🔴 CHANCE DE MULTIPLICAR O SEU CAPITAL POR 7,5X COM 1 CLIQUE – CONHEÇA A FERRAMENTA

Depois de 5 altas seguidas, Ibovespa tenta igualar a melhor sequência do ano até agora, mas não terá vida fácil

Ata da última reunião do Copom tende a dar o tom dos negócios no Ibovespa hoje, mas perda de fôlego da inteligência artificial lá fora pode pesar

25 de junho de 2024
8:06
ibovespa altas e baixas
Imagem: Shutterstock

O Ibovespa tem hoje a oportunidade de igualar sua melhor sequência em 2024. Tudo bem que este não vem sendo um ano exatamente bom para o mercado de ações.

O principal índice da bolsa brasileira aproxima-se do fim do primeiro semestre em queda acumulada de 7,5% no que vai do ano.

Há uma semana, porém, a situação era bem pior. As perdas acumuladas em 2024 rondavam os 10%.

Mas o mercado melhorou nos últimos dias (alguns dirão que despiorou). Ontem, a alta foi de pouco mais de 1%.

Agora, depois de cinco avanços seguidos, o Ibovespa tem a chance de igualar a melhor série do ano até aqui. A saber, as seis altas seguidas registradas em fevereiro.

A atual sequência derivou de um evento improvável: a expectativa e posterior confirmação de que o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) interromperia um ciclo de corte de juros.

Em tempos normais, o fim de um ciclo de alívio monetário é ruim para o mercado de ações. Ainda mais em condições de juros tão restritivos quanto às que assistimos no Brasil.

Na visão dos participantes do mercado, o que contou foi a unanimidade em favor da interrupção dos cortes de juros.

Hoje, eles lerão atenciosamente a ata da última reunião do condomínio Copom para ter certeza de que a vizinhança está apaziguada — pelo menos até a próxima reunião.

A expectativa é de que o documento sinalize se a decisão foi apenas uma pausa nos cortes ou o fim de um ciclo.

Para além da ata, os participantes do mercado acompanham a participação do diretor de política monetária do BC, Gabriel Galípolo, em evento a partir das 10h.

Mas nem só de Copom vive o mercado financeiro brasileiro. Para sermos justos, a intensificação do foco em questões locais ao longo deste primeiro semestre deve-se ao fato de os juros nos Estados Unidos estarem há mais de um ano nos níveis mais elevados desde 2001.

Nesse sentido, novos dados virão à tona nos próximos dias para que os diretores do Fed decidam seus próximos passos, entre eles os números finais do PIB dos EUA no primeiro trimestre e a inflação dos gastos com consumo pessoal.

Ainda por lá, Joe Biden e Donald Trump preparam-se para o primeiro debate com vistas às eleições presidenciais de novembro. Aqui você confere a análise do colunista Matheus Spiess sobre o processo eleitoral norte-americano.

De qualquer modo, o Ibovespa não terá vida fácil para igualar a melhor sequência de 2024 até agora. Isso porque a empolgação com a inteligência artificial, que sustentou a alta das bolsas norte-americanas nos últimos meses, parece estar perdendo fôlego.

O que você precisa saber hoje

ACORDO ENTRE VAREJISTAS
Aliança de AliExpress com Magazine Luiza (MGLU3) é boa, mas não o suficiente para resolver problemas da varejista, diz Santander.
 Ações da Magalu saltaram quase 10% após o anúncio, performando entre as maiores altas do Ibovespa.

O BRILHO DA DÍVIDA
A bolsa não tem um IPO desde 2021 — mas o mercado deu um jeito de continuar em movimento, afirma o CEO da B3.
 Para Gilson Finkelsztain, os ativos de crédito corporativo se tornaram o “destaque definitivo” de 2024 em meio à escassez de aberturas de capital na bolsa.

SEM CAPTAÇÃO?
“Uma das maiores fraudes que já tivemos”: Crise na Americanas (AMER3) abalou o mercado de ações brasileiro. Ainda há salvação?
 Em evento, Pablo Cesário, presidente executivo da Abrasca, mostra sua visão sobre o mercado de capitais doméstico — e fala sobre o novo risco que vê sobre a indústria local.

RESPOSTA À GUERRA
A União Europeia dobra a aposta e impõe sanções contra o gás da Rússia em meio a guerra com a Ucrânia.
 Mais 116 pessoas e organizações passam a sofrer sanções, o que significa que ficam impedidas de ter acesso a bens que tenham em países europeus.

O DIA DO ANIVERSÁRIO DO CRAQUE
Um presente de grego para Messi: Argentina entra em recessão no 1T24 — conheça os vilões da queda do PIB dos hermanos. As fortes quedas do consumo, da produção industrial e dos investimentos foram fatais para o PIB argentino cair 5,1% entre janeiro e março deste ano.

Uma boa terça-feira para você!

Compartilhe

SEXTOU COM O RUY

Aumento de capital bilionário e aquisição de 4 usinas: o que isso significa para os acionistas da Eneva (ENEV3) e por que você deveria comprar as ações agora

19 de julho de 2024 - 6:07

Por 9x Valor da Firma/Ebitda, novos ativos entrando em operação e um cenário hidrológico que começou a ficar mais favorável, o papel é uma opção para a carteira

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Com Biden e Trump tão diferentes e tão iguais, Ibovespa começa o dia a reboque do exterior em dia de decisão do BCE

18 de julho de 2024 - 8:10

Ibovespa retomou caminho das altas ontem e hoje flerta com os 130 mil pontos; suspeitas de intervenção no iene pressionam moedas emergentes, inclusive o real

EXILE ON WALL STREET

Rodolfo Amstalden: Qual o real significado das séries invictas?

17 de julho de 2024 - 20:00

No futebol, ficamos tentados a avaliar o potencial preditivo das séries invictas, bem como de suas quebras

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Nada sobe para sempre: Depois de cair pela primeira vez em julho, Ibovespa busca retomar caminho das altas com Vale, Livro Bege e guerra tecnológica no radar

17 de julho de 2024 - 8:12

Embora tenha caído pela primeira vez no mês na sessão de ontem, o Ibovespa ainda acumula alta de mais de 4% no que vai de julho

CRYPTO INSIGHTS

Trump, eleições americanas — e a salvação do bull market das criptomoedas

16 de julho de 2024 - 19:28

A rotação de alguns centímetros da cabeça, em uma fração de segundos foi o bastante para impedir uma catástrofe; há quem diga que foi também a diferença entre o BTC a US$ 30 mil e o BTC acima de US$ 60 mil

EXILE ON WALL STREET

Felipe Miranda: Francis ou Francisco: dançando à beira do vulcão

16 de julho de 2024 - 9:08

Não há como subestimar o atentado contra Donald Trump. Quando Francisco Ferdinando foi assassinado, ninguém imaginou que caminharíamos para a Primeira Guerra Mundial

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Ibovespa flerta com os 130 mil pontos em dia de agenda fraca e mercado engajado no Trump trade

16 de julho de 2024 - 8:05

O Ibovespa continua protagonizando sua melhor sequência positiva desde a passagem de 2017 para 2018 e já acumula alta de 4,4% em julho

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

Enquanto atentado impulsiona o ‘Trump trade’, democratas ainda precisam decidir quem vai perder a eleição

16 de julho de 2024 - 6:44

Atentado do último fim de semana fez aumentarem substancialmente as chances de vitória de Donald Trump em novembro

MARKET MAKERS

Governo Lula não tem dinheiro para 2027

15 de julho de 2024 - 16:52

Questões fiscais estão sendo empurrados pela barriga e o mercado financeiro está precificando em meio aos discursos do presidente

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Ibovespa tenta manter invencibilidade em julho em dia de IBC-Br e reação a atentado contra Trump e PIB da China

15 de julho de 2024 - 8:00

Ibovespa protagoniza sua melhor sequência positiva desde a passagem de 2017 para 2018 e acumula alta de 4% em julho

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar