🔴 CHANCE DE MULTIPLICAR O INVESTIMENTO EM ATÉ 14,5X EM 8 DIAS? ENTENDA A PROPOSTA

Camille Lima
Camille Lima
Repórter no Seu Dinheiro. Estudante de Jornalismo na Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS). Já passou pela redação do TradeMap.
NOVA FASE

Super Mario Bros quebra recordes de bilheteria e destrava novos desafios nos cinemas

A animação sobre o videogame da Nintendo inaugurou com estilo nos cinemas globais, com uma arrecadação de US$ 377,63 milhões desde a estreia

Camille Lima
Camille Lima
10 de abril de 2023
11:39 - atualizado às 11:19
Super Mario Bros: O Filme
Super Mario Bros: O Filme - Imagem: Universal Pictures

O encanador italiano parece determinado a destruir mais do que blocos de tijolo: a meta agora é quebrar recordes em bilheteria. O filme Super Mario Bros inaugurou com estilo nos cinemas globais, com uma arrecadação de US$ 377,63 milhões desde a estreia.

O lançamento superou as expectativas. Com um custo de produção de US$ 100 milhões, a produção arrecadou US$ 204,6 milhões nos cinemas dos Estados Unidos e US$ 173 milhões nos mercados internacionais, segundo dados do Box Office Mojo.

Em uma colaboração entre a gigante dos videogames Nintendo, a Universal Pictures e a Illumination Entertainment, o lançamento não só conquistou o coração de fãs de videogames e do público familiar como também destravou inúmeras vitórias no último final de semana.

Acostumado a duelar com gigantes como o Bowser, o famoso rei Koopa, Mario Bros saiu vencedor na briga com o Homem-Formiga e garantiu a coroa de maior estreia do ano, ultrapassando o lançamento decepcionante de Quantumania, que arrecadou US$ 106 milhões quando lançado.

“Mario diz oficialmente 'game over' para a maldição da adaptação do filme de videogame”, disse o analista da Comscore, Paul Dergarabedian, ao Hollywood Reporter.

O sucesso de Super Mario Bros acontece em meio à derrocada de Dungeons & Dragons nos cinemas. Apesar de ter superado as expectativas na estreia, a adaptação do jogo de RPG registrou uma queda de 60% na bilheteria em relação ao final de semana anterior, para apenas US$ 14,5 milhões nos cinemas domésticos.

Todas as estrelas de Super Mario Bros

O filme da Nintendo também teve a melhor abertura para um filme de animação, superando o sucesso de Frozen 2, lançado em 2019.

Apesar de ter roubado o título de Homem-Formiga e a Vespa na fase das estreias nas telonas, Mario ainda está atrás do super-herói na lista de maiores bilheterias de 2023, ocupando o segundo lugar no ranking.

Segundo críticos do cinema, o encanador pode não demorar muito a conseguir todas as estrelas no mundo dos cinemas e se tornar o maior sucesso do ano na briga por bilheteria.

“O forte desempenho do filme Super Mario Bros. com o público familiar neste fim de semana é apenas mais um exemplo do entusiasmo consistente do consumidor em ver grandes filmes na tela grande”, afirmou Wanda Gierhart Fearing, diretora de marketing e conteúdo do Cinemark, em um raro comentário sobre um filme individual à Variety.

“Os cinéfilos demonstraram repetidas vezes que desejam a experiência cinematográfica imersiva que apenas os cinemas podem oferecer.”

Mesmo tendo conquistado o coração do público, a adaptação do videogame não convenceu os críticos de cinema na mesma medida.

De acordo com o site RottenTomatoes, Super Mario Bros: O Filme largou com uma avaliação mediana de 56% devido ao “enredo escasso” — enquanto a crítica dos cinéfilos chega a 96%.

Outros lançamentos dos cinemas

A estreia arrebatadora de Super Mario Bros nos cinemas ainda ofuscou a estreia de outro lançamento da semana.

O drama esportivo Air, que retrata a história por trás do acordo da Nike com o jogador de basquete Michael Jordan, arrecadou US$ 20,2 milhões nos cinco primeiros dias desde a estreia.

Apesar de o número ser considerado robusto para uma estreia esportiva, a produção custou US$ 90 milhões para ser feita e contou com outros US$ 40 milhões em gastos com marketing e publicidade. Ou seja, o filme sobre o Air Jordan deverá continuar sendo exibido nos cinemas por mais algum tempo para justificar seu orçamento.

O filme foi o primeiro lançamento da Amazon nos cinemas em algum tempo, ao invés de ir direto para a plataforma de streaming Prime Video. Em uma mudança firme de estratégia, a empresa anunciou o objetivo de colocar de 12 a 15 produções nas telonas anualmente.

“Nem todo filme precisa ser adaptável às telonas, mas alguns devem ser exibidos nos cinemas. A indústria precisa de mais produtos para continuar saudável. A Amazon pode fazer parte disso. Isso é realmente positivo para a Amazon e para a indústria, afirma Kevin Wilson, líder de distribuição teatral da MGM e da Amazon Studios.

Air é um exemplo da força única da distribuição teatral, e não apenas nas bilheterias. Este filme terá maior impacto e venderá mais assinaturas quando chegar ao streaming do que se fosse reproduzido exclusivamente em sua própria plataforma de streaming.”

Compartilhe

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar