Menu
2019-04-05T14:48:25-03:00
Estadão Conteúdo
Novos dados

Desemprego na zona do euro se mantém em 7,8% em fevereiro, como previsto

Número de desempregados no bloco europeu diminuiu 77 mil em fevereiro em relação ao mês anterior, mesmo com estabilidade da taxa

1 de abril de 2019
9:38 - atualizado às 14:48
Zona do Euro, União Europeia
Bandeira da União Europeia - Imagem: shutterstock

A taxa de desemprego da zona do euro ficou em 7,8% em fevereiro, inalterada ante janeiro e no menor nível desde outubro de 2008, segundo dados publicados hoje pela agência oficial de estatísticas da União Europeia, a Eurostat. O resultado veio em linha com a previsão de analistas consultados pelo Wall Street Journal.

Apesar da estabilidade da taxa, o número de desempregados no bloco europeu diminuiu 77 mil em fevereiro em relação ao mês anterior, informou a Eurostat. Com informações da Dow Jones Newswires.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Olha o Gol

Boeing 737-8 Max é autorizado a retornar operações no Brasil pela Anac

A informação é vista com bons olhos pela Gol, que é a única credenciada a operar o modelo no Brasil.

bc americano

Dirigentes do Fed esperam manter juros até que meta de emprego e inflação seja atingida, mostra ata

Grupo avaliou que a atual crise sanitária continuará impactando a atividade econômica, a inflação e o emprego no curto prazo

Posto Ipiranga

Guedes elogia Caged e cobra Congresso por reformas

O Ministério da Economia irá divulgar todos os dados na quinta-feira (26)

balanço do mês

Dívida Pública Federal sobe 2,47% em outubro e chega a R$ 4,6 trilhões

Instituições financeiras foram as principais detentoras da Dívida Pública Federal interna, com 28,1% de participação no estoque

reajuste

Petrobras aumentará gasolina em 4% e diesel em 5% nas refinarias

Este é a segunda elevação de preços em novembro e segue a alta do petróleo no mercado internacional

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies