🔴 ESTA CRIPTOMOEDA DISPAROU 4.200% EM 2 DIAS – VEJA SE VALE INVESTIR

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
Ela só pensa em vender

IPOs de subsidiárias da Caixa devem acontecer simultaneamente na B3 e em Nova York, segundo Valor

Segundo informações do jornal Valor Econômico, as negociações as quatro operações envolvendo empresas de seguros, cartões, lotéricas e gestora de recursos devem acontecer simultaneamente na bolsa brasileira e americana

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
23 de abril de 2019
8:39 - atualizado às 9:09
Caixa Econômica Federal
Caixa Econômica Federal - Imagem: Shutterstock

A Caixa Econômica Federal anunciou no começo do ano o desejo de listar na bolsa suas subsidiárias com o objetivo de aumentar o volume de mercado de capitais. Segundo informações do jornal Valor Econômico, as ofertas públicas iniciais de ações (IPO, na sigla em inglês) de empresas de seguros, cartões, lotéricas e gestora de recursos devem acontecer tanto na B3, em São Paulo, como na Nyse, em Nova York. Os dois IPOs devem acontecer ainda no segundo semestre deste ano.

Com a iniciativa da listagem dupla das ações de suas subsidiárias, a estatal busca maior liquidez e maior precificação para as ações. O maior volume de negociação também deve atrair mais investidores. As listagens serão feitas como American Depository Receipts (ADRs), de nível 3, o nível mais completo de operação. As subsidiárias cumprirão uma série de exigências regulatórias e obterão efetiva captação local de recursos, no mesmo tipo de emissão já realizada pela Petrobras e Embraer nos Estados Unidos.

A Caixa ainda precisa definir o percentual a ser vendido e a demanda dos investidores, portanto, não há como definir o valor a ser negociado nos IPOs. Analistas estimam que as quatro operações deva movimentar entre R$ 30 bilhões e R$ 40 bilhões.

Antes dos IPOs das subsidiárias, a Caixa Econômica Federal também prepara "follow on" de ativos do banco estatal. O objetivo do presidente Pedro Guimarães é que a empresa arrecade R$ 15 bilhões com as operações até junho. A primeira delas foi a venda de ações do resseguradora IRB Brasil. A Caixa já informou a Petrobras sobre o desejo de venda da participação na empresa. Segundo apuração do jornal Valor Econômico, os bancos contratados trabalham para efetivar o follow-on a partir da terceira semana de maio.

Outras estatais brasileiras também têm negociação de ADR, mas de nível 1 e 2, como Banco do Brasil e BB Seguridade.

Compartilhe

MERCADOS NO FERIADO

Bolsas dos EUA sobem e renovam as máximas pelo segundo dia — mas ativos brasileiros têm queda firme

2 de novembro de 2021 - 17:20

O EWZ, principal ETF de Brasil na bolsa americana, caiu 1,85% hoje, o que pode desencadear ajustes negativos na B3 na sessão desta quarta

MERCADOS NO FERIADO

Bolsas americanas sobem e Wall Street renova recordes, mas ativos brasileiros em NY recuam

2 de novembro de 2021 - 8:36

Os mercados de Nova York dão continuidade ao movimento de ontem e continuam avançando, aproveitando a agenda econômica esvaziada antes da decisão do Fed; o EWZ e os ADRs de empresas brasileiras vão na contramão

Dancinha digital — e colecionável

Rapaziadinha do TikTok: rede social lança conteúdo exclusivo de artistas famosos em NFT a partir da próxima semana

1 de outubro de 2021 - 12:25

Foram escolhidas seis personalidades da plataforma por sua “relevância cultural para o TikTok”, de acordo com a empresa

DUPLO DOWNGRADE

UBS rebaixa Vale de compra para venda com queda do minério, apesar de dividendos

17 de setembro de 2021 - 10:07

Banco suíço considera que distribuição de dividendos pela mineradora brasileira torna-se menos atraente com a cotação do minério de ferro abaixo de US$ 100

Sem feriado lá fora

MERCADOS HOJE: Ativos brasileiros em NY fecham em alta, apesar da baixa em Wall Street

7 de setembro de 2021 - 19:03

O EWZ, principal ETF do Brasil em NY, e os ADRs de empresas brasileiras subiram hoje em Wall Street, apesar da queda dos principais índices

Mercados no feriado

Com bolsa brasileira fechada, dólar opera em queda; índices em Nova York avançam

9 de julho de 2021 - 11:13

Sem negociações na B3 por conta do feriado estadual em São Paulo, atenções se voltam para o câmbio e para o mercado norte-americano, inclusive para os recibos de ações de empresas brasileiras

AÇÕES

ADRs do Brasil fecham em forte queda em NY; Vale cai 7,5% e Petrobras recua 6,7%

25 de fevereiro de 2020 - 7:58

Os grandes bancos também amargaram perdas importantes em Nova York, embora menores que Petrobras e Vale

Após tragédia

ADR da Vale abre em alta no pré-mercado de NY

29 de janeiro de 2019 - 7:58

Ontem, os papéis da mineradora abriram em queda de 19,33% com repercussão de tragédia de Brumadinho

Após tragédia

ADR da Vale cai mais de 19% no pré-mercado de Nova York

28 de janeiro de 2019 - 7:47

Queda ocorre como repercussão ao rompimento da barragem de rejeitos da mineradora em Brumadinho na última sexta-feira, 25

Cenário favorável

Resultados Datafolha e Ibope refletem em ETFs e ADRs brasileiras no exterior

3 de outubro de 2018 - 14:50

Com fortalecimento de Bolsonaro nas pesquisas eleitorais, principal ETF no exterior avançou 5,64% ontem

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar