Menu
2019-10-13T17:13:34-03:00
Nicolas Gunkel
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP) com Nanodegree em Marketing Digital pela Udacity. Foi editor de Redes Sociais e repórter do site Exame, além de repórter no jornal Metro São Paulo.
Fortunas

Qual bilionário será o primeiro trilionário: Jeff Bezos ou Bill Gates?

Enquanto o fundador da Amazon tem tudo para ser o primeiro trilionário do globo, o criador da Microsoft sequer figura na lista. Entenda

12 de outubro de 2019
8:29 - atualizado às 17:13
Bill Gates e Jeff Bezos, atualmente homens mais ricos do mundo
Os bilionários Bill Gates e Jeff Bezos - Imagem: Shutterstock

Qual seria seu primeiro palpite se lhe perguntassem quantos milionários vivem hoje no mundo? E o número de bilionários?

Quem cresceu assistindo ao Show do Milhão, como eu, certamente se surpreenderia ao saber que mais de 40 milhões de pessoas mundo afora já possuem uma fortuna na casa do 1 milhão de dólares – isso mesmo, dólares.

O próprio título de bilionário também deixou recentemente de pertencer a meia dúzia de pessoas. Embora esse seja ainda um clube bastante restrito, há hoje 2,7 mil habitantes no planeta ostentando uma fortuna acima de US$ 1 bilhão, segundo dados de 2018 do Credit Suisse.

Se avançarmos mais uma casa no tabuleiro, descobrimos que apenas 150 pessoas possuem mais de US$ 10 bilhões. E 100 bilhões? Apenas duas: Jeff Bezos, fundador da Amazon, e Bill Gates, criador da Microsoft. O leva os mais curiosos à pergunta de um trilhão de reais...

Quem será o primeiro trilionário?

A menos que você tenha uma bola de cristal, essa questão não possui uma resposta fácil. Sequer podemos afirmar com certeza que alguém um dia chegará lá. Mas não deixa de ser um exercício interessante de especulação, não é mesmo?

A empresa de conteúdo e pesquisa Comparisun se propôs a responder a essa pergunta com uma fórmula simples – e por isso, bastante controversa.

A companhia levantou o histórico de aumento de riqueza dos 25 homens mais ricos do mundo nos últimos cinco anos, e projetou as mesmas médias de crescimento para o futuro.

Antes de seguir com a brincadeira, sinto-me no dever de dizer o óbvio. É claro que dar grandes saltos financeiros fica cada vez mais difícil conforme um investidor ou uma grande empresa chega a determinado patamar.

E também não preciso repetir uma das regras mais clássicas dos investimentos: retorno passado não garante rendimento futuro. Dados os avisos, apresento-lhe os potenciais primeiros trilionários do mundo...

Segundo o método utilizado, apenas 11 dos maiores bilionários do planeta baterão a marca do trilhão de dólares em algum momento da vida.

O primeiro deles será Jeff Bezos, cuja riqueza cresceu a um ritmo de 35% ao ano nos últimos 5 anos. Nesse passo, o fundador da Amazon seria o primeiro trilionário do mundo em 2026, aos 62 anos. A previsão permanece mesmo com o divórcio recente do empresário e de sua ex-mulher, MacKenzie.

Jeff Bezos e Mackenzie Bezos
Jeff Bezos e Mackenzie Bezos - Imagem: Reprodução Youtube

Bill Gates sequer participa da lista. Apesar de ser o segundo homem mais rico do mundo, seu envolvimento com a filantropia fez com que o crescimento de sua fortuna desacelerasse nos últimos anos.

Afinal, ainda há quem se preocupe mais com a erradicação de epidemias pelo globo e doenças seculares do que em bater um número criado pela imaginação humana.

Na sequência, três chineses entram na lista. Vamos a eles.

Xu Jiayin é presidente da segunda maior empresa imobiliária da China. Hoje sua fortuna corresponde a "apenas" US$ 23 bilhões. Mas, mais uma vez, o que vale nesse exercício de futurologia é o filme, e não a foto. Segundo a Comparisun, ele chegaria ao trilhão em 2027, aos 68 anos.

O célebre fundador do Alibaba, Jack Ma, é o próximo a figurar na lista. Hoje com US$ 35 bi, Ma bateria a marca em 2030, aos 65 anos. Ma Huateng, o bilionário por trás da gigante de tecnologia Tencent, vem logo atrás e chegaria ao tri com 61 anos, em 2033.

O homem mais rico da Índia, Mukesh Ambani, chega logo atrás. Com patrimônio avaliado em US$ 24 bilhões, o maior acionista da Reliance Industries chegaria à marca aos 75 anos, também em 2033.

Bernard Arnault, dono do império de luxo Louis Vuitton, é um dos bilionários mais odiados da Europa, e também o mais rico. Ele deve bater a meta apenas em 2032, no alto de seus 84 anos.

E quem será o trilionário mais jovem?

Mark Zuckerberg
Mark Zuckerberg, CEO do Facebook - Imagem: Shutterstock

Embora tenha que esperar um pouco mais, o criador do Facebook, Mark Zuckerberg, seria o trilionário mais jovem dessa lista. Com uma fortuna avaliada hoje em US$ 55 bilhões, o fundador da gigante de tecnologia chegaria à marca em 2036, aos 51 anos.

Zuckerberg disse recentemente que ninguém merece ser um bilionário. Mas não falou nada sobre "trilionários", não é mesmo?

Por fim, completam a lista de futuros trilionários Steve Ballmer, ex-presidente da Microsoft, que só deve bater a meta aos 83 anos, em 2040; Michael Dell, fundador da gigante de chips e computadores homônima, que chegaria ao tri em 2043, aos 78 anos; e os fundadores do Google, Larry Page e Sergey Brin.

Ambos chegariam à marca em 2051, com a mesma idade, isto é, 77 anos. Vale a pena ler nosso perfil completo de Page, que ainda sonha com carros voadores, na série Rota do Bilhão.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

BASTIDORES

Entrevista: Como Ruy Hungria conseguiu lucro de 1.250% com Petrobras no dia em que a ação despencou mais de 20%

quem investe em opções têm a chance de ganhar mesmo quando os mercados estão em baixa. Foi o que aconteceu com os seguidores do Ruy

Aqui não!

SEC suspende nos EUA negociação de papéis de 15 empresas por risco a investidores

Ação tem como alvo “aparentes tentativas de mídia social para inflar de modo artificial o preço de suas ações”, diz o órgão

PANDEMIA AVANÇA

Brasil registra 1.337 mortes em 24 horas; Estados anunciam restrições

Total de casos da doença é superior a 10 milhões; taxa de mortalidade do coronavírus é de 2,41% dos infectados

Fato relevante

Banco do Brasil desmente renúncia de André Brandão

Instituição financeira diz não ter conhecimento das fontes das notícias veiculadas

Ranking dos investimentos

Ativos de risco têm mais um mês negativo com tensões e Brasília e alta dos juros futuros nos EUA

Um misto de fatores locais e externos levou o Ibovespa a ter um dos piores desempenhos do mês e o dólar, o melhor. Ouro aparece na lanterna do ranking

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies