';

🔴 O ‘NOVO PETRÓLEO’ FOI ENCONTRADO E JÁ É MOTIVO DE DISPUTA NO MUNDO — DESCUBRA AQUI

Cotações por TradingView
2019-11-08T12:19:24-03:00
Nicolas Gunkel
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP) com Nanodegree em Marketing Digital pela Udacity. Foi editor de Redes Sociais e repórter do site Exame, além de repórter no jornal Metro São Paulo.
MAGOOU

Bilionários ficam menos ricos pela primeira vez desde 2015

Segundo o banco UBS, muitos bilionários liquidaram posições para garantir uma parcela maior de seu patrimônio em caixa. Previsão é de que 2019 seja um ano melhor

8 de novembro de 2019
10:28 - atualizado às 12:19
Hong Kong, na China
Hong Kong, na China: segundo país com maior número de bilionários - Imagem: Shutterstock

O ano passado não foi um ano especialmente bom para os bilionários de forma geral. Pelo menos é o que aponta um relatório divulgado pelo UBS e pala PwC nesta sexta-feira.

Segundo levantamento realizado pelas instituições, a riqueza dos bilionários pelo planeta caiu 4,3% (equivalente a 388 bilhões de dólares), em 2018, atingindo a soma de 8.539 trilhões de dólares.

É a primeira vez que esse valor cai desde 2015.

As principais razões, como seria de se esperar, foram as tensões geopolíticas e a volatilidade dos mercados de ações. Receosos com o futuro, muitos investidores se protegeram e liquidaram posições para garantir uma parcela maior de seu patrimônio em caixa.

Entre as preocupações dos peixes grandes, estavam a guerra comercial entre EUA e China, o populismo e a mudança climática.

Varrendo bilionários

O impacto foi sentido principalmente na China, segundo país com maior número de bilionários, e que sofreu com a guerra comercial travada com os Estados Unidos, potência que ocupa a primeira posição no ranking.

Em termos percentuais, as fortunas dos chineses mais ricos, medidas em dólares, diminuíram 12,8% em relação a 2017.

Segundo Josef Stadler, diretor da área de grandes fortunas no UBS, a queda dos mercados acionários chineses e a desvalorização da moeda do país foram diretamente responsáveis pela queda.

No ano passado, o crescimento do PIB chinês foi o menor em três décadas, desaceleração que acabou por tirar o status de bilionário de algumas dúzias de pessoas.

Apesar disso, ressalta Stadler, um novo bilionário surge na China em média a cada 2 ou 3 dias.

Bilionários de tênis

Enquanto o número de ultra-ricos caiu mundo afora, na terra do Tio Sam a história foi outra. Os magnatas das gigantes de tecnologia não só garantiram a permanência dos EUA na primeira posição, como viram suas riquezas aumentarem.

Segundo o UBS, o dado mostra a resiliência da economia americana em momentos de turbulência.

A previsão do banco é de que a fortuna dos bilionários volte a crescer em 2019, embora não em ritmo tão acelerado quanto o recente rali dos mercados de ações possa sugerir.

Se você quer conhecer melhor a história dos maiores bilionários do Brasil e do planeta, vale a pena acompanhar a série Rota do Bilhão, do Seu Dinheiro.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

AUTOMÓVEIS

Fiat Strada: 5 razões que explicam o sucesso do veículo mais vendido do Brasil pelo segundo ano seguido

28 de janeiro de 2023 - 7:22

A picape pequena teve 112 mil unidades emplacadas em 2022; analisamos os motivos pelos quais a Fiat Strada tem deixado tantos outros carros comendo poeira

DIA 27

De Lula, com carinho: o recado da Carta de Brasília aos bolsonaristas

27 de janeiro de 2023 - 20:22

Além de assinar o documento com governadores, o presidente tratou da compensação do ICMS — discussão que deve continuar com a ajuda de uma comissão que atuará junto ao Supremo Tribunal Federal (STF)

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Como o Ibovespa superou a forte queda da Petrobras (PETR4) e subiu nesta semana? Confira os destaques dos últimos dias

27 de janeiro de 2023 - 18:58

Veja tudo o que movimentou os mercados nesta sexta-feira, incluindo os principais destaques do noticiário corporativo

Dinheiro no bolso

ETF que paga dividendos vem aí: bolsa libera listagem de fundos de índices de ações que pagam proventos

27 de janeiro de 2023 - 18:00

A partir de segunda-feira (30), ETFs de ações que pagam proventos poderão ser listados na bolsa brasileira; fundos que já existem, porém, não poderão passar a pagar dividendos

PRESENTE DE RUSSO

Vingança! Putin não deixa barato e prepara mega ofensiva na Ucrânia — entenda o que ele quer com isso

27 de janeiro de 2023 - 17:18

Do outro lado das trincheiras, o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, sinaliza que pode ser tarde demais para negociações de paz

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies