Menu
2019-04-04T14:08:34-03:00
Luis Ottoni
Luis Ottoni
Jornalista formado pela Universidade Mackenzie e pós-graduando em negócios pela Fundação Getúlio Vargas. Atuou nas editorias de economia nos portais G1, da Rede Globo, e iG.
Mercados

Bradesco lançará plataforma de registro de títulos em parceria com a B3

Plataforma terá como foco inicial o registro de CDBs com valor acima de R$ 5 mil

2 de outubro de 2018
7:05 - atualizado às 14:08
Ações negociadas na bolsa de valores
foco inicial da plataforma, que terá parceria da B3, serão os registros de Certificados de Depósitos Bancários (CDBs)Imagem: Shutterstock

O Bradesco vai lançar em 2019 a sua própria plataforma de registro de títulos e valores mobiliários. A informação é da coluna "Broadcast", do "Estadão", desta terça-feira, 2.

O foco inicial da plataforma, que terá parceria da B3, serão os registros de Certificados de Depósitos Bancários (CDBs). O projeto já foi desenvolvido pelo braço de inovação do banco, o InovaBra, ainda segundo o jornal.

Nos bastidores, o Bradesco já vem registrando de forma paralela, na B3 e na futura plataforma, todos os CDBs oferecidos pela instituição maiores que R$ 5 mil desde janeiro deste ano. Mas a ideia é que, no futuro, todos os CDBs do banco, independente de valores, também sejam registados.

Em comunicado ao mercado, a B3 confirmou a informação, destacando que a iniciativa "será aberta para a participação de outras instituições financeiras e fintechs".

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Fechamento

Mercado modera reação à inflação americana e bolsa consegue recuperação parcial; dólar sobe a R$ 5,31

Os investidores respiraram fundo, pegaram um copo d’água e digeriram melhor o choque da pressão inflacionária nos Estados Unidos

Caça às pendências

BNDES quer viabilizar privatização da Eletrobras e refazer leilão de bloco da CEDAE ainda este ano

Além disso, o banco de fomento trabalha em outros 120 projetos de desestatização que podem chegar a um investimento total de R$ 243 bilhões em obras

Oferta secundária à vista?

BNDES vai esperar o ‘melhor momento’ para vender ações da Copel

A BNDESPar, empresa de participações do banco, pretende se desfazer da fatia de 24% que possui das ações Copel

Mais uma para a lista

Mesmo com apoio de grandes investidores, Dotz interrompe processo de IPO

A empresa, que pretendia movimentar R$ 1,1 bilhão com a oferta, citou a atual condição do mercado de capitais brasileiro como o motivo por trás da desistência

Assunto do momento

5 pontos para entender a inflação americana – e o que isso tem a ver com o seu bolso

Só se fala em inflação em disparada nos Estados Unidos. Mas você sabe o que isso realmente significa?

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies