🔴 DÓLAR A R$5,38 E PODE SUBIR MAIS – VEJA COMO PROTEGER O SEU PATRIMÔNIO

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
G-20

Macron ‘alfineta’ Brasil sobre acordo climático e Bolsonaro responde

Presidente francês se disse contrário à assinatura de acordo comercial com “potências que não respeitam Acordo de Paris”

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
30 de novembro de 2018
6:58 - atualizado às 15:56
O presidente francês, Emmanuel Macron, e o presidente eleito no Brasil, Jair Bolsonaro
O presidente francês, Emmanuel Macron, e o presidente eleito no Brasil, Jair Bolsonaro - Imagem: Fotos: Shutterstock

O presidente da França, Emmanuel Macron, disse nessa quinta-feira, 29, em Buenos Aires, que a assinatura de um acordo comercial da União Europeia com o Mercosul depende do apoio do governo brasileiro ao Acordo de Paris, um compromisso internacional que tem o objetivo de minimizar os impactos do aquecimento global.

As declarações foram feitas durante uma entrevista coletiva na capital argentina, onde começa nesta sexta-feira, 30, o encontro dos líderes do G-20, grupo que reúne as maiores economias do mundo.

“Do lado francês, eu digo claramente que não sou favorável à assinatura de um acordo comercial amplo com potências que não respeitam o Acordo de Paris e que anunciam que não vão respeitar o Acordo de Paris”, disse Macron.

“Esses acordos comerciais contemporâneos precisam responder aos desafios contemporâneos. Ocorre que há uma mudança política maior no Mercosul que acaba de ocorrer no Brasil. Portanto, é do lado do Mercosul que a questão está colocada para saber qual é a natureza do impacto que essa mudança vai ter”, completou o líder francês.

Nesta semana, o Brasil decidiu retirar sua candidatura para sediar a reunião sobre mudanças climáticas da ONU, em 2019. Jair Bolsonaro admitiu ter participado dessa decisão e explicou que não faria sentido sediar o evento, uma vez que o País pode deixar o acordo do clima.

Ontem à noite, no Twitter, o presidente eleito, Bolsonaro disse que continuará defendendo "os interesses do Brasil e dos brasileiros". "Sujeitar automaticamente nosso território, leis e soberania a colocações de outras nações está fora de cogitação". Confira a publicação na rede:

*Com Estadão Conteúdo 

Compartilhe

Sem acordo...

Bolsonaro diz que pode voltar atrás e aceitar ajuda de R$ 83 milhões do G-7

27 de agosto de 2019 - 9:00

A ajuda foi prometida pelos integrantes que participaram da reunião do G-7, o grupo de países mais ricos do mundo, com o objetivo de auxiliar no combate a incêndios na Amazônia

Na defesa do capitão

Ministra da Agricultura diz que declarações de Macron sobre Amazônia foram ‘oportunistas’

26 de agosto de 2019 - 14:18

Tereza Cristina se disse satisfeita, no entanto, com a oferta do G-7 para ajudar o Brasil a combater os incêndios florestais

subiu o tom

Espero que os brasileiros tenham um presidente à altura do cargo, diz Macron

26 de agosto de 2019 - 10:12

Presidente da França também anunciou que os países do G-7 concordaram em liberar 20 milhões de euros para a Amazônia

crise do clima

G7 quer ajudar o mais rápido possível nos incêndios da Amazônia, diz Macron

25 de agosto de 2019 - 14:04

Segundo o presidente da França, “tudo depende dos países da Amazônia”, que compreensivelmente defendem sua soberania

questões de diplomacia

França diz que Bolsonaro mentiu sobre Amazônia e ameaça deixar acordo Mercosul-UE

23 de agosto de 2019 - 15:03

Sede do governo francês divulgou nota afirmando que, nas condições atuais, a França se opõe ao acordo; Finlândia pede avaliação de veto a compra carne bovina brasileira

crise na amazônia

Amazônia ganha destaque global e Macron fala em discutir assunto no G-7

23 de agosto de 2019 - 8:07

Repercussão das queimadas têm escalada após mensagem do presidente da França; governo e parlamento anunciam medidas

REUNIÃO DO G20

Macron sobre acordo de Paris: ‘compete a Bolsonaro esclarecer as coisas’

2 de dezembro de 2018 - 8:38

Ele disse que futuro das negociações de Mercosul e UE dependem se o Brasil vai aceitar o acordo de Paris

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar