🔴 CHANCE DE MULTIPLICAR O INVESTIMENTO EM ATÉ 14,5X EM 8 DIAS? ENTENDA A PROPOSTA

Estadão Conteúdo
telefonia

Anatel promete leilão de frequências do 5G para 2020

Anúncio não deixa claro se leilão visa a obtenção de recursos para o governo ou terá como objetivo o incentivo à tecnologia

Estadão Conteúdo
28 de fevereiro de 2019
10:28
Anatel - Imagem: Shutterstock

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) confirmou nesta quarta-feira, 27, ao jornal O Estado de S. Paulo, que pretende realizar até março de 2020 o leilão das frequências para o 5G, tecnologia de conexão móvel de quinta geração.

O presidente da agência, Leonardo Euler, havia adiantado a informação durante coletiva de imprensa na Mobile World Congress, principal feira de telefonia celular do mundo, em Barcelona, na Espanha. Segundo comunicado da Anatel, o edital para o leilão deve ser lançado ainda neste ano.

Ainda não está claro, porém, se o leilão será arrecadatório - ou seja, se visará a obtenção de recursos para o governo - ou se o principal objetivo será o incentivo à tecnologia, que visaria principalmente ao avanço da infraestrutura no País.

O leilão arrecadatório pode ajudar o Tesouro Nacional a captar recursos de forma rápida. Em 2014, o leilão de quatro lotes de faixas do 4G rendeu R$ 5,85 bilhões à União.

No entanto, fontes do setor dizem acreditar que, ao incentivar tecnologias de última geração, os benefícios viriam a longo prazo, tanto na forma de arrecadação de impostos quanto de atração de investimentos.

Essa segunda opção é a preferida das operadoras de telecomunicações, que dizem enfrentar obstáculos financeiros para construir a infraestrutura da nova geração de redes móveis.

No Brasil, há teles que preferem recuperar recursos investidos no 4G antes de partir para o 5G. Em dezembro de 2018, a Telefônica/Vivo disse preferir que um leilão não ocorresse este ano, diante do alto investimento exigido pela nova tecnologia.

Procurada nesta quarta pelo jornal O Estado de S. Paulo, a Oi informou que aguarda a publicação do edital para estudar as condições a ser definidas pelo governo. A Vivo e a TIM não quiseram comentar o assunto. Já a Claro não respondeu até o fechamento da reportagem.

Um leilão de frequências do 5G pode ajudar o Brasil a avançar nessa tecnologia, que oferece conexões dez vezes mais velozes que as do 4G, além de vantagens no quesito segurança. Para especialistas, o 5G será necessário para viabilizar tendências como carros autônomos, internet das coisas e cidades inteligentes.

Em regiões como EUA e Europa, as teles já trabalham em redes do tipo, com oferta de planos 5G para usuários finais. Aqui, o cenário é diferente: segundo previsão da GSMA, associação global das operadoras de celular, o 5G só deve ganhar força no Brasil a partir de 2023.

Compartilhe

RENEGOCIAÇÃO CONCLUÍDA

Oi (OIBR3) renegocia dívida multibilionária com a Anatel, alonga prazo e consegue um descontão

1 de junho de 2022 - 7:23

Além de repactuar dívida com a Anatel, Oi foi autorizada pela CVM a continuar operando abaixo de R$ 1 por mais 30 pregões a partir de 1º de julho

LIGAÇÃO PERDIDA

Vão devolver? Saiba por que a Oi (OIBR3) e a Vivo (VIVT3) podem pular fora da telefonia fixa no Brasil e o que darão em troca

30 de maio de 2022 - 16:22

Se devolverem a concessão ao final do contrato, em 2025, as teles terão de assumir compromissos de investimentos para levar a banda larga até o interior do País, em regiões ainda carentes de conectividade

Entrevista

Novo presidente da Anatel quer uma “nova Oi” para competir com Claro, TIM e Vivo; confira a entrevista

11 de maio de 2022 - 10:51

Baigorri assume o comando da agência num momento crucial para a telecomunicação, desafiada pelo processo de consolidação do setor em razão da compra da Oi Móvel pelas concorrentes.

VOTAÇÃO FAVORÁVEL

Oi (OIBR3) ainda sem decisão final: Anatel adia reunião que definirá venda da operação de fibra ótica da empresa

15 de abril de 2022 - 11:08

Apesar de já haver votos suficientes para aprovação do negócio, a decisão final foi adiada

ALÔ VOCÊ!

TIM, Vivo ou Claro? Saiba qual será a sua operadora de celular com a venda da rede móvel da Oi (OIBR3)

10 de fevereiro de 2022 - 16:36

A aliança terá 18 meses para incorporar as linhas da Oi Móvel. DDD será o principal critério na redistribuição dos 42 milhões de clientes.

SINAL VERDE AMARELOU

Pedido de anulação de decisão da Anatel pode atrasar venda da Oi Móvel; Copel Telecom aponta irregularidades nas reuniões do órgão regulador

4 de fevereiro de 2022 - 20:55

A companhia alega que há irregularidades nos dois encontros realizados pelo colegiado do órgão para análise da transação

NOVA TENTATIVA

Com OIBR3 em alta acumulada de mais de 50% em 11 pregões, Anatel volta a analisar hoje a venda da Oi Móvel para Claro, TIM e Vivo; acompanhe ao vivo

31 de janeiro de 2022 - 9:00

Sessão extraordinária foi convocada para hoje depois de análise da transação ter sido interrompida na última sexta-feira por pedido de vista de conselheiro

LIGAÇÃO DE EMERGÊNCIA

Anatel marca reunião extraordinária na segunda-feira (31) com caso da Oi (OIBR3) na pauta; saiba o que está em jogo

28 de janeiro de 2022 - 18:02

A expectativa era de que caso sobre a venda da Oi Móvel fosse retomado no dia 10 de fevereiro, quando ocorre a primeira sessão ordinária da Anatel do ano

UMA PEDRA NO MEIO DO CAMINHO

Conselheiro pede vista e Anatel adia decisão sobre venda da Oi Móvel para Claro, TIM e Vivo; OIBR3 tem forte queda

28 de janeiro de 2022 - 11:22

Ações da Oi seguiam em disparada antes do pedido de vista; Anatel voltará a discutir a venda em 10 de fevereiro

Dia de decisão

Ações da Oi (OIBR3) disparam mais de 45% em dez pregões; Anatel decide hoje sobre venda para Claro, TIM e Vivo; acompanhe

28 de janeiro de 2022 - 8:58

Ações sobem na expectativa para reunião da Anatel que avalia a venda da Oi Móvel para Claro, TIM e Vivo; acompanhe ao vivo o encontro que acontece às 10h

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar