Menu
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco) e “Abandonado” (Geração).
Plataformas de investimento

BTG recorre ao Tribunal de Justiça para derrubar liminar que impede abordagem a agente autônomo da XP

Para o banco, que abriu pela primeira vez os números de sua plataforma BTG Pactual Digital, decisão da Justiça de primeira instância que proíbe a abordagem de agentes autônomos ligados à XP limita sua capacidade de competir no mercado

23 de janeiro de 2019
18:00 - atualizado às 20:01
Imagem: Shutterstock

Em mais um lance da batalha pelo mercado de plataformas de investimento, o BTG Pactual entrou com um agravo no Tribunal de Justiça para tentar derrubar a liminar que proíbe o banco de abordar os agentes autônomos ligados à XP Investimentos.

A decisão sobre o recurso será tomada pelo colegiado do Tribunal, depois de o desembargador Grava Brazil avaliar que não há um risco iminente de dano grave que justifique a pronta suspensão da liminar.

A XP obteve a decisão contra o banco no mês passado, sob a alegação de que a estratégia do BTG para atrair os agentes autônomos vinculados a ela inclui a troca de informações confidenciais dos clientes. Além do banco, a empresa processou dois escritórios de agentes autônomos que migraram para o rival.

A XP também argumentou que o BTG usou dados confidenciais da corretora no desenvolvimento de sua plataforma de investimentos. O acesso a essas informações teria ocorrido na época em que a corretora preparava a abertura de capital. O BTG foi contratado como um dos coordenadores da oferta de ações, que acabou cancelada depois da venda de 49,9% do capital para o Itaú Unibanco.

O BTG contestou a decisão do juiz Luis Felipe Ferrari Benendi e conseguiu reverter parcialmente a visão inicial do juiz. Ele reconheceu que não há elementos para comprovar que o banco tenha usado dados confidenciais para criar sua plataforma. Mas manteve a restrição da abordagem aos agentes autônomos da XP, ainda que eles possam negociar com o BTG, desde que seja por iniciativa própria.

'Aprisionados'

No agravo ao Tribunal de Justiça, o BTG argumenta que a decisão limita "de forma injusta e assimétrica" sua capacidade de competir no mercado contra concorrentes que não têm restrições, incluindo a própria XP.

O banco também defende que a liminar "aprisiona" os agentes autônomos à XP e prejudica o poder de escolha dos clientes entre diferentes plataformas de investimento.

A expectativa é que o agravo de instrumento com pedido de efeito suspensivo feito pelo BTG seja analisado em até 45 dias. A XP já teria apresentado uma resposta preliminar à corte. Eu procurei o banco e a corretora, mas eles preferiram não comentar o assunto.

Números do BTG

No recurso encaminhado ao Tribunal de Justiça, ao qual eu tive acesso, o banco abriu pela primeira vez os números de sua plataforma BTG Pactual Digital.

O banco informa que possui aproximadamente 50 mil clientes e R$ 3,25 bilhões sob custódia, além de contar com sete agentes autônomos exclusivos.

Para efeito de comparação, o banco apresenta os números da XP, que possui mais de 500 mil clientes e R$ 120 bilhões em custódia, com uma rede de 3,8 mil agentes autônomos.

Arena do Cade

O avanço no Judiciário acontece em paralelo à decisão do BTG de entrar com uma denúncia contra a XP no Cade, órgão de defesa da concorrência.

O banco acusa a XP de descumprir o acordo firmado com o Cade para aprovar a venda de 49,9% do capital para o Itaú Unibanco, em um negócio de R$ 6,3 bilhões. Mais especificamente, o compromisso da corretora de não firmar contratos de exclusividade com escritórios de agentes autônomos.

A XP diz que a denuncia é infundada e que se trata apenas de uma medida para ser usada na ação judicial depois que o banco não teve sucesso em derrubar a liminar na primeira instância.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
Com governo em crise

“Estamos determinados a mudar o rumo do país”, diz Bolsonaro no Twitter

Segundo presidente, o governo está fiscalizando recursos, diminuindo gastos, propondo endurecimento penal e a reforma da Previdência

Crise no governo

Magoado, Bebianno não vai poupar filho de Bolsonaro

A interlocutores, Bebianno tem deixado clara sua mágoa com a atitude do vereador do Rio de Janeiro que tentou lhe cunhar a pecha de mentiroso

No Twitter

Trump diz que fará reuniões e ligações importantes sobre acordo comercial com a China

Na última sexta-feira, Trump comunicou que americanos e chineses estariam “muito próximos” de um “acordo muito bom”

Entrevista

“Sem investimentos será difícil continuar”, diz presidente da GM no Brasil

Segundo Carlos Zarlenga, negociações com funcionários, fornecedores, concessionários e governos para atrair novos projetos estão dando certo

Reformar é preciso

Guedes vence primeira batalha da Previdência, mas guerra será longa

Força da reforma parcialmente apresentada está no tempo de transição de 12 anos, mais curto que o previsto no texto enviado por Michel Temer

Bon Vivant

Hospedagem com tons de realeza: conheça os mimos dos hotéis ‘6 estrelas’ do Brasil

Hotéis mais luxuosos do país apostam em experiências exclusivas, vinhos e charutos raros, além de uma boa dose de romantismo

Caso Coaf

MP teria informação de que advogado de Flávio Bolsonaro atuou no caso Queiroz, diz jornal

Motorista de senador, Victor Alves teria mantido contato direto com o ex-motorista em nome de Flávio nos primeiros dias, quando o caso veio à tona

Small cap

A prova de fogo da Linx para emplacar seu sistema de pagamentos, o Linx Pay

Para esclarecer como será feita a distribuição da nova solução e quais são as perspectivas para o futuro da empresa, conversei com o presidente da companhia, Alberto Menache

Após 'briga' com setor agropecuário

Equipe econômica vai revisar 37 medidas antidumping

De acordo com dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), estão em revisão 37 medidas antidumping e outras 39 vencem ao longo de 2019

Suspeita de lavagem de dinheiro

Raquel Dodge pede ao STF que mande para o TRE inquérito que envolve Kassab e JBS

No inquérito, a PF identificou pagamentos de R$ 23,1 milhões da JBS a Kassab e disse ver indícios de lavagem de dinheiro

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu