🔴 ALGORITMO MOSTRA COMO BUSCAR ATÉ R$ 3 MIL POR DIA – CONHEÇA

Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
IR 2024

Os 5 principais erros na declaração de imposto de renda que podem te levar à malha fina

Omissões de rendimentos e erros na declaração de despesas de saúde estão entre os principais erros que podem levar o contribuinte à malha fina. Veja como evitá-los

Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
20 de maio de 2024
8:04 - atualizado às 7:43
Leão do imposto de renda 2024
Imagem: Andrei Morais/Adobe Firefly

O prazo para a entrega da declaração de imposto de renda 2024 está chegando ao fim, e num momento como este, a pressa pode acabar levando o contribuinte a cometer erros no preenchimento da declaração e cair na malha fina.

Para evitar esse problema, procure não deixar a entrega da declaração para a última hora. O prazo termina às 23h59 de 31 de maio, então ainda dá tempo de ir preenchendo com calma.

Veja a seguir quais são os 5 principais tipos de erros e omissões que costumam levar o contribuinte à malha fina, segundo a Receita Federal:

  1. Omissão ou erro na declaração de rendimentos, em especial de fontes pagadoras secundárias, como honorários, aluguéis recebidos, rendimentos por palestras etc. É comum também que o contribuinte esqueça rendimentos pagos por uma empresa da qual tenha se desligado no decorrer do ano anterior.
  2. Omissão de rendimentos de dependentes, como bolsa de estágio ou pensão alimentícia de um filho, ou aluguéis e aposentadorias de um dos pais, por exemplo.
  3. Informar como dependentes contribuintes que não se enquadram nas condições de dependência, principalmente quando estes declaram em separado ou já constam como dependentes em outra declaração.
  4. Informar valor de imposto de renda retido na fonte maior do que aquele que consta na declaração entregue pelo empregador (e que, consequentemente, consta no informe de rendimentos).
  5. Informar despesas de saúde que não tenham sido realizadas ou com valores diferentes daqueles que constam nos recibos e notas fiscais. Outro erro comum, nesse ponto, é tentar deduzir despesas de saúde de pessoas que não constem como dependentes na declaração.

O diretor-executivo do escritório de contabilidade Confirp, Richard Domingos, lembra ainda que há situações em que as próprias fontes pagadoras, como a empresa na qual o contribuinte trabalha, podem cometer erros que o levem à malha fina, como:

  • Alterar o informe de rendimentos e não comunicar o colaborador;
  • Deixar de informar os rendimentos pagos ao colaborador na Declaração do Imposto sobre a Renda Retido na Fonte (DIRF) ou declarar com o CPF incorreto do colaborador;
  • Deixar de repassar à Receita o imposto de renda retido na fonte do colaborador durante o ano anterior.

Para essas eventualidades, é fundamental que o contribuinte tenha todos os comprovantes atualizados e que os guarde por pelo menos cinco anos após o processamento da declaração, caso venha a cair na malha fina e precise comprovar à Receita que o erro não foi dele. Saiba quais documentos você deve guardar após entregar a declaração e por quanto tempo.

Para evitar a malha fina utilize a declaração pré-preenchida

Outra orientação para minimizar ao máximo a possibilidade de erros e omissões é utilizar a declaração pré-preenchida, que neste ano vem com ainda mais informações do que no ano passado, adiantando muito a vida do contribuinte.

Para acessar a sua declaração pré-preenchida, que já vem com os dados informados à Receita pelas fontes pagadoras e profissionais que receberam seus pagamentos no ano passado, você deve ter uma conta gov.br nível prata ou ouro. Se ainda não tiver, nesta matéria eu explico como criar uma.

O seu login gov.br pode ser usado para acessar a pré-preenchida tanto no Programa Gerador da Declaração quanto no app Meu Imposto de Renda e na declaração online, disponível no serviço Meu Imposto de Renda, do e-CAC.

Após o acesso, basta verificar as informações já preenchidas e completar com o que falta, o que agiliza muito a entrega da declaração.

Porém, é possível que a declaração pré-preenchida venha com informações diferentes das que constam nos seus informes de rendimentos e comprovantes. Nestes casos, a orientação da Receita é corrigir os dados da pré-preenchida com base nos comprovantes.

Se possível, entre também em contato com as empresas e profissionais que possam ter prestado aquelas informações incorretas à Receita, para esclarecer os motivos da divergência ou pedir a retificação das declarações que enviaram ao Leão, a fim de evitar problemas no futuro.

Em caso de informações desconhecidas, a Receita aconselha o contribuinte a excluí-las, dizendo que somente devem ser apresentados dados que o contribuinte possa comprovar.

VEJA TAMBÉM: QUER SONEGAR IMPOSTO DE RENDA? VEJA OS RISCOS!

Compartilhe

última chance

Prazo extra: Inscrições para o Enem são adiadas e estudantes têm até hoje às 23h59 para participar; confira o calendário

14 de junho de 2024 - 15:13

Ministério da Educação prorrogou o prazo de inscrição para o Exame Nacional do Ensino Médio até hoje (14)

Combate aos criminosos

Pix: Febraban e BC preparam mecanismo para apertar o cerco contra golpistas e fraudadores

13 de junho de 2024 - 13:33

Instituições trabalham no MED 2.0, mecanismo que irá rastrear a triangulação de recursos em contas

DIA DOS NAMORADOS NO CARTÓRIO

Amor, amor, negócios à parte: busca por proteção de bens faz contratos de namoro baterem recorde; saiba como funciona

12 de junho de 2024 - 6:28

O documento tem como objetivo de reconhecer e formalizar um relacionamento afetivo e também serve para esclarecer que não existe uma união estável entre o casal

Caiu na rede

Banco Central detecta vazamento de dados do Pix de clientes da Pagcerto e da iugu

11 de junho de 2024 - 10:07

Autoridade monetária afirma que dados vazados são de natureza cadastral e não de movimentação de recursos

Endividamento

Dívida das famílias sobe pelo 3º mês seguido, diz pesquisa da CNC; inadimplentes diminuem

10 de junho de 2024 - 19:11

Inadimplência entre as famílias brasileiras alcança 28,6%, um pouco abaixo do mesmo mês de 2023

A DINHEIRISTA

Ele teve o apartamento invadido por anos e agora pode perder a propriedade de vez para os invasores — tem como reverter usucapião? 

10 de junho de 2024 - 18:09

A Dinheirista, nossa especialista em perrengues financeiros, responde um caso cabeludo no novo episódio do quadro em nosso canal do YouTube. A situação envolve a usucapião. É o seguinte:  Sou proprietário de um imóvel no Centro de São Paulo, próximo à região da Cracolândia, que foi invadido há mais de dez anos. Queria retirar os […]

A DINHEIRSTA

O marido dela arrumou uma amante em outro país — e ainda sumiu com os bens do casal. O que dá para fazer?

10 de junho de 2024 - 17:24

“Se eu me separar, perco tudo?”. Veja em A Dinheirista

Aperta o play!

Bolsa nas mínimas e dólar perto dos R$ 5,30: é hora de recalcular a rota dos investimentos?

8 de junho de 2024 - 11:00

Especialista líder em investimentos do Itaú Unibanco, Martin Iglesias indica duas composições de carteira que consideram a mudança de cenário

IR 2024

Caiu na malha fina? Veja como regularizar a situação

3 de junho de 2024 - 7:45

Saiba como regularizar a sua situação junto a Receita Federal caso a sua declaração apresente informações inconsistentes e caia na malha fina do imposto de renda

IR 2024

Perdeu o prazo para entregar a declaração de imposto de renda 2024? Saiba o que fazer

1 de junho de 2024 - 0:00

Prazo oficial para o envio da sua declaração do imposto de renda 2024 terminou às 23h59 de 31 de maio. Saiba como acertar as contas com o Leão agora e pagar a multa por atraso

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar