Menu
2019-11-07T12:21:53-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Saiu o casamento

Banco do Brasil e UBS fecham acordo para sociedade em banco de investimentos e corretora

No acordo, o banco suíço entrará com sua plataforma operacional de banco de investimento e de corretora e o BB dará o direito de acesso exclusivo aos clientes para negócios como fusões e aquisições e captações de recursos no mercado de capitais

6 de novembro de 2019
22:14 - atualizado às 12:21
Fachada do edifício sede do Banco do Brasil em Brasília.
Fachada do edifício sede do Banco do Brasil em Brasília - Imagem: Fernando Bizerra/Agência Senado

O Banco do Brasil e o suíço UBS selaram o casamento que marca a criação de um negócio em conjunto na área de banco de investimentos e corretora de valores.

No acordo, o banco suíço entrará com sua plataforma operacional de banco de investimento e de corretora e o BB dará o direito de acesso exclusivo aos clientes para a originação de negócios como operações de fusões e aquisições e a coordenação de ofertas de ações e títulos de dívida a investidores no mercado de capitais.

Os suíços vão controlar a sociedade com 50,01% do capital. O Banco do Brasil terá os 49,99% restantes. O BB já conta com uma área de banco de investimentos, mas não tinha uma corretora própria.

Trata-se de um mercado promissor, ainda mais no atual cenário de juros baixos. De janeiro a setembro, as captações de recursos pelas empresas brasileiras no mercado de capitais doméstico atingiram R$ 269 bilhões em 2019, alta de 42% em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com dados da Anbima.

O UBS indicará o diretor presidente da nova empresa. O diretor comercial virá do BB e ficará responsável pelo relacionamento entre os clientes do banco e a companhia.

O conselho de administração será formado por seis membros, sendo três de cada lado. A presidência do conselho caberá a um nome apontado pelo Banco do Brasil.

Os negócios de gestão de fortunas e fundos de investimentos do UBS ficarão de fora da sociedade e serão tocados à parte pelos suíços.

O Banco do Brasil e o UBS devem anunciar mais detalhes da parceria amanhã pela manhã, quando também está marcada a divulgação do balanço do terceiro trimestre do BB. E você, acha que esse casamento vai dar certo? Deixe seu comentário logo abaixo.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Pacote fiscal aguardado

EUA: Senado aprova extensão de aumento de auxílio-desemprego

A emenda prevê a extensão da duração dos benefícios federais a desempregados, mas reduz seu valor semanal, em comparação com o projeto de lei aprovado pela Câmara dos Representantes no sábado passado

chama o max

Um meteoro passageiro chamado juros

O que fez a curva de juros norte-americana empinar tanto nos últimos meses e de uma maneira tão vigorosa nos últimos dias?

PODCAST

Zoeira com Nassim Taleb, ‘venda da Empiricus’ e reflexões sobre a taxa de juros: veja o que rolou no episódio #35 do Puro Malte

Podcast com Felipe Miranda, Rodolfo Amstalden, Beatriz Nantes e Ricardo Mioto é “conversa de bar” para quem gosta de finanças

Quase 2 mil mortos

Covid-19: Brasil tem segundo dia com mais mortes confirmadas

O Brasil também registrou hoje o recorde de mortes por semana. O número foi divulgado pelo Ministério da Saúde no mais novo boletim epidemiológico sobre a pandemia do novo coronavírus.

pandemia em pauta

Guedes: Por ‘infelicidade’, Bolsonaro não deixou claro problema da saúde

Guedes defendeu a imunização contra a covid-19 para evitar nova queda economia, diante da “tragédia que voltou a nos atingir” ao falar sobre o agravamento da pandemia.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies