🔴 MELHORES MOMENTOS DO MACRO SUMMIT BRASIL 2024 – ASSISTA AQUI

Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico. Em 2020, foi eleito pela Jornalistas & Cia como um dos 10 profissionais de imprensa mais admirados no segmento de economia, negócios e finanças.
MUDANÇA NO C-LEVEL

No Santander Brasil (SANB11), mais uma troca no alto escalão: Angel Santodomingo deixa o cargo de CFO após nove anos

O executivo migrará para a matriz espanhola do Santander, onde passará a se reportar diretamente a Ana Botín, chair executiva do grupo

Victor Aguiar
Victor Aguiar
16 de fevereiro de 2023
18:34 - atualizado às 16:21
Agência do Santander Brasil (SANB11)
Imagem: Divulgação - Santander Brasil

O Santander Brasil (SANB11) vive dias turbulentos: depois de um resultado do quarto trimestre mais fraco que o esperado pelo mercado — e o imbróglio envolvendo Sergio Rial e a descoberta do rombo contábil nas Americanas (AMER3) —, o banco agora anuncia uma troca relevante em seu alto escalão.

Angel Santodomingo Martell, que ocupou por nove anos o cargo de vice-presidente executivo do braço brasileiro do Santander, com atribuições de CFO (diretor-financeiro) e de diretor de relações com investidores, deixará o cargo em 20 de março. Em seu lugar, ficará Gustavo Viviani, que desde 2019 comanda as finanças da área de varejo do banco.

Santodomingo, no entanto, não está deixando a casa: ele, na verdade, foi promovido a chefe de estratégia do Grupo Santander e se reportará diretamente a Ana Botín, a chair executiva do banco espanhol.

"O Sr. Angel chegou ao Brasil no início de 2014, assumindo um papel-chave no crescimento do nosso negócio, tendo sido um dos líderes mais importantes na construção do que hoje é o Santander Brasil", diz o banco, em fato relevante enviado há pouco à CVM.

Santander Brasil (SANB11): turbulência recente

Ao longo dos últimos anos, o Santander Brasil (SANB11) conseguiu crescer e ganhar participação de mercado, passando a rivalizar diretamente com Itaú Unibanco (ITUB4) e Bradesco (BBDC3) no segmento de varejo; num passado não muito distante, o banco conseguiu índices de rentabilidade superiores aos dos concorrentes.

No entanto, os resultados do quarto trimestre de 2022 ficaram aquém das expectativas dos investidores: o lucro líquido gerencial somou R$ 1,689 bilhão, queda de 56% na base anual e 44% abaixo do consenso estimado pela Bloomberg; na base trimestral, o tombo foi de 46%.

Boa parte desse mau desempenho se deve às provisões feitas pelo banco em função do evento Americanas: o Santander Brasil provisionou 33% de sua exposição à dívida — uma postura bem menos conservadora que a de Itaú e Bradesco, que optaram por lançar 100% dos créditos devidos pela empresa já no quarto trimestre.

Ainda assim, o retorno sobre o patrimônio líquido (ROE, na sigla em inglês), ficou abaixo da linha dos 10% nos três últimos meses de 2022, encerrando o período em 8,35% — uma baixa de 7,3 pontos percentuais em relação ao período imediatamente anterior. O Itaú, apenas a título de comparação, teve ROE de 19,3% entre outubro e dezembro.

Ou seja: Angel Santodomingo deixa sua passagem de quase uma década no Santander Brasil numa nota baixa, apesar dos inúmeros bons momentos dos últimos anos.

  • O Seu Dinheiro acaba de liberar um treinamento exclusivo e completamente gratuito para todos os leitores que buscam receber pagamentos recorrentes de empresas da Bolsa. [LIBERE SEU ACESSO AQUI]

Rial, Americanas e dúvidas

Vale lembrar, também, que a atuação de Sergio Rial, ex-presidente do Santander Brasil, na descoberta do rombo contábil das Americanas ainda é alvo de muita especulação. Ele foi anunciado como CEO da varejista no fim de 2021, mas, oficialmente, permaneceu pouco mais de uma semana no cargo.

Rial ainda ocupava a presidência do conselho de administração do Santander Brasil em meio à eclosão da crise nas Americanas — tanto é que, em 20 de janeiro, deixou o posto. O banco tem R$ 3,6 bilhões a receber da varejista, que agora está em recuperação judicial.

Quanto ao cargo de CFO, haverá um período de transição entre Angel Santodomingo e Gustavo Viviani até o dia 20 de março; o novo número 2 do Santander Brasil está há 23 anos no banco, com passagens pelas áreas de risco, corporate, recuperações e varejo.

Compartilhe

A PARTIR DE 2025

Saiba como a maior produtora de alumínio do país pretende reduzir emissões em até 30% — parte da resposta: com um investimento de R$ 1,6 bilhão

13 de abril de 2024 - 13:13

A multinacional norueguesa Hydro do ramo de alumínio projeta reduzir em cerca de um terço a intensidade de emissão de dióxido de carbono (CO2) nas operações brasileiras a partir de 2025.  A controladora das maiores operações de alumina e alumínio primário no Brasil diz que a previsão é que a meta seja alcançada após a […]

VITÓRIA!

Prio (PRIO3) fica com 100% de Wahoo: como a vitória deve aumentar a produção da petroleira; ações sobem na bolsa

12 de abril de 2024 - 13:05

A empresa recebeu uma decisão favorável da Câmara de Comércio Internacional em um processo arbitral relacionado à concessão BM-C-30, no campo de Wahoo

REESTRUTURAÇÃO DE DÍVIDAS

Light (LIGT3) assina acordos com credores, em novo passo em direção ao fim da recuperação judicial; ações caem na B3

12 de abril de 2024 - 11:46

Foram celebrados dois acordos com credores e debenturistas envolvendo as subsidiárias Light Sesa e Light Energia; entenda o que vem pela frente

ENGORDOU O PATRIMÔNIO

CEO da Nvidia fica quase R$ 3 bilhões mais rico em um dia. Conheça o bilionário que quase dobrou de fortuna em 2024

11 de abril de 2024 - 18:03

Jensen Huang é a 19º pessoa mais rica do planeta, de acordo com a revista Forbes, com um patrimônio avaliado em US$ 79,5 bilhões (R$ 404 bilhões)

ENTENDA O CASO

Justiça embarga obras de complexo bilionário da JHSF (JHSF3) no interior de São Paulo

11 de abril de 2024 - 16:01

A decisão aconteceu após pedido do Ministério Público, que afirma que a JHSF e outras duas companhias burlaram regras de licenciamento ambiental

DESISTIU DA BATALHA?

Gafisa (GFSA3): Esh Capital diminui participação após perder disputa sobre assembleia; ações caem 6% na B3

11 de abril de 2024 - 11:24

A gestora de Vladimir Timerman reduziu a participação na Gafisa de 20% para 4% do capital

FOI DADA A LARGADA

Oferta de ações da Boa Safra (SOJA3): companhia pretende levantar até R$ 388 milhões com nova emissão

11 de abril de 2024 - 9:48

Empresa pretende usar os recursos para expandir o negócio de armazenamento; controladores se comprometeram a colocar dinheiro novo na oferta

VOO DE FRANGO?

BRF (BRFS3) volta a ser empresa “de dono” e mais que dobra de valor na B3. O que está por trás da disparada — e o que esperar das ações

11 de abril de 2024 - 6:13

Agora “oficialmente” sob controle da Marfrig, BRF acumula alta de mais de 170% em 12 meses na B3; saiba o que os analistas pensam da empresa de proteínas

DINHEIRO NO BOLSO

Santander (SANB11) vai depositar R$ 1,5 bilhão na conta dos acionistas; saiba mais sobre os proventos anunciados pelo banco

10 de abril de 2024 - 18:37

Terá direito ao provento quem estiver na base de investidores do banco ao final do pregão de 19 de abril

PISOU NO ACELERADOR

Cury (CURY3) inicia o ano lançando quase R$ 2 bilhões e executivo diz por que a construtora foi na contramão do mercado

10 de abril de 2024 - 18:24

De acordo com Leonardo Mesquita, vice-presidente comercial da construtora, a decisão de lançar mais no início do ano já é adotada há alguns anos e tem um propósito

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies