Menu
Marina Gazzoni
O melhor do Seu Dinheiro
Marina Gazzoni
2019-06-07T09:31:10+00:00
Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

Os bancos e fundos têm R$ 1,4 trilhão nesta aplicação

Veja os destaques do Seu Dinheiro nesta manhã

7 de junho de 2019
10:01 - atualizado às 9:31
O Melhor do Seu Dinheiro
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

Imprevistos acontecem. É o carro quebrado que precisa ir para a oficina. O gato que ficou doente e foi parar no veterinário. Uma demissão inesperada. Se desse para prever, não seriam imprevistos. O fato é que todo mundo precisa ter um dinheiro meio na mão para emergências.

As grandes empresas e até os bancos também mantêm suas próprias reservas financeiras. E onde eles investem esse dinheiro?

No caso dos bancos brasileiros, eles costumam recorrer a aplicações de altíssima liquidez feitas diretamente com o Banco Central. São as tais das operações compromissadas. Basicamente o banco compra um título do BC, que assume o compromisso (daí o nome!) de recomprá-los no futuro.

A colunista do Seu Dinheiro, Angela Bittencourt, conta que o volume das operações compromissadas nunca foi tão alto. Hoje o mercado tem R$ 1,4 trilhão aplicado nesse tipo de investimento. Só bancos, empresas e fundos conseguem comprar esses títulos. A pessoa física pode investir neles indiretamente, por meio de fundos. Quer entender melhor como funciona essa aplicação e por que os bancos investiram pesado nelas? Leia no Blog da Angela.

Liberou mais ou menos

Demorou, mas os ministros do STF enfim tomaram uma decisão sobre os procedimentos para a venda de estatais. O veredicto da Corte, que saiu ontem à noite, foi uma espécie de meio-termo. Ele determina que a venda de uma estatal precisa de autorização do Legislativo e de licitação. Por outro lado, libera as empresas públicas a vender seus ativos e subsidiárias sem ter que passar pelo Congresso. Ficou confuso?

Veja um exemplo: se o governo quiser vender a Petrobras, precisará do Congresso. Mas a decisão dá autonomia para a petroleira vender suas subsidiárias.

Os efeitos práticos já começaram. O próprio ministro Edson Fachin revogou a decisão que ele mesmo havia proferido e que proibia a venda da TAG pela Petrobras. Ou seja, essa visão do STF pode destravar o plano de desinvestimento da estatal. Olho nos papéis da Petrobras hoje!

Uma lenda de volta ao jogo

20 anos atrás, um ícone na história do varejo brasileiro fechava suas portas, o Mappin. A empresa nasceu para atender a elite paulistana e se popularizou com o passar do tempo — foi uma das primeiras companhias a oferecer crediário no país. Mas já nos anos 1990, a companhia estava mal das pernas e dava prejuízos. Em 1999, foi à falência. A marca Mappin foi vendida em leilão e os novos donos vão lançar uma operação de e-commerce. Confira os detalhes 

O PIBinho e seus investimentos

Capa da série E Eu Com Isso com a Julia Wiltgen escrito "Pibinho, da pra ganhar dinheiro?"

Toda segunda-feira, destaco por aqui as projeções do mercado financeiro para o crescimento do PIB brasileiro. Já faz 14 semanas que os economistas reduzem suas expectativas para o PIB. E como ficam seus investimentos se a economia brasileira empacar? A Julia Wiltgen explica neste vídeo.

A Bula do Mercado: agenda cheia

Finalmente chegou a sexta-feira, mas antes do tão desejado happy hour, o mercado financeiro ainda terá um dia de agenda cheia pela frente. Se ontem o mercado estava de olho na decisão do STF, hoje a atenção deve se voltar para o índice oficial da inflação (IPCA) e dados do payroll, o relatório oficial de emprego dos Estados Unidos. Os números devem dar pistas de qual deverá ser o tom adotado pelos bancos centrais nas próximas decisões sobre as taxa de juros.

Lá fora, os investidores também estão na expectativa de um acordo entre EUA e México sobre a questão da imigração ilegal. A possibilidade de adiar o aumento das tarifas sobre os produtos mexicanos sustentou a sessão na Ásia. Nos Estados Unidos, os índices futuros seguem no campo positivo, embalando a abertura do pregão na Europa.

Ontem, o Ibovespa fechou o dia com alta de 1,26%, aos 97.204,85 pontos. O dólar encerrou a sessão em queda de 0,30%, a R$ 3,8831. Consulte a Bula do Mercado para saber o que esperar de bolsa e dólar hoje.

Um grande abraço e ótima sexta-feira!

Agenda

Índices
- IBGE divulga IPCA de maio
- Estados Unidos divulgam taxa de desemprego em maio
- Alemanha publica resultados da produção industrial e da balança comercial em abril

Mercados
- Bolsas chinesas fechadas por feriado local

Política
- Autoridades dos Estados Unidos e do México continuam conversas sobre fronteira em Washington

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

avanços no diálogo

G-7: EUA e Japão fecham acordo; Japão vai comprar excedente de milho americano

No entanto, segundo Trump, tarifas de automóveis dos EUA, que as autoridades japonesas queriam ver reduzidas, permanecerão onde estão

libra

Projeto de criptomoeda do Facebook pode sofrer baixa com parceiros

Segundo o Financial Times, são dois os parceiros da empreitada de criptomoeda que disseram ao jornal estar considerando abandonar a moeda digital

crise do clima

G7 quer ajudar o mais rápido possível nos incêndios da Amazônia, diz Macron

Segundo o presidente da França, “tudo depende dos países da Amazônia”, que compreensivelmente defendem sua soberania

roupa remendada

Tasso terá de dar parecer para 130 emendas à reforma

Cabe ao senador, que deve entregar seu relatório na semana que vem, decidir se acata ou não as sugestões de alterações

economia que patina

País deve andar em passo lento, mesmo com reformas

Destruição provocada pela recessão, com empresas indo à falência e milhões de trabalhadores saindo do mercado, forma cenário adverso para o Brasil

seu dinheiro no domingo

Rota do Bilhão: 9 semelhanças dos 10 mais ricos do mundo

Apesar de histórias de vida e negócios diferentes, há pontos em comum entre os maiores bilionários do mundo – são pistas do que pode ter feito a diferença

clima tenso

Europeus se dividem sobre risco ao Mercosul

Decisão do presidente francês, Emmanuel Macron, de obstruir um acordo comercial entre a União Europeia e o grupo Mercosul divide opiniões entre líderes mundiais

no g7

Acordo comercial com os EUA não será fácil, diz primeiro-ministro britânico

Boris Johnson citou carnes bovina e de cordeiro, travesseiros e fitas métricas como alguns dos produtos britânicos que têm entrada dificultada nos mercados dos EUA

um unicórnio entre os jovens

Tiktok: o app que faz sucesso entre a geração Z e fez da sua dona a startup mais valiosa do mundo

ByteDance é considerada a startup com o maior valor de mercado do mundo – são US$ 75 bilhões; estratégia se divide em diversas frentes, incluindo um app que ganha cada vez mais força entre jovens nascidos em meados dos anos 90 para cá

guerra comercial não para

Trump ameaça usar autoridade de emergência contra a China

Anúncio chinês de elevar as tarifas sobre US$ 75 bilhões em importações norte-americanas deixou o presidente dos EUA enfurecido

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements