🔴 QUER SAIR DO ALUGUEL? NÃO USE O FGTS PARA FINANCIAR O IMÓVEL – CONHEÇA ESTA ESTRATÉGIA

Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @Renan_SanSousa
BOLETIM FOCUS

Mercado vê piora na inflação e no dólar — e já não acredita mais que os juros voltarão em 2024, mesmo com críticas de Lula

Além dos principais indicadores, outros números do Focus chamam a atenção, como o déficit da conta corrente de 2024, que saiu de US$ 33,55 bilhões para US$ 36,20 bilhões

Renan Sousa
Renan Sousa
17 de junho de 2024
9:19 - atualizado às 9:14
dolar-corrente-inflacao
Imagem: Envato Elements

PIB menor, inflação mais alta, juros e câmbio elevados. Esse é o cenário desenhado pela mais recente edição do Boletim Focus, publicado pelo Banco Central nesta segunda-feira (17).

A compilação semanal de dados da autoridade monetária brasileira mostrou uma piora do na perspectiva para o IPCA pela sexta vez seguida, saindo de 3,80% ao ano há quatro semanas para 3,96% na mais recente leitura.

Veja outros indicadores da mais recente edição do Boletim Focus em relação à edição da semana passada:

  • PIB para 2024: de 2,09% para 2,08% (↓)
  • Dólar para 2024: de R$ 5,05 para R$ 5,13 (↑)
  • Selic em 2024:  de 10,25% para 10,50% (↑)

Já para 2025, a única das projeções que permanece estável por 27 semanas seguidas é o crescimento de 2% do PIB. Os demais indicadores pioraram em relação à semana passada, demonstrando uma deterioração das expectativas: 

  • Inflação 2025: de 3,78% para 3,80% (↑)
  • PIB para 2025: manteve em 2,00% (=)
  • Dólar para 2025: de R$ 5,09 para R$ 5,10 (↑)
  • Selic em 2025: de 9,25% para 9,50% (↑)

Além dos principais indicadores, outros números do Focus chamam a atenção. É o caso do déficit da conta corrente de 2024, que saiu de US$ 33,55 bilhões para US$ 36,20 bilhões. 

Ainda, a dívida líquida do setor público deve atingir os 63,68% do PIB em 2024, o que também representa um aumento em relação à leitura passada, de 63,65% do PIB. 

  • Como proteger os seus investimentos: dólar e ouro são ativos “clássicos” para quem quer blindar o patrimônio da volatilidade do mercado. Mas, afinal, qual é a melhor forma de investir em cada um deles? Descubra aqui. 

Boletim Focus: além dos juros e inflação, um raio-X nas contas públicas

Na semana passada, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a lançar dúvidas sobre a meta fiscal brasileira.

Em evento, Lula afirmou que sua gestão estaria “arrumando a casa e colocando as contas públicas em ordem para assegurar o equilíbrio fiscal”.

Para o presidente, o aumento da arrecadação e a queda da taxa de juros permitirão a redução do déficit sem comprometer a capacidade de investimento público.

Contudo, alguns dias antes, o Congresso devolveu uma medida provisória (MP) que limitava o uso de créditos de Pis/Cofins por parte de empresas e indústrias — a mais dura derrota de Fernando Haddad, ministro da Fazenda, até agora.

Por último, no fim de semana, Lula soltou farpas no último sábado (15) contra a taxa de juros e não poupou nem mesmo o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), que promoveu um jantar para o chefe do Banco Central, Roberto Campos Neto.

As críticas ocorreram em meio às reclamações do petista de que o foco da discussão da imprensa está centrada na revisão de gastos do governo e nos planos fiscais traçados pelo ministro da Fazenda.

Compartilhe

DINHEIRO NO BOLSO

Receita abre consulta ao terceiro lote de restituição do IR 2024; veja se o seu dinheiro já está disponível

24 de julho de 2024 - 10:01

Este é o primeiro lote de restituição do IR 2024 a incluir os contribuintes não-prioritários. O pagamento será feito até 31 de julho

LOTERIAS

Uma baba! Lotofácil tem 4 acertadores, mas ninguém fica milionário; Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 65 milhões

24 de julho de 2024 - 5:54

Enquanto a Mega-Sena e a Quina “se fazem” de difíceis, a Lotofácil continua justificando o nome e distribuindo prêmios nada desprezíveis na faixa principal

A LUTA PELO DÉFICIT ZERO

Corte de gastos: governo detalha na próxima semana áreas afetadas pela contenção bilionária, diz Tebet

23 de julho de 2024 - 19:05

Equipe econômica oficializou o corte de R$ 15 bilhões em 2024, em meio a despesas crescentes e dificuldades para compensar a desoneração da folha

COMPRINHAS ONLINE

Atenção cliente da Shein, AliExpress e Shopee: compras internacionais já podem ter nova taxação a partir de sábado

23 de julho de 2024 - 16:32

No final de maio, a Câmara dos Deputados determinou uma taxação de 20% de imposto de importação sobre as compras internacionais de até US$ 50 a partir do dia 1º de agosto

VOLTOU A RELUZIR

O que fez o ouro voltar a subir após sequência de quedas? Preço do metal fecha em alta pela primeira vez desde as máximas históricas

23 de julho de 2024 - 15:38

Os preços sobem de olho na política monetária dos EUA e na demanda global, que ainda parece contida na visão dos analistas

LOTERIAS

Aposta do interior de SP fatura mais de R$ 43 milhões na Quina e ofusca Lotofácil; hoje tem Mega-Sena acumulada

23 de julho de 2024 - 5:56

A Quina estava acumulada havia 20 sorteios e saiu para uma aposta efetuada em uma casa lotérica de uma cidade de pouco mais de 30 mil habitantes

LISTA DA FORBES

Quem é a pessoa mais rica da América? Confira o ranking dos dez maiores bilionários do continente

22 de julho de 2024 - 19:20

A lista com as dez pessoas mais ricas do continente é composta somente por homens bilionários dos Estados Unidos

FISCAL EM XEQUE

Haddad consegue congelar R$ 15 bilhões no Orçamento de 2024 — mas nem mesmo “corte temporário de gastos” é suficiente para reduzir projeção de déficit fiscal

22 de julho de 2024 - 17:36

Governo eleva para R$ 28,8 bilhões a projeção de déficit primário neste ano, em meio a despesas crescentes e dificuldades para compensar a desoneração da folha

MERCADOS HOJE

Joe Biden jogou a toalha e o dólar cai a R$ 5,57 com perspectiva de Kamala Harris concorrer pelos democratas

22 de julho de 2024 - 11:23

Além disso, o mercado reage ao corte surpresa de juros na China e permanece atento ao panorama fiscal doméstico

POLÍTICA MONETÁRIA

O plano de Campos Neto para sabotar a economia do Brasil por meio do Banco Central, segundo o PT

21 de julho de 2024 - 14:02

Ao dar estocadas no chefe do BC, o partido avaliou que “o bolsonarismo está sem discurso” após o caso de desvio de joias envolvendo o ex-presidente Jair Bolsonaro

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar