🔴 AS BIG TECHS ESTÃO ‘SUGANDO’ DINHEIRO DA BOLSA BRASILEIRA? – VEJA COMO SE PROTEGER

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
IR 2024

Como declarar doações efetuadas e recebidas no imposto de renda

Embora sejam isentas de IR, doações são acompanhadas pelo Fisco, pois modificam o patrimônio dos contribuintes. Você precisa informar ao Leão sobre a origem e o destino dos seus recursos

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
9 de abril de 2024
6:50 - atualizado às 10:51
Leão do imposto de renda 2024
Doações são isentas de IR, mas podem estar sujeitas a um imposto estadual, o ITCMD. Imagem: Andrei Morais/Adobe Firefly

Aquela ajuda de um amigo ou parente na hora do aperto, o carro que você deu de presente para o seu filho e aquele apartamento da família que você recebeu como doação do seu pai não sofrem cobrança de imposto de renda, mas também precisam ser declarados. O Leão está de olho nas evoluções patrimoniais dos contribuintes, o que inclui as transferências de bens entre pessoas físicas. Vejamos como declarar doações no imposto de renda 2024, tanto do ponto de vista do doador quanto do donatário.

As doações precisam ser declaradas tanto pelo doador quanto por quem recebe a doação, o chamado donatário, e a Receita Federal cruza essas informações.

Caso você tenha recebido uma doação em dinheiro e o tenha utilizado para comprar um bem, por exemplo, a Receita Federal vai querer saber a origem destes recursos.

Se você não declarar que foi uma doação, corre o risco de cair na malha fina, pois a Receita pode suspeitar que você omitiu renda.

    Como declarar doações no imposto de renda 2024

    A doação recebida deve constar na ficha de Rendimentos Isentos e Não Tributáveis, no código 14, referente a Transferências Patrimoniais – doações e heranças.

    Lá você deve informar o valor da doação recebida (seja em bens ou dinheiro), o nome e o CPF ou CNPJ do doador, bem como em nome de quem ela foi feita: se titular ou dependente da declaração.

    Este valor também deve ser refletido na ficha de Bens e Direitos, conforme a destinação que você der para os recursos.

    Por exemplo, se você tiver recebido uma doação em dinheiro e feito uma nova aplicação financeira, comprado um imóvel ou um carro, será preciso abrir um novo item para este novo bem.

    Caso você tenha investido em uma aplicação que você já tinha – por exemplo, poupança ou fundo de investimento – o valor da doação se refletirá no aumento do saldo.

    Se você tiver gasto todo o dinheiro ao longo do ano, não haverá nenhum impacto na ficha de Bens e Direitos.

    Nem tão isenta assim…

    Embora seja isenta de imposto de renda, a doação está sujeita a um tributo estadual, o Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação de Quaisquer Bens ou Direitos (ITCMD). A alíquota varia de 2% a 8%, dependendo do estado.

    Mas há isenções para alguns valores. Vale a legislação do domicílio do doador, mas quem paga o ITCMD é quem recebe a doação.

    No caso do Estado de São Paulo, por exemplo, são isentas doações de até 2.500 UFESPs (Unidades Fiscais do Estado de São Paulo). Em 2023, 2.500 UFESPs correspondiam a R$ 85.650 (os valores da UFESP são atualizados anualmente). Caso as doações tenham superado esse valor no ano passado, o ITCMD sobre todo o montante é de 4%.

    Se a pessoa tiver recebido doações de dois doadores diferentes, o valor isento de ITCMD poderá ser o dobro (R$ 171.300 em 2023), e assim sucessivamente.

    Vale lembrar que pessoas que tenham recebido doação em valor superior a R$ 200 mil em 2023 já ficam obrigadas, só por este motivo, a entregar a declaração de imposto de renda 2024, mesmo que não se enquadrem em outras regras de obrigatoriedade. Veja quem precisa entregar a declaração de IR neste ano.

    Doação de carro ou imóvel

    Falamos até agora sobre doação de dinheiro, mas doação de bens também deve ser declarada. Duas das mais comuns são as doações de veículos e imóveis entre familiares.

    Neste caso, a pessoa que recebeu a doação deve tomar o cuidado de declarar o bem pelo mesmo valor que constava na declaração do doador. Caso o valor declarado seja mais alto, o doador terá que apurar ganho de capital e pagar imposto de renda, como se fosse uma operação de venda.

    Lembre-se de informar o valor do bem recebido na ficha de Rendimentos Isentos e Não Tributáveis e o bem em si na ficha de Bens e Direitos.

    E o doador?

    O doador deve informar a operação na ficha Doações Efetuadas. O código 81 é para doação em bens e direitos (caso de um carro ou imóvel) e o código 80 é para doações em dinheiro. Deve ser informado o nome e o CPF da pessoa que recebeu a doação.

    Quando a doação tiver sido de um bem, o doador também deve dar baixa na ficha de Bens e Direitos, zerando o campo “Situação em 31/12/2023” e informando que houve doação do bem no campo "Discriminação", juntamente com os dados (nome e CPF) do donatário.

    A DINHEIRISTA: ELE PAGA AS CONTAS DO FILHO FORA DO CASAMENTO: DÁ PARA ABATER NO IMPOSTO DE RENDA?

    Compartilhe

    DIA DOS NAMORADOS NO CARTÓRIO

    Amor, amor, negócios à parte: busca por proteção de bens faz contratos de namoro baterem recorde; saiba como funciona

    12 de junho de 2024 - 6:28

    O documento tem como objetivo de reconhecer e formalizar um relacionamento afetivo e também serve para esclarecer que não existe uma união estável entre o casal

    Caiu na rede

    Banco Central detecta vazamento de dados do Pix de clientes da Pagcerto e da iugu

    11 de junho de 2024 - 10:07

    Autoridade monetária afirma que dados vazados são de natureza cadastral e não de movimentação de recursos

    Endividamento

    Dívida das famílias sobe pelo 3º mês seguido, diz pesquisa da CNC; inadimplentes diminuem

    10 de junho de 2024 - 19:11

    Inadimplência entre as famílias brasileiras alcança 28,6%, um pouco abaixo do mesmo mês de 2023

    A DINHEIRISTA

    Ele teve o apartamento invadido por anos e agora pode perder a propriedade de vez para os invasores — tem como reverter usucapião? 

    10 de junho de 2024 - 18:09

    A Dinheirista, nossa especialista em perrengues financeiros, responde um caso cabeludo no novo episódio do quadro em nosso canal do YouTube. A situação envolve a usucapião. É o seguinte:  Sou proprietário de um imóvel no Centro de São Paulo, próximo à região da Cracolândia, que foi invadido há mais de dez anos. Queria retirar os […]

    A DINHEIRSTA

    O marido dela arrumou uma amante em outro país — e ainda sumiu com os bens do casal. O que dá para fazer?

    10 de junho de 2024 - 17:24

    “Se eu me separar, perco tudo?”. Veja em A Dinheirista

    Aperta o play!

    Bolsa nas mínimas e dólar perto dos R$ 5,30: é hora de recalcular a rota dos investimentos?

    8 de junho de 2024 - 11:00

    Especialista líder em investimentos do Itaú Unibanco, Martin Iglesias indica duas composições de carteira que consideram a mudança de cenário

    IR 2024

    Caiu na malha fina? Veja como regularizar a situação

    3 de junho de 2024 - 7:45

    Saiba como regularizar a sua situação junto a Receita Federal caso a sua declaração apresente informações inconsistentes e caia na malha fina do imposto de renda

    IR 2024

    Perdeu o prazo para entregar a declaração de imposto de renda 2024? Saiba o que fazer

    1 de junho de 2024 - 0:00

    Prazo oficial para o envio da sua declaração do imposto de renda 2024 terminou às 23h59 de 31 de maio. Saiba como acertar as contas com o Leão agora e pagar a multa por atraso

    Renda variável

    Itaú corta de R$ 20 mil para R$ 5 mil aplicação mínima da sua carteira automatizada de ações

    31 de maio de 2024 - 17:03

    Valor aplicado na Carteira Automatizada Top 5 de Ações é distribuído igualmente entre 5 papéis recomendados por analistas

    SÓ ATÉ HOJE

    Não é só o Imposto de Renda: restam poucas horas de prazo para MEI entregar a declaração anual

    31 de maio de 2024 - 13:29

    A DASN-MEI deve ser entregue mesmo por quem enviou a Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física, cujo prazo também acaba hoje

    Fechar
    Menu

    Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

    Continuar e fechar