Menu
2019-04-20T15:50:48-03:00
Luis Ottoni
Luis Ottoni
Jornalista formado pela Universidade Mackenzie e pós-graduando em negócios pela Fundação Getúlio Vargas. Atuou nas editorias de economia nos portais G1, da Rede Globo, e iG.
Benefícios

Receita terá tratamento ‘VIP’ para empresas com impostos em dia

Novo sistema do órgão classificará empresas de acordo com sua regularização com a receita

18 de outubro de 2018
7:36 - atualizado às 15:50

A Receita Federal vai começar a adotar uma classificação de empresas com o intuito de recompensar aquelas que tiveram notas maiores. A informação é do jornal "Estado de S. Paulo" desta quinta-feira, 18.

A ideia, segundo a Receita, será classificar as empresas como A,B ou C de acordo com a situação da empresa com o fisco.

As empresas que tiveram nota A terão vantagens, como a prioridade no recebimento de restituições e créditos tributários. Além terão preferência na solução de demandas, inclusive prioridade no atendimento presencial. "Vamos classificar todas as empresas e as que tiverem nota A serão tratadas como clientes VIPs", disse ao jornal o subsecretário de Arrecadação e Atendimento da Receita, João Paulo Martins.

Além disso, as empresas VIPs serão avisadas caso a Receita identifique algum indício de infração, dando a oportunidade para que elas se regularizem e se livrem de multas. Estão excluídos do aviso os crimes tributários, como lavagem de dinheiro e contra Previdência.

As empresas que cometerem algum tipo de fraude terá pontuação reduzida para "C". Na prática, elas terão punições que podem ir desde a inclusão em regimes especiais de fiscalização até cassação de benefícios fiscais. "Se o contribuinte receber uma ota C, saberá que é porque estamos de olho nele. Vamos ter mais cuidado nas análises e seus processos", disse Martins ao Estadão.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

MERCADOS HOJE

Dólar fica abaixo dos R$ 5 pela primeira vez em um ano; confira as razões para a queda da moeda

Entrada de fluxo estrangeiro no país é acompanhada de alguns critérios técnicos e uma melhora na percepção de risco.

Ampliando investimentos

GM amplia em 75% investimentos em carros elétricos e automáticos até 2025

A projeção da empresa é de que seu Ebit fique entre US$ 8,5 bilhões e US$ 9,5 bilhões na primeira metade do ano

Análise do presidente

Para Bolsonaro, derrubada ou perda da validade da MP da Eletrobras provocará caos

A MP não tem consenso entre líderes e corre o risco de ser derrubada ou ter a votação adiada

Banco mais verde

Itaú anuncia investimento de R$ 400 bilhões em iniciativas ESG até 2025

O Itaú destaca no comunicado que esses títulos têm sido bastante demandados pelo mercado e fazem parte de um segmento em que o Itaú se tornou referência em 2021

MP da eletrobras

Aeel protocola denúncia no TCU contra venda da Eletrobras por ferir Constituição

Em 28 páginas, a Aeel explica ao TCU cada artigo da Constituição que estaria sendo afrontado, e questiona a falta de transparência do processo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies