🔴 EVENTO GRATUITO: COMPRAR OU VENDER VALE3? INSCREVA-SE

“Risco Americanas” pressiona, mas Ibovespa sobe 1% na semana; veja quais setores salvaram o índice

Veja tudo o que movimentou o mercado nos últimos dias, incluindo os principais destaques do noticiário corporativo

20 de janeiro de 2023
19:05
bonecos em primeiro plano observam gráfico com cotações de mercado ao fundo | Ibovespa, ações, Petrobras, PETR4
Imagem: Freepik

A semana foi boa na bolsa de valores brasileira? Essa pergunta é ampla e relativa — portanto, a resposta depende de para quem você irá direcioná-la. 

Se perguntar para um acionista da Americanas (AMER3), por exemplo, ele lhe dirá que os últimos dias foram terríveis e representaram a continuação de um pesadelo que se iniciou na semana anterior, com a descoberta de um rombo contábil bilionário nos balanços da varejista.

A companhia derreteu mais de 77% na última segunda-feira (16) para cá. As perdas foram intensificadas desde ontem, quando a empresa oficializou o pedido de recuperação judicial e declarou R$ 43 bilhões em dívidas.

Essa foi, de longe, a maior queda do Ibovespa no período. Mas a companhia não ocupará mais esse posto tão cedo: o socorro à Justiça custará sua exclusão dele e de todos os outros índices da B3 dos quais faz parte.

Por falar nele, o Ibovespa não deixou de ser afetado pelo “Risco Americanas”. O índice também foi pressionado pela renovação dos temores fiscais e políticos após o presidente Luiz Inácio Lula da Silva tecer novas críticas à autonomia do Banco Central.

Além das falas do petista, o Ibovespa também repercutiu as substituições no órgão. O atual diretor de Política Monetária, Bruno Serra, já avisou que não ficará no cargo, e o mandato do presidente do BC, Roberto Campos Neto, termina em 2024.

Ainda assim, o principal índice da B3 encerrou a semana em alta de 1,01%, aos 112.040 pontos. O desempenho indica que, se você perguntar como foi a semana para investidores de outros setores, poderá receber uma resposta positiva.

Para isso, é preciso escolher o segmento certo. Quem investe em empresas ligadas às commodities metálicas e ao petróleo — principalmente a Petrobras (PETR4) e a 3R Petroleum (RRRP3) —, por exemplo, vai dizer que correu tudo bem.

Até mesmo dentro do varejo é possível encontrar quem diga que a semana foi ótima. Basta direcionar a questão a quem tem o Magazine Luiza (MGLU3) ou a C&A (CEAB3) na carteira.

O Magalu subiu forte e foi um dos destaques positivos da semana na esteira da derrocada da Americanas. Quem perdeu dinheiro com o escândalo da companhia, mas ainda quer manter uma posição no setor, enxergou nas ações MGLU3 uma alternativa para a carteira.

Já a C&A disparou com rumores de que a Lojas Renner (LREN3) estaria interessada em comprá-la. A Renner negou qualquer tipo de negociação para a aquisição da rival; ainda assim, os papéis CEAB3 subiram 26% desde segunda-feira.

Os últimos dias também não foram nada mal para o dólar. A moeda norte-americana enfrentou volatilidade durante a semana e chegou a tocar os R$ 5,10, mas recuperou as perdas e terminou o período com alta de 1,98%, cotada em R$ 5,2077.

Veja tudo o que movimentou os mercados nesta sexta-feira, incluindo os principais destaques do noticiário corporativo e as ações com o melhor e o pior desempenho do Ibovespa.

Confira outras notícias que mexem com o seu dinheiro

CLIENTES EM FOCO
Comprei na Americanas e a empresa entrou em recuperação judicial, o que fazer agora? Veja 5 perguntas e respostas. O Seu Dinheiro conversou com três especialistas para sanar todas as questões dos clientes. 

AMERICANAS AINDA VAI SOFRER MUITO 
E agora, Lemann? O ‘purgatório’ da varejista acabou de começar, descubra o que ainda está por vir no episódio desta semana do Touros e Ursos, disponível em vídeo no nosso canal do YouTube. Os repórteres também comentam as recentes declarações do presidente Lula sobre o Banco Central e as perspectivas para IPOs em 2023. Clique aqui e acesse

QUEBRADEIRA GERAL
Grupo controlador da corretora de criptomoedas Genesis entra com pedido de recuperação judicial e deve mais de US$ 3,5 bilhões — mas tokens não ligam. Os principais ativos digitais do mundo seguem em movimento de alta, apesar de mais um princípio de falência no mercado.

NÃO É PRA COMPRAR
Citi rebaixa Rede D´Or para neutro e corta preço-alvo; saiba por que as ações RDOR3 estão em observação. A recomendação anterior era de compra. O preço-alvo foi cortado de R$ 39 para R$ 33 para 12 meses — o que representa um potencial de valorização de 17% com relação ao fechamento desta sexta-feira (20).

CULPA DO MARCUS
Titã de Wall Street está na mira do Fed: por que o Goldman Sachs virou alvo de investigação nos EUA? As ações do banco de investimento com sede em Nova York recuam cerca de 3% lá fora, colocando os ganhos do ano em menos de 1%.

Compartilhe

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

O Enduro da bolsa: mercado acelera com início da temporada de balanços do 1T24, mas na neblina à espera do PCE

23 de abril de 2024 - 8:54

Na corrida dos mercados, Usiminas dá a largada na divulgação de resultados. Lá fora, investidores reagem ao balanço da Tesla

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

Decisão do Copom em xeque: o que muda para a Selic depois dos últimos acontecimentos?

23 de abril de 2024 - 6:24

O Banco Central do Brasil enfrentará um grande dilema nas próximas semanas

EXILE ON WALL STREET

Felipe Miranda: A pobreza das ações

22 de abril de 2024 - 20:00

Em uma conversa regada a vinho, dois sujeitos se envolvem em um embate atípico, mas quem está com a razão?

DE REPENTE NO MERCADO

Enquanto o dólar não para de subir… Brasil sobe em ranking internacional e este bilionário indonésio fica 10x mais rico em um ano 

21 de abril de 2024 - 12:00

Veja os destaques da semana na ‘De repente no mercado’

BOMBOU NO SD

Dividendos de Klabin (KLBN11), Gerdau (GGBR4) e Petrobras (PETR4), halving do bitcoin e Campos Neto dá pistas sobre o futuro da Selic — veja tudo o que foi destaque na semana

20 de abril de 2024 - 14:01

A ‘copa do mundo’ das criptomoedas aconteceu de novo. A recompensa dos mineradores por bloco de bitcoin caiu pela metade

Mande sua pergunta!

Meu pai me ajudou a comprar um imóvel; agora ele faleceu, e meu irmão quer uma parte do valor; foi adiantamento de herança?

20 de abril de 2024 - 8:00

O irmão desta leitora está questionando a partilha da herança do pai falecido; ele tem razão?

SEXTOU COM O RUY

A ação que dá show em abril e mostra a importância de evitar histórias com altas expectativas na bolsa

19 de abril de 2024 - 6:07

Ações que embutiam em seus múltiplos elevadas expectativas de melhora macroeconômica e crescimento de lucros decepcionaram e desabaram nos últimos dias, mas há aquela que brilha mesmo em um cenário adverso

EXILE ON WALL STREET

Rodolfo Amstalden: ChatGPT resiste às tentações de uma linda narrativa?

17 de abril de 2024 - 20:11

Não somos perfeitos em tarefas de raciocínio lógico, mas tudo bem: inventamos a inteligência artificial justamente para cuidar desses problemas mais chatos, não é verdade?

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

Ataque do Irã poderia ter sido muito pior: não estamos diante da Terceira Guerra Mundial — mas saiba como você pode proteger seu dinheiro

16 de abril de 2024 - 6:17

Em outubro, após o ataque do Hamas, apontei para um “Kit Geopolítico” para auxiliar investidores a navegar por esse ambiente incerto

EXILE ON WALL STREET

Felipe Miranda: Cinco coisas que deveriam acabar no mercado financeiro

15 de abril de 2024 - 20:01

O sócio-fundador da Empiricus lista práticas do universo dos investimentos que gostaria de ver eliminadas

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar