🔴 SAVE THE DATE: 22/07 – FERRAMENTA PARA GERAR RENDA COM 1 CLIQUE SERÁ LIBERADA – CONHEÇA

Carolina Gama
Formada em jornalismo pela Cásper Líbero, já trabalhou em redações de economia de jornais como DCI e em agências de tempo real como a CMA. Já passou por rádios populares e ganhou prêmio em Portugal.
MEXEU COM UM…

A Ucrânia vai finalmente entrar para a Otan? O que esperar da cúpula que pode virar o pesadelo da Rússia

Os líderes dos 32 países-membros da Otan se reúnem a partir de terça-feira (9) em Washington para uma cúpula e a adesão da Ucrânia à aliança volta a bater na porta de Moscou

Carolina Gama
8 de julho de 2024
19:55 - atualizado às 16:21
Presidente russo, Vladimir Putin, sentado em uma mesa com fone ouvido
O presidente da Rússia, Vladimir Putin. Ao fundo, o ministro Sergei Lavrov. - Imagem: Departamento de Estado norte-americano

A invasão da Ucrânia pela Rússia teve como o principal motivo o desejo de Kiev de fazer parte da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) — que deixaria Moscou cercada por países cujo lema é “mexeu com um, mexeu com todos”. A guerra estourou e os ucranianos ficaram de fora da aliança, mas um dos maiores pesadelos de Vladimir Putin pode bater à porta de novo. 

Os líderes dos 32 países-membros da Otan se reúnem a partir de terça-feira (9) em Washington para uma cúpula da aliança, com o apoio à Ucrânia no topo da agenda.

As autoridades dizem que a Otan irá revelar um pacote de medidas para ajudar a Ucrânia, que será apresentado como uma “ponte para a adesão”.

O pacote deve incluir uma promessa de apoio financeiro contínuo e uma iniciativa da Otan para assumir a coordenação do fornecimento de armas e do treino das forças da Ucrânia.

A aliança, como organização, não fornece armas diretamente à Ucrânia, mas muitos dos membros estão entre os maiores fornecedores de armas de Kiev.

A expectativa é de que os EUA, possivelmente acompanhados por outros aliados, anunciem mais armas para a Ucrânia na cúpula, incluindo sistemas de defesa aérea Patriot.

A Ucrânia vai finalmente entrar para a Otan?

Na cúpula da Lituânia, no ano passado, os líderes da aliança declararam que "o futuro da Ucrânia está na Otan" e reafirmaram o compromisso com uma declaração em Bucareste, de 2008, de que Kiev iria aderir à organização. 

Este ano, muitos países da Otan querem afirmar que o caminho da Ucrânia para a adesão é “irreversível”. 

No entanto, os membros da aliança ainda estão em desacordo sobre a declaração da cúpula que começa amanhã — incluindo sobre até que ponto enfatizar que a Ucrânia tem de concluir reformas, como a repressão à corrupção, antes da adesão. 

Vale lembrar também que a Otan toma decisões por consenso e, até agora, não há acordo entre os 32 membros para estender um convite enquanto a Ucrânia estiver em guerra contra a Rússia. 

Além disso, diplomatas dizem que os EUA e a Alemanha estão entre os países mais cautelosos em ir mais longe na adesão nesta fase.

Isso porque se a Ucrânia aderir à Otan, outros membros serão obrigados a ajudá-la se for atacada pela Rússia, ao abrigo da cláusula de defesa mútua do Artigo 5 da aliança.

  • Como proteger os seus investimentos: dólar e ouro são ativos “clássicos” para quem quer blindar o patrimônio da volatilidade do mercado. Mas, afinal, qual é a melhor forma de investir em cada um deles? Descubra aqui.

Vai ter mais dinheiro para a guerra contra a Rússia

Se a adesão da Ucrânia à Otan não está prevista para acontecer agora, Kiev deve garantir apoio financeiro significativo para se manter no front da guerra. 

Os líderes presentes devem endossar um acordo firmado entre os aliados da Otan na semana passada para fornecer 40 bilhões de euros (R$ 237 bilhões) em ajuda militar à Ucrânia no próximo ano.

A aliança afirma que este valor corresponde ao montante concedido anualmente desde a invasão da Rússia em 2022.

O secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, sugeriu um compromisso de cinco anos de 100 bilhões de euros (R$ 592,7 bilhões), mas vários aliados se opuseram, dizendo que as regras orçamentárias não permitiam um compromisso tão a longo prazo ou que envolvam governos futuros.

*Com informações da Reuters

Compartilhe

ELEIÇÕES NOS EUA

Não deu para Biden: presidente dos EUA cede à pressão e desiste da reeleição — saiba o que acontece daqui para frente 

21 de julho de 2024 - 15:44

No que depender de Biden, sua vice Kamala Harris deve ser o nome do partido para enfrentar Donald Trump nas urnas em 5 de novembro; Trump se manifesta sobre a desistência

ATUALIZANDO O PORTFÓLIO

Por que Warren Buffett decidiu vender US$ 1,48 bilhão em ações de um bancão norte-americano

20 de julho de 2024 - 17:48

A Berkshire Hathaway vendeu cerca de 33,9 milhões de ações desta instituição financeira em diversas transações nesta semana

MELHORES MOMENTOS GIRO DO MERCADO

Trump mais vivo do que nunca: os impactos no dólar, cripto e juros — e os principais riscos da provável vitória do republicano 

19 de julho de 2024 - 18:14

Donald Trump saiu do atentado do último sábado mais vivo do que nunca. Agora, se já não era antes, o republicano é o nome mais forte na corrida e provavelmente voltará a ocupar a Casa Branca — e os mercados já estão tentando prever os impactos disso.  A percepção de que o ex-presidente saiu ganhando […]

ELEIÇÕES NOS EUA

Pseudoconciliação e promessa de deportação em massa: o que você precisa saber sobre o último discurso de Trump

19 de julho de 2024 - 11:10

Donald Trump discursou no fim da noite de quinta-feira ao aceitar a indicação do Partido Republicano para concorrer à presidência dos EUA em novembro

UNINDO FORÇAS

O “quarteto mortal”: os países que vão tirar o sono dos EUA e da Europa e podem levar a uma nova guerra global

18 de julho de 2024 - 19:58

Especialistas destacam o poder econômico do Ocidente, mas reconhecem que a missão de conter o avanço do grupo de quatro países não é fácil

MAIS POLÊMICA

CEO de empresa ligada à rede social de Trump é alvo de investigação por fraude nos Estados Unidos

18 de julho de 2024 - 14:00

Patrick Orlando é acusado pela SEC americana de mentir sobre os planos de sua “companhia do cheque em branco” de se fundir com a startup por trás da Truth Social

Restrição monetária

Lagarde mantém juros restritivos na Europa e diz o que é preciso para as taxas baixarem

18 de julho de 2024 - 13:07

Banco Central Europeu procura trazer a inflação da zona do euro para a meta de 2%

ELEIÇÕES NOS EUA

Biden revela o que o faria desistir de disputar presidência contra Trump em entrevista divulgada horas após diagnóstico de covid

18 de julho de 2024 - 10:59

Biden recebeu diagnóstico de infecção por covid-19 na quarta-feira e precisou interromper sua campanha à reeleição

MILES GUO

Ex-magnata chinês aliado de Steve Bannon é condenado por fraude bilionária nos EUA

17 de julho de 2024 - 15:00

Miles Guo vivia exilado nos Estados Unidos e é crítico do Partido Comunista chinês

CABO DE GUERRA

A disputa pelo fundo do mar: a próxima fronteira da briga tecnológica entre EUA e China

16 de julho de 2024 - 20:00

Projetados para transportar conexões de dados e telecomunicações entre continentes, os cabos submarinos se tornaram uma nova fonte para conflitos geopolíticos

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar