🔴 RECEBA ANÁLISES DE MERCADO DIÁRIAS: CLIQUE AQUI E SIGA O SEU DINHEIRO NO INSTAGRAM

2018-10-03T14:57:47-03:00
Luis Ottoni
Luis Ottoni
Jornalista formado pela Universidade Mackenzie e pós-graduando em negócios pela Fundação Getúlio Vargas. Atuou nas editorias de economia nos portais G1, da Rede Globo, e iG.
Cenário favorável

Resultados Datafolha e Ibope refletem em ETFs e ADRs brasileiras no exterior

Com fortalecimento de Bolsonaro nas pesquisas eleitorais, principal ETF no exterior avançou 5,64% ontem

3 de outubro de 2018
14:50 - atualizado às 14:57

Os resultados da pesquisa Datafolha ontem à noite, que reforçou a tendência Ibope com Jair Bolsonaro (PSL) à frente na corrida eleitoral e a estagnação de Fernando Haddad (PT), já teve impactos em investimentos do Brasil no exterior.

O principal fundo de índice referenciados em papéis brasileiros no exterior (ETF em inglês), o EWZ (iShares MSCI Brazil ETF) avançou 5,64%, para US$ 35,61, no fechamento do mercado ontem.

Já entre os American Depositary Receipts (ADRs) das empresas brasileiras negociadas na bolsa de Nova York, o holofote da vez foi para a Petrobras, que subiu 6%. A Vale avançou 2,62%. Entre os bancos, o Itaú subiu 2% e o Bradesco, 2%.

Na Europa

Os ETFs brasileiros também apresentaram altas significativas na Bolsa de Londres hoje, com altas próximas a 5%.

O CSBR iShares MSCI Brazil Ucits (ACC) avançou4,89%, a US$ 70,38. Já o IDBZ (Dist) fechou o dia com ganho de 4,88%, cotado a US$ 29,91, e o IBZL (Dist) teve alta de 3,88%, a 2.304,50 libras esterlinas. Em Frankfurt, onde há também negociações desses ativos na Europa, no entanto, não houve transações hoje por causa de um feriado alemão.

Resultado nas pesquisas

O Datafolha ontem à noite confirmou o fortalecimento de Bolsonaro à frente da corrida eleitoral, com 32% das intenções ante os 28% da pesquisa anterior. Haddad (PT), por sua vez, foi de 22% para 21%.

A pesquisa também mostra que o capitão reformado ainda tem o maior índice de rejeição, com 45%, enquanto a do petista saltou de 32% para 41%. Hoje à noite, tem mais um Ibope que deve confirmar de vez (ou não) a tendência das últimas pesquisas.

Na segunda-feira, o Ibope já havia adiantado fortalecimento de Bolsonaro, que foi de 27% a 31%, ante Haddad, que estagnou nos 21%.

*Com Estadão conteúdo

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

EXILE ON WALL STREET

Rodolfo Amstalden: Entre 65 e 380 eu compro

7 de julho de 2022

“O que vai acontecer com X?”. É uma pergunta errada e perigosa, que nem sequer deve ser formulada em decisões de investimento; entenda

OS SOBREVIVENTES

Putin vê mais um primeiro-ministro britânico cair, mas ainda precisa comer muita farinha antes de alcançar a rainha Elizabeth II

7 de julho de 2022

Boris Johnson é o quinto primeiro-ministro a cair com Putin na presidência da Rússia, mas a monarca britânica já viu muito mais que isso

FINO EQUILÍBRIO

Bitcoin (BTC) tenta começar o segundo semestre com o pé direito e criptomoedas acumulam altas na semana; confira oportunidades

7 de julho de 2022

Na semana, a maior criptomoeda do planeta acumula avanço de mais de 8%, mas investidores continuam à espera de um milagre

REESTRUTURAÇÃO

TIM anuncia plano de transformação: confira se as mudanças vão atingir os negócios da TIM Brasil (TIMS3)

7 de julho de 2022

A reestruturação tem o objetivo de reduzir a dívida da operadora na Itália; as operações no Brasil não serão afetadas, de acordo com a TIM

RECONECTANDO

Após três semanas fora do ar, Binance volta a negociar criptomoedas em reais; problemas com BC serão resolvidos com nova parceira?

7 de julho de 2022

Em nota enviada à reportagem, a exchange afirma que “atua em total acordo com o cenário regulatório do Brasil”

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies