🔴 MELHORES MOMENTOS DO MACRO SUMMIT BRASIL 2024 – ASSISTA AQUI

A Super Quarta chegou: Todos os olhos no Fed e no Copom, renascimento do bitcoin, Lula nos EUA e outras notícias que mexem com o seu bolso

Enquanto a decisão de política monetária do Federal Reserve será anunciada às 16h, o anúncio do Copom está reservado para depois do fechamento dos mercados

1 de fevereiro de 2023
8:07
Fed tapering
Imagem: Shutterstock

Faz dias que a Super Quarta dos bancos centrais domina a pauta dos mercados financeiros. A gente até fala um pouquinho do caso Americanas, da temporada de balanços, da política em Brasília e de um ou outro assunto, mas a conversa sempre volta para a Super Quarta.

Pois ela chegou. Nunca é demais lembrar que chamamos de Super Quarta a coincidência de data das reuniões de política monetária do Federal Reserve norte-americano e do Banco Central do Brasil.

Ao redor do mundo, as atenções estão voltadas para a decisão do Fed. Ela será anunciada às 16h. Meia hora depois, o presidente do Fed, Jerome Powell, concederá entrevista coletiva.

Ontem, as bolsas americanas fecharam em alta em reação a um novo indício de arrefecimento da inflação nos Estados Unidos. Entre os investidores, a expectativa é que o Fed desacelere o ritmo da alta dos juros.

O momento mais delicado, porém, é a coletiva de Powell. Qualquer gaguejada, palavra fora de lugar ou comentário mais incisivo é capaz de azedar o volúvel humor dos investidores.

Já o Comitê de Política Monetária do Banco Central do Brasil entrará em cena somente quando os mercados estiverem fechados.

Como há uma certeza de manutenção da taxa Selic em 13,75% ao ano, o escrutínio dos investidores se dará sobre o comunicado a ser divulgado junto com a decisão de juro.

Ao mesmo tempo, a posse do novo Congresso e a eleição da mesa-diretora da Câmara e do Senado garantem nervos à flor da pele em Brasília.

Na Câmara, Arthur Lira fez tudo o que estava a seu alcance para evitar surpresas. No Senado, Rodrigo Pacheco é favorito à reeleição, mas Rogério Marinho ganha força entre os bolsonaristas. Como a votação é secreta, surpresas não podem ser descartadas.

Para ficar por dentro de todos os acontecimentos da Super Quarta, acompanhe a cobertura do Seu Dinheiro.

Este artigo foi publicado primeiramente no "Seu Dinheiro na sua manhã". Para receber esse conteúdo no seu e-mail, cadastre-se gratuitamente neste link.

O que você precisa saber hoje

MELHORES DO MÊS
Renascimento cripto: bitcoin (BTC) volta a brilhar, sobe mais de 30% e é disparado o melhor investimento de janeiro. As medalhas de prata e bronze foram para o ouro e para o Ibovespa, em um movimento de busca por segurança e barganhas, enquanto os títulos do Tesouro ficaram na lanterna.

REIS DOS PROVENTOS
Quem investiu nestes dez fundos imobiliários (FIIs) ganhou mais de 1% ao mês em dividendos em 2022. Um levantamento da Economatica mostra que os dez fundos que mais pagaram proventos no ano passado entregaram um dividend yield acima de 13%.

RELATÓRIO DE PRODUÇÃO
Pé no freio: produção e vendas da Vale (VALE3) registram recuo tímido em 2022. A produção e a comercialização de minério de ferro da companhia se aproximaram da estabilidade no ano passado, com leves quedas. Confira os destaques operacionais.

HORA DA VIRADA?
CEO da BRF (BRFS3) está otimista após reabertura chinesa. Na avaliação de Miguel Gularte, presidente da companhia, a recuperação da empresa deve acontecer mais cedo do que o previsto pelo mercado.

FINTECHS
Will Bank planeja nova captação para 2024 e IPO ainda está no radar. Em evento, o fundador da companhia afirmou que, apesar de o mercado estar difícil, a empresa está pronta para abrir capital quando o ambiente melhorar.

MAUS VENTOS
O Brasil vai acabar? Inflação pode deixar de responder ao BC se Lula conseguir mudar meta, dizem gestores. Em evento do Credit Suisse, Rodrigo Azevedo, da Ibiuna, e Felipe Guerra, da Legacy, contam estar com visão pessimista para o Brasil. Entenda.

DIÁRIO DOS 100 DIAS
Dia 31: Lula confirma que vai para os EUA no dia 10 de fevereiro. Veja o que ele deve discutir com Biden. Enquanto o encontro não chega, o petista tentou acalmar os ânimos dos investidores, que seguem desconfiados em relação à responsabilidade fiscal do novo governo.

Uma boa quarta-feira para você!

Compartilhe

SEXTOU COM O RUY

Enquanto você se preocupa com a Oi (OIBR3), esta empresa da B3 virou a campeã de qualidade no serviço de internet – e ainda está barata na bolsa

12 de abril de 2024 - 6:07

Para se diferenciar, essa companhia construiu uma infraestrutura de qualidade, que tem proporcionado prêmios de internet fixa mais rápida do Estado de São Paulo, à frente das gigantes de telecom

EXILE ON WALL STREET

Rodolfo Amstalden: Quintal da China, quintal do mundo

10 de abril de 2024 - 19:15

Se a economia chinesa sofre, nós necessariamente compartilhamos dessa desgraça?

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

Juro real de volta aos 6%: com bolsa na pior e dólar nas alturas, essa é uma nova oportunidade?

9 de abril de 2024 - 6:40

Uma regra prática comum para investimentos em renda fixa no Brasil sugere vender títulos quando os juros reais atingem 3% e comprá-los a 6%

EXILE ON WALL STREET

Além do bitcoin (BTC): esta carteira já rendeu 447% acima da maior criptomoeda do mercado

8 de abril de 2024 - 20:01

Acredito que exista uma forma melhor de pensar sobre a ciclicidade do preço do bitcoin (BTC), que historicamente nos ajudou a gerar alfa neste mercado

BOMBOU NO SD

Argentina entra na rota de ‘paraíso fiscal’, China encara mesma crise do Japão e inteligência artificial “sugando” o Ibovespa — veja tudo o que foi destaque na semana

6 de abril de 2024 - 13:36

A crise e os seus reflexos no país vizinho no Brasil despertaram o interesse dos leitores do Seu Dinheiro nos últimos dias

IR 2024

Pago escola e plano de saúde de um filho ilegítimo; posso abater esses gastos no imposto de renda?

6 de abril de 2024 - 8:00

Filho não assumido rende deduções no imposto de renda? A Dinheirista responde dúvidas de leitores sobre o IR 2024

EXILE ON WALL STREET

Rodolfo Amstalden: Lições da renda fixa — um intervalo assimétrico

3 de abril de 2024 - 20:01

De 2010 para cá, mediante a ajuda da balança comercial, a maturação do Copom e a lapidação das metas fiscais, os juros reais passaram a respeitar uma zona limítrofe de 3% a 6%, com raras exceções

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

A inteligência artificial está “sugando” recursos das bolsas — inclusive do nosso Ibovespa

2 de abril de 2024 - 6:58

No início dos anos 2000, se entendia que os mercados emergentes, de alguma forma, se aproximariam dos desenvolvidos

EXILE ON WALL STREET

Tony Volpon: E se a inflação superar a meta do Fed? Precificando o “no landing” dos juros nos Estados Unidos

1 de abril de 2024 - 20:01

O Fed sinalizou três cortes de juros de 0.25% neste ano. Mas, como em 2023, vale a pena perguntar: e se o esperado não acontecer?

de repente no mercado

A ‘virada de chave’ do Magalu, melhores investimentos para abril, ‘boom’ dos FIIs e um guia para investir (ou não) em PETR4

31 de março de 2024 - 12:00

E mais: análise do 4T23 de Equatorial (EQTL3); veja os destaques da semana na ‘De repente no mercado’

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies