Menu
2019-05-25T10:54:40+00:00
Aérea em crise

Dono da Avianca é tirado do comando da empresa pela United

A decisão da companhia americana ocorreu após a Avianca divulgar, na quinta-feira, prejuízo de US$ 67,9 milhões no primeiro trimestre de 2019

25 de maio de 2019
10:54
Aeronave da Avianca
Aeronave da Avianca - Imagem: Shutterstock

Um dos donos da Avianca Brasil, Germán Efromovich sofreu um revés também na Colômbia ontem. Controlador da Avianca Holdings (segunda maior aérea da América Latina), ele perdeu todas suas cadeiras no conselho da companhia, após a United Airlines indicar um dos desafetos do empresário para tomar decisões em seu nome.

A decisão da companhia americana ocorreu após a Avianca divulgar, na quinta-feira, prejuízo de US$ 67,9 milhões no primeiro trimestre de 2019. A United havia feito, no ano passado, empréstimo de US$ 450 milhões para Efromovich que tinha como garantia as ações dele na Avianca. O contrato previa que, caso as ações se desvalorizassem, a United teria o direito de voto dos papéis de Efromovich - o que ocorreu ontem.

Assim, o empresário, que nasceu na Bolívia, mas fez carreira na Colômbia e no Brasil, continua como controlador, mas sem poder para decidir na companhia. Com o anúncio da mudança, as ações da Avianca em Nova York dispararam 28,57% e fecharam cotadas a US$ 3,96.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

A United nomeou a empresa Kingsland (dona de 14,46% da Avianca) para exercer o direito de voto de Efromovich. Kingsland é controlada por Roberto Kriete, que também já foi dono da Taca, aérea vendida à Avianca em 2010.

Kriete, um milionário de El Salvador, trava na Justiça uma disputa contra Efromovich. Segundo a revista The Economist, a briga ocorre porque Kriete afirma que o empréstimo feito pela United tinha o objetivo auxiliar a operação da Avianca Brasil. Esse empréstimo, de acordo com Kriete, haveria permitido uma série de excessos na Avianca Holdings, como a encomenda de 50 aviões que não seriam necessários.

No Brasil, Efromovich é conhecido justamente por tomar decisões impetuosas e voltar de feiras do setor aéreo com encomendas que não condiziam com a realidade econômica do País.

Na quinta-feira, na divulgação dos resultados, a empresa anunciou uma reestruturação que inclui a revisão da compra de 128 aeronaves para 111, o que representa uma economia de US$ 2,6 bilhões, e o corte de 16 rotas.

Ontem, a United divulgou que, com Kriete no comando, está disposta a investir mais US$ 250 milhões na empresa para que ela se reestruture.

E a Avianca Brasil?

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) emitiu um comunicado ontem recomendando aos passageiros com voos da Avianca marcados para os próximos dias que entrem em contato com a empresa e não se desloquem para o aeroporto até que novas informações sejam divulgadas.

A empresa, por sua vez, informou em comunicado que está cumprindo a resolução da Anac que a obriga a oferecer reembolso ou reacomodação do passageiro em voo de outra empresa, em caso de cancelamento. Nessa situação, o cliente tem direito a escolher a opção que preferir.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

subiu o tom

Maior acionista da Oi pede troca de presidente

Gestora de investimentos GoldenTree Asset Management manifestou preocupação com as finanças da operadora e pediu saída de Eurico Teles

crise no posto ipiranga

Lava Jato ignorou repasse de Guedes em denúncia contra empresa de fachada, diz jornal

Segundo a Folha de S. Paulo, força-tarefa detectou pagamento de R$ 561 mil, mas só acusou outras firmas

sem dinheiro

Receita pode parar sistema de CPF e restituição

Arrecadação de tributos, emissões de certidões negativas, controle aduaneiro e operações de comércio exterior também serão afetados, assim como o envio de cartas de cobrança aos devedores do fisco

de mudança

Governo confirma que Coaf vai para o BC via Medida Provisória

Segundo porta-voz, Coaf será uma “unidade de inteligência financeira” que não perderá o caráter colaborativo com outros órgãos e manterá o perfil de combate à corrupção.

olho na vale

CVM abre inquérito contra executivos da Vale por tragédia de Brumadinho

Investigação é sobre deveres dos executivos em relação a acionistas e investidores; rompimento da barragem matou 248 pessoas

A Bula do Mercado

Mercados em compasso de espera

Expectativa por eventos envolvendo bancos centrais no Brasil e no exterior tende a redobrar postura defensiva dos investidores

Análise

Pode ir se acostumando com dólar mais caro

Fortalecimento do dólar é fenômeno global amplificado por questões locais e crise na Argentina. Disney vai demandar maior planejamento

Apoio declarado

Em podcast, Maia diz que decisão do governo de transferir Coaf para BC é boa

Presidente da Câmara afirmou também que a Casa irá discutir a proposta de autonomia do Banco Central

Seu Dinheiro na sua noite

Belo, recatado e dólar

Foi Edmar Bacha, um dos criadores do Plano Real, quem ensinou a jamais fazer previsões sobre o dólar. É dele a conhecida frase de que a taxa de câmbio foi criada por Deus apenas para humilhar os economistas. Hoje foi um típico dia de humilhação para quem acompanha o mercado financeiro. Mesmo com o noticiário […]

Google e Facebook na mira

Procuradores dos EUA preparam investigação antitruste de gigantes de tecnologia

Investigações devem se concentrar no uso de algumas plataformas de tecnologia dominantes para ofuscar a concorrência

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements