🔴 NOVA META: ATÉ R$ 3.000 POR DIA COM DUAS OPERAÇÕES – CONHEÇA O INDICADOR X

Ricardo Gozzi
VAI MANTER?

5 notícias boas, uma mais ou menos e outra meio estranha sobre o PIB do 1T24

PIB do Brasil cresceu mais do que se esperava no primeiro trimestre de 2024; serviços, agro e consumo das famílias sustentaram expansão

Ricardo Gozzi
4 de junho de 2024
11:03 - atualizado às 14:28
Montagem com fundo verde e amarelo, notas de Real espalhadas e três blocos no primeiro plano, com as letras 'P', 'I' e 'B'; a imagem faz alusão ao PIB no segundo trimestre; itaú eleva projeção / agenda da semana
PIB do Brasil - Imagem: Shutterstock

Depois de um decepcionante zero a zero na reta final de 2023, o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro no primeiro trimestre de 2024 trouxe duas boas notícias logo em sua primeira linha.

A economia nacional cresceu 0,8% nos primeiros três meses do ano na comparação com o trimestre anterior, somando R$ 2,7 trilhões no período. Já na comparação com o primeiro trimestre de 2023, o PIB do Brasil apresentou expansão de 2,5%.

Em ambas as bases de comparação, o resultado superou as expectativas dos analistas. Eles esperavam altas de 0,7% na leitura trimestre e de 2,3% na comparação anual, segundo a mediana das expectativas do Broadcast.

Para além dessas duas ótimas notícias, a economia brasileira começou 2024 com mais três notícias boas, uma mais ou menos e outra que pode parecer estranha.

Terceira boa notícia sobre o PIB

O desempenho do setor de serviços é a primeira boa notícia sobre o PIB do primeiro trimestre.

O setor apresentou expansão de 1,4% na comparação trimestre e cresceu 3,0% em relação aos primeiros três meses de 2023.

O maior setor da economia brasileira pelo lado da oferta parece estar se beneficiando do aumento da renda das famílias e do bom momento do mercado de trabalho observado em levantamentos recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

  • 850 mil brasileiros já estão recebendo, todos os dias, as atualizações mais relevantes do mercado financeiro. Você é um deles? Se a resposta for não, ainda dá tempo de “correr atrás do prejuízo”. Clique aqui para começar a receber gratuitamente. 

Quarta boa notícia sobre o PIB

O aumento da renda familiar também teve impacto direto no maior setor da economia pelo lado da demanda: o consumo das famílias.

O indicador cresceu 1,5% no trimestre e de 4,4% na comparação anual.

Quinta notícia sobre o PIB

O PIB da agropecuária cresceu 11,3% na comparação trimestral.

Em relação ao mesmo período do ano anterior, porém, houve queda de 3,0%.

“Alguns produtos agrícolas cujas safras são significativas no primeiro trimestre apresentaram queda na estimativa de produção anual e perda de produtividade”, informa o IBGE.

Foram os casos da soja (-2,4%), do milho (-11,7%), do fumo (-9,6%), e da mandioca (-2,2%).

Uma notícia mais ou menos

Uma notícia mais ou menos veio da indústria. O setor apresentou discreto recuo na comparação trimestral (-0,1%)

Quando colocada frente a frente com o primeiro trimestre de 2023, a indústria brasileira expandiu-se 2,8%.

Uma notícia aparentemente estranha

Chamou a atenção dos analistas o zero a zero trimestral nos gastos do governo.

De acordo com o IBGE, o indicador permaneceu estável em relação ao quarto trimestre de 2023.

Já na comparação com o mesmo período do ano anterior, porém, houve crescimento de 2,6%.

  • Uma recomendação de investimento por dia é tudo que você precisa para começar a construir o seu patrimônio. E é justamente isso que o analista Matheus Spiess quer enviar no seu e-mail. Clique aqui para saber como receber.

O que esperar do PIB a partir de agora

Além da expansão trimestral, a economia brasileira acelerou na comparação anual, passando de +2,3% no quarto trimestre de 2023 para 2,5% no início de 2024.

A partir de agora, porém, analistas antecipam uma desaceleração do crescimento já a partir do segundo trimestre.

Na visão do banco Santander, os números devem refletir a dissipação dos efeitos do pagamento de precatórios pela União e os impactos da catástrofe climática no Rio Grande do Sul.

Ainda assim, uma parte do mercado já começa a revisar para a cima expectativa para o PIB no fim do ano.

O Goldman Sachs, por exemplo, ajustou sua projeção para +2,1%, de +1,9% antes.

Compartilhe

LOTERIAS

Quando a Mega-Sena falha, a Lotofácil não decepciona; veja os ganhadores

14 de junho de 2024 - 5:54

Enquanto o prêmio acumulado da Mega-Sena atingiu a marca de R$ 47 milhões, a Lotofácil teve dois ganhadores na noite de quinta-feira

Pressão do mercado

Haddad diz que “vai dar uma geral” no Orçamento 2025 e acelerar agenda de cortes de gastos

13 de junho de 2024 - 16:40

Segundo o ministro da Fazenda, será feita uma “revisão ampla, geral e irrestrita” das propostas para reduzir despesas

Questão fiscal brasileira

‘Modelo de arrecadação esgotou e governo tem que olhar para os custos’, afirma sócio da O2 capital

13 de junho de 2024 - 9:16

Oestes Costa comenta a necessidade de uma mudança na agenda econômica para “destravar o país” e recomenda investimentos para uma carteira diversificada; confira

LOTERIAS

Lotofácil sai para bolão em SP e Caixa recebe apostas exclusivas para a Quina de São João; Mega-Sena acumulada corre hoje

13 de junho de 2024 - 5:54

Enquanto a Lotofácil faz jus à fama de loteria “menos difícil” do Brasil, prêmio da Mega-Sena está acumulado em R$ 40 milhões

PRÊMIO BANCO CENTRAL DO ANO

Recado para Lula e Haddad? A declaração de Campos Neto sobre a autonomia do BC e as decisões de juros para conter inflação

12 de junho de 2024 - 19:54

Presidente da autoridade monetária recebeu o prêmio “Banco Central do Ano”, conferido pelo portal de notícias Central Banking, em Londres e aproveitou para falar sobre sua gestão

AJUDA AO GOVERNO

Dividendos pingando na conta do Tesouro: BNDES eleva pagamento de proventos para 50% — e cifra deve chegar a R$ 16 bilhões

12 de junho de 2024 - 19:30

Aumento do percentual de pagamento de dividendos de 25% para 50% não deve reduzir os desembolsos do banco, segundo Aloizio Mercadante

De olho nos petrodólares

Ministro da Agricultura elege sauditas como “parceiros preferenciais”

12 de junho de 2024 - 18:42

Fávaro disse que tem fechado acordos para infraestrutura e formação de fundos com a Arábia Saudita

PRESTAÇÃO DE CONTAS

O que o TCU viu de certo — e também de errado — nas contas do governo Lula em 2023?

12 de junho de 2024 - 18:21

A auditoria da prestação de contas de Lula no ano passado verificou cerca de R$ 109 bilhões em irregularidades e distorções de valor no balanço da União

MINISTROS DIVIDIDOS

A remuneração do FGTS vai mudar: confira a decisão do STF sobre o cálculo que pode afetar o setor imobiliário

12 de junho de 2024 - 16:15

Atualmente, os valores depositados no fundo remuneram a Taxa Referencial (TR) mais 3% ao ano, além do eventual lucro no período, mas o cálculo vai mudar.

MP da Compensação

Senado avalia usar Imposto de Renda, repatriação e dinheiro esquecido para compensar a desoneração da folha

12 de junho de 2024 - 12:03

Uma das fontes avaliadas pelo Senado para compensar desoneração é a taxação de compras internacionais

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar