaú Unibanco, por exemplo, subiu 2,14%, após acumular queda de 3,86% na semana. Bradesco teve alta de 1,06%.

 

 

 *Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

FALTA DE PATRIOTISMO?

O Brasil é mesmo o pior país emergente para se investir?

A Bolsa russa cai 15% no ano, a mexicana 29% e a brasileira cai impressionantes 39%, todos em dólares.

Em 2009

Carlos Bolsonaro comprou imóvel por preço 70% abaixo do fixado pela prefeitura

A prática não é ilegal, mas costuma despertar suspeitas – por possibilitar, em tese, pagamentos “por fora”, sem registros oficiais.

Em expansão

E-commerce, mercado financeiro e delivery puxam contratações de executivos

Segundo dados do LinkedIn, houve 1.269 movimentações para cargos executivos entre março e agosto, 80% delas foram para esses setores.

Judiciário

Celso de Mello antecipa saída e acelera sucessão no STF

Com saída, abre-se a primeira vaga para indicação do presidente Jair Bolsonaro.

Mais lidas

MAIS LIDAS: De bolso cheio para brigar contra todos

Na semana em que o Seu Dinheiro completou dois anos no ar, refleti sobre quanta água rolou em tão pouco tempo. Foram muitos acontecimentos relevantes para os mercados, como eleição presidencial, guerra comercial de China e Estados Unidos, aprovação da Reforma da Previdência e a chegada do coronavírus. A Julia Wiltgen levantou o ranking de […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements