2019-04-04T13:51:27-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Novo escândalo

O tempo fechou para o Facebook nesta sexta-feira

Ações da companhia despencaram na Nasdaq após o anúncio de que 50 milhões de contas ficaram expostas à atuação de hackers

28 de setembro de 2018
16:58 - atualizado às 13:51
Função afetada no site é aquela que permite aos usuários verem como seus perfis aparecem para outras pessoas - Imagem: Shutterstock

A sexta-feira é de pesadelo para quem investe de ações do Facebook - inclusive aqui no Brasil. A gigante da internet se envolveu outra vez em um escândalo envolvendo segurança cibernética e viu seu papel despencar hoje, 28, no mercado americano.

A crise ocorre porque o Facebook descobriu um problema em sua rede de segurança que afetou quase 50 milhões de contas na última terça-feira e deixou usuários expostos à atuação de hackers. A função afetada no site é aquela que permite aos usuários verem como seus perfis aparecem para outras pessoas.

Foi a notícia começar a rodar pelo mercado que rapidamente as ações da empresa negociadas na Nasdaq despencaram mais de 3%. E o tombo não foi solitário: o Twitter pegou carona na crise e teve queda de 2%.

Estancando a sangria

O vice-presidente de gerenciamento de produto do Facebook, Guy Rosen, tentou acalmar (em vão) os investidores dizendo que a empresa já tomou algumas ações para corrigir o problema e acionou as autoridades americanas. Ele comentou também que todas as informações sobre o caso que forem descobertas pela empresa serão publicadas. Um estanca sangria que, pelo menos no curto prazo, não deve funcionar.

*Com agências de notícias.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Pílulas do Mercado

Bitcoin levou ‘rasteira’: com até 200.000% no ano, criptos DeFi estão mudando o sistema financeiro – e podem te ajudar a enriquecer em 2022

Quem deixou de investir nas tecnologias que revolucionaram o planeta até hoje, ficou ‘chupando o dedo’ enquanto os espertos enriqueciam; agora, existe uma lista de criptoativos DeFi que está transformando as transações financeiras e que pode transformar R$ 500 em R$ 100 mil, R$ 5 mil em 1 milhão – conheça

MUDANDO A RECOMENDAÇÃO

Itaú BBA vê Gerdau (GGBR4) como ação defensiva, mas a siderúrgica que pode subir mais de 50% é outra; confira as apostas do banco

A queda de mais de 39% das ações da Usiminas abriram um bom ponto de entrada, segundo os analistas do Itaú BBA

Análise SD

Jogou a toalha? Azul (AZUL4) critica plano de recuperação da LATAM e dá a entender que não vai aumentar a proposta

A Latam pretende injetar mais de US$ 8 bi com as medidas de seu plano de recuperação judicial, cifra superior à proposta pela Azul (AZUL4)

bitcoin (BTC) hoje

Alívio com variante da covid-19 chega primeiro ao mercado de criptomoedas e bitcoin (BTC) volta aos US$ 57 mil

O mercado de criptomoedas, que não para nunca, sentiu o alívio ainda no final do sábado (27) e segue em alta hoje

Radiocash

“Esses 4 milhões de pessoas na Bolsa vieram para ficar”, diz Gustavo Cerbasi

Com 16 livros publicados e 1,5 milhão de seguidores no Instagram, o ex-professor universitário encara com cautela a fama, e rejeita alguns rótulos