🔴 ATÉ 68% DE UPSIDE EM 2024 VEJA LISTA DE 10 AÇÕES

Cotações por TradingView
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @Renan_SanSousa
HAY PLATA

Javier Milei, Sergio Massa e Patricia Bullrich: veja fortuna dos candidatos à presidência na Argentina (spoiler: o mais rico não é nenhum deles)

Entre os três principais candidatos, Patricia Bullrich é aquela que apresentou o patrimônio mais polpudo

Candidatos à presidência da Argentina
Candidatos à presidência da Argentina. Da esquerda para direita: Javier Milei, Sergio Massa e Patricia Bullrich - Imagem: Divulgação das redes sociais / reprodução do YouTube

As eleições presidenciais na Argentina se aproximam, em uma das disputas mais acirradas da história recente do país. O tema central do pleito, que acontece em 22 de outubro, não poderia ser outro: economia

Mas, assim como no Brasil, a corrupção também é protagonista da eleição e, na tentativa de tornar as coisas mais transparentes por lá, o governo criou o Escritório Anticorrupção (Oficina Anticorrupción, em espanhol, também chamada de OA). 

Uma das atribuições da OA é receber a declaração de bens dos candidatos que oficializaram a sua candidatura nas eleições primárias e obrigatórias, as Paso. São cinco candidatos no total: 

  • Javier Milei (La Libertad Avanza)
  • Patricia Bullrich (Juntos por el Cambio)
  • Sergio Massa (Unión por la Patria)
  • Juan Schiaretti (Hacemos por Nuestro País)
  • Myriam Bregman (Frente de Izquierda y de Trabajadores)

Entre eles, os nomes com mais chance de irem para um eventual segundo turno são os do candidato de extrema-direita Milei, da representante da direita mais moderada Bullrich e de Massa, o atual ministro da Economia.

Isso porque durante as Paso, Milei surpreendeu e ganhou força, recebendo 30,04% dos votos. Ele superou a chapa de Patricia Bullrich e Horacio Rodríguez Larreta, que receberam 28,27% dos votos. Candidato governista, Sergio Massa ficou com 27,27%, desempenho aquém do esperado.

Eleições na Argentina: o maior patrimônio

Entre os três principais candidatos, Patricia Bullrich é aquela que apresentou o patrimônio mais polpudo.

Conhecida como “dama de hierro” argentina, a ex-ministra de Segurança Pública reportou às autoridades um patrimônio de 24,6 milhões de pesos argentinos, o equivalente a US$ 140,4 mil na cotação oficial e US$ 71,1 mil na cotação paralela, chamada dólar blue entenda aqui mais sobre os vários câmbios na Argentina.

Salientar a diferença nas cotações é importante para conseguir dimensionar o patrimônio “real” de cada candidato (em dólar blue) e aquela mais próxima da realidade de um argentino médio (dólar oficial, utilizado pelo Banco Central do país e principal cotação utilizada em transações financeiras). 

A maior parte do patrimônio de Bullrich está em imóveis. Constam no documento três propriedades na cidade de Buenos Aires que, somadas, representam 511 milhões de pesos (US$ 1,4 milhão e US$ 686 mil nas cotações oficial e paralela). 

Em relação à declaração do ano passado, Bullrich aumentou seu patrimônio em 5,1% em pesos; o crescimento foi da mesma proporção na cotação do dólar oficial e 8,9% na cotação paralela.

A DINHEIRISTA - Ajudei minha namorada a abrir um negócio, ela pegou meu dinheiro e ‘me deixou'

Javier Milei e Sergio Massa: quem tem mais?

O segundo lugar entre os três principais candidatos à presidência na Argentina vai para Javier Milei. 

Conhecido como “Bolsonaro argentino”, Milei informou à OA um patrimônio de 21,1 milhões de pesos (US$ 120,4 mil e US$ 60,7 mil, nas cotações oficial e paralela do dólar, respectivamente). 

O candidato que surpreendeu nas Paso com 30,04% dos votos, superando a chapa de Bullrich e Massa, declarou uma casa na cidade de Buenos Aires, dois veículos e duas poupanças diferentes, avaliadas em 2,1 milhões de pesos (US$ 5,7 mil e US$ 2,8 mil) e 20 mil pesos (US$ 54,71 e US$ 26,84). 

Milei é conhecido por seus posicionamentos duros contra a esquerda, além de ter como plano de governo a dolarização da economia. 

Em comparação à declaração anterior, o patrimônio de Milei encolheu 4,7% em pesos; queda percentual igual no dólar oficial e 1,3% no paralelo.

Por fim…

O ministro da Economia foi quem declarou o patrimônio mais enxuto entre os três principais. 

Massa declarou bens no valor de 19,3 milhões de pesos argentinos (US$ 52,8 mil e US$ 23,9 mil, nas cotações oficial e paralela do dólar, respectivamente). 

O destaque do patrimônio do candidato representante do peronismo argentino é uma casa na província de Tigre, ao norte de Buenos Aires, avaliada em 14,4 milhões de pesos argentinos (US$ 39,3 mil e US$ 19,3 mil). 

Além disso, Massa possui economias avaliadas em 462 mil pesos (US$ 1,2 mil e US$ 620,13) e uma poupança de apenas 33 centavos de dólar, segundo declarado. 

Massa incrementou seu patrimônio em 4,3% em pesos na comparação com o ano passado; mesmo percentual em relação ao dólar oficial e 8% em relação ao paralelo para o mesmo período.

O mais — e o menos — rico candidato à presidência da Argentina

Apesar de não estarem concorrendo com os “peixes grandes” na disputa, vale uma menção honrosa a Juan Schiaretti, governador de Córdoba, e Myriam Bregman, deputada pelo partido dos trabalhadores socialistas argentinos. Afinal, ambos estão nos extremos entre os candidatos com maior e menor patrimônio.

Schiaretti declarou um patrimônio de pouco mais de 80 milhões de pesos (US$ 457,4 mil e US$ 231,7 mil, nas cotações oficial e paralela, respectivamente), enquanto Bregman anunciou possuir bens no valor de 887 mil pesos (US$ 50 mil e US$ 2,5 mil). 

Metade do patrimônio do candidato mais rico é representada por uma propriedade no bairro Chateau Carreras, na cidade de Córdoba, avaliada em 44,2 milhões de pesos (US$ 120,9 mil e US$ 59,3 mil).

Por fim, a candidata com o patrimônio mais enxuto declarou ter 25% da titularidade de uma propriedade em Buenos Aires, no valor total de 30,5 mil pesos (US$ 83,56 e US$ 40,93), além de depósitos bancários de 843 mil pesos (US$ 2,3 mil e US$ 1,1 mil). 

*Com informações do La Nación

Compartilhe

RUMO AO QUINTO MANDATO

Vai passar por cima dos rivais: como Putin usará a máquina de guerra na Ucrânia para consolidar o poder em 2024

8 de dezembro de 2023 - 17:06

O presidente russo confirmou nesta sexta-feira (8) o que todos já esperavam: vai concorrer novamente nas eleições russas do ano que vem — e já tem um plano para sair mais forte do pleito

QUEM ESTÁ BLEFANDO

Vai pagar pra ver? Mercado banca aposta de corte de juros após payroll e espera a próxima cartada do Fed

8 de dezembro de 2023 - 13:31

Especialistas dizem o que Powell vai ter que fazer na semana que vem para vencer a partida contra os investidores globais que precificam o afrouxamento monetário no início de 2024

MACRON NÃO QUER, MAS TEM QUEM QUEIRA

O chega pra lá do Mercosul na Europa: bloco fecha primeiro acordo com gigante na Ásia — e não foi com a China

7 de dezembro de 2023 - 20:01

Mas tem país do Mercosul de olho em um acordo bilateral com Pequim, ainda que isso signifique quebrar as regras do bloco; descubra qual

DE QUE LADO VOCÊ ESTÁ?

“O mercado está errado”. Por que um dos maiores economistas do mundo diz que o investidor pode se dar mal dessa vez

7 de dezembro de 2023 - 17:30

Para El-Erian, quanto mais os investidores desconsiderarem os sinais emitidos pelo banco central mais influente do mundo, maior será a probabilidade de se encontrarem no lado perdedor

PLANO DE SUCESSÃO

Este jardineiro pode virar bilionário logo e motivo surpreende: herdeiro de império de luxo quer adotá-lo

7 de dezembro de 2023 - 14:06

O bilionário herdeiro da Hermés, Nicolas Puech, está planejando adotar formalmente seu “ex-jardineiro e faz-tudo” como filho

GEOPOLÍTICA

Biden na solitária: como os 2 meses de guerra entre Israel e Hamas deixou o presidente dos EUA tão isolado quanto Putin

7 de dezembro de 2023 - 13:03

Se em um primeiro momento a reação de Tel-Aviv foi percebida como direito legítimo à autodefesa, a escalada das ações militares israelenses passou a ser criticada como desproporcional — inclusive por aliados

TOC TOC TOC

A rara visita de Putin ao Oriente Médio: por que o presidente da Rússia foi bater na porta dos países árabes

6 de dezembro de 2023 - 19:32

Putin fez poucas incursões para além das fronteiras da Rússia nos últimos meses — por isso, essas visitas destacam a importância dos países árabes para as relações internacionais do Kremlin

ERA UMA VEZ UM GIGANTE

O dia do acerto de contas chegou? A previsão do FMI para a China coloca a segunda maior economia do mundo em xeque

6 de dezembro de 2023 - 18:45

A chefona do Fundo apresentou nesta quarta-feira (6) uma projeção de crescimento para Pequim, mas fez uma ressalva importante

ELEITA PELA TIME

Personalidade do Ano de 2023: Taylor Swift bate novo recorde — desta vez fora dos palcos da The Eras Tour

6 de dezembro de 2023 - 15:01

A artista também se tornou a primeira mulher a aparecer duas vezes na capa da Pessoa do Ano desde o início da seleção, há 96 anos

FIM DA CRISE

Blackpink volta a movimentar bolsa de Seul; ação de gravadora dispara com anúncio de renovação de contrato

6 de dezembro de 2023 - 13:05

Crise entre o grupo de k-pop BLACKPINK e a gravadora YG Entertainment vinha mexendo com as ações da Coreia desde julho, com a aproximação do fim do contrato da banda

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies