Menu
2018-10-01T09:04:40-03:00
Luis Ottoni
Luis Ottoni
Jornalista formado pela Universidade Mackenzie e pós-graduando em negócios pela Fundação Getúlio Vargas. Atuou nas editorias de economia nos portais G1, da Rede Globo, e iG.
Relação Instável

EUA desistem de ‘excluir’ Canadá de novo Nafta

Retomada de laços deve favorecer indústrias automobilísticas e de lacticínios

1 de outubro de 2018
6:38 - atualizado às 9:04
Nafta
Presidente dos EUA, Donald Trump, ataca acordo desde sua corrida eleitoral em 2016 - Imagem: shutterstock

Os Estados Unidos chegaram a um acordo com o Canadá para manter o país no Tratado Norte-Americano de Livre Comércio (Nafta), que também inclui o México. O anúncio foi realizado na madrugada desta segunda-feira, 1º.

A reformulação do acordo deve beneficiar ambas nações, com Washington facilitando o acesso dos americanos a laticínios canadenses. Por outro lado, o Canadá deve ter sua indústria automobilística protegida com os EUA diminuindo tarifas sobre esses bens, segundo o New York Times.

Em seu twitter, o primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, disse que esse "era um bom dia para o Canadá e seus parceiros comerciais".

Incerto

Desde sua campanha eleitoral, o presidente norte-americano, Donald Trump, vem criticando o acordo. No mês passado, Trump disse que o Canadá ficaria fora do acordo de livre comércio pois o NAFTA "era um dos piores acordos comerciais já realizados" e que Washington perdeu "milhares de negócios e milhões de empregos".

Sob pressão

Os países estavam sob pressão para fechar uma nova versão do acordo até o domingo para, então, compartilhar o texto com o México. Agora o documento deve ser assinado pelo presidente mexicano, Enrique Peña Nieto antes que ele deixe o cargo, no final de novembro.

*Com Estadão Conteúdo

 

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Energia elétrica

IPCA pode ir a 6,5% na bandeira vermelha

A bandeira vermelha 2, que tem custo adicional de R$ 6,243, iria a R$ 7,571 caso adotada a proposta da consulta pública

Esquenta dos Mercados

Relatório da inflação, leitura do PIB dos EUA e queda de ministro devem guiar a bolsa hoje

Assim como uma noite no deserto, o investidor deve ficar atento aos sinais para atravessar um momento de dificuldade

Volta ao original

Câmara rejeita emendas do Senado e retoma texto original de MP que eleva imposto para bancos

Deputados retomaram a alíquota de 25% na CSLL também para as agências de fomento e bancos de desenvolvimento estaduais

Para dar e vender

Defensivas e com potencial de crescimento: como as ações do setor de saúde ainda podem dar muitas alegrias na bolsa

A combinação de baixo endividamento, bons níveis de caixa e espaço para consolidação tornam as ações do segmento muito atrativas, segundo analistas

Fernando Cirne

A importância das fusões e aquisições para a Locaweb

Já avaliamos mais de 1.900 empresas e, desde o IPO, concluímos 10 importantes aquisições, que se somaram às outras seis concretizadas antes da abertura de capital

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies