Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2018-10-04T14:08:51-03:00
Luis Ottoni
Luis Ottoni
Jornalista formado pela Universidade Mackenzie e pós-graduando em negócios pela Fundação Getúlio Vargas. Atuou nas editorias de economia nos portais G1, da Rede Globo, e iG.
Sob incertezas políticas

Venda de veículos cai em setembro mas sobe no ano

Segundo Anfavea, venda de veículos caiu 14,3% em setembro mas subiu 4,3% na comparação com o mesmo período do ano passado

4 de outubro de 2018
13:55 - atualizado às 14:08
Carros empilhados
Venda de veículos automotores cresceu 4,5% em setembro comparado ao mesmo mês do ano passado - Imagem: shutterstock

A venda total de veículos automotores caiu 14,3% em setembro mas subiu 4,3% na comparação com o mesmo período do ano passado, divulgou a Associação Nacional de Veículos Automotores (Anfavea) nesta quinta-feira, 4.

Ao todo, foram vendidos 213.339 veículos.

Para chegar aos resultados, a associação reuniu o número de emplacamentos dos veículos de todo o país.

'Efeito calendário'

A proximidade com as eleições e a incerteza política do país, consideradas efeito-calendário', afetaram nas vendas. No acumulado ano, de janeiro a setembro, a produção das montadoras cresceu 10,5% ante ao mesmo período de 2017.

As exportações de veículos brasileiros recuou 23,6% em setembro na comparação com agosto. Nesse caso, os mesmos efeitos que afetam a política doméstica tiveram impacto nos números, mas, de acordo com o presidente da Anfavea, Antônio Megale, a crise da argentina foi o que mais afetou.

Atualmente, a Argentina é o destino de até 80% das exportações de veículos brasileiros.  No mês passado, o país vizinho respondeu por apenas 50% desses números.

Tendências

A Anfavea também elevou a projeção de veículos em 13,7% comparado com 2017, para 2,546 milhões de unidades. Anteriormente, a associação previa expansão de 11,7%.

Na terça-feira, 2, a  Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) também divulgou uma queda de 15% no número de veículos em setembro.

 

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Ajuste seu relógio

Pregão terá uma hora a mais a partir de novembro; entenda a mudança e veja a nova agenda da bolsa

As alterações começam a valer a partir do dia 8 de novembro; a B3 vai ajustar a bolsa para refletir o fim do horário de verão nos EUA

Nada de penny stock

Na Saraiva (SLED3 e SLED4), uma medida para aliviar a pressão da CVM — mas que não tira a corda do pescoço

A Saraiva (SLED3 e SLED4) quer fazer um grupamento de ações na proporção de 35 para 1, saindo da casa dos centavos — mas perdendo liquidez

Seu Dinheiro no sábado

O que esperar para os seus investimentos até 2024?

Como parte das comemorações de três anos do Seu Dinheiro, montamos um conteúdo especial para discutir o cenário de investimentos até 2024

PAPO CRIPTO #004

Bitcoin (BTC) pode chegar aos US$ 100 mil ainda este ano, tudo depende dos EUA, afirma André Franco ao Papo Cripto

As gamecoins como o Axie Infinity devem movimentar ainda mais o mercado até o final do ano

ATENÇÃO, ACIONISTA

Hapvida (HAPV3) vai recomprar até 100 milhões de ações; papéis acumulam queda de 17% no ano

A operadora de saúde anunciou hoje que dará início a um programa de recompra de papéis com duração de até 18 meses

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies