🔴 [TESTE GRÁTIS] NOVO APP PODE GERAR ATÉ R$ 680 POR DIA COM 3 CLIQUES – CONHEÇA

Liliane de Lima
É repórter do Seu Dinheiro. Jornalista formada pela PUC-SP, já passou pelo portal DCI e setor de análise política da XP Investimentos.
MERCADO DE TRABALHO

O que os profissionais de tecnologia querem? Saiba o que é considerado relevante na hora de buscar um emprego na área

Oregime híbrido segue predominante na área de TI, sendo o modelo de trabalho de preferência de 55% dos respondentes, com dois dias presenciais na semana.

Liliane de Lima
30 de abril de 2023
17:36 - atualizado às 17:37
novo emprego carreira
Imagem: Adobe Stock

O mercado de trabalho para profissionais de tecnologia, embora seja uma das áreas com maior escassez de mão de obra qualificada, é um dos setores mais competitivos. E, para atrair mais talentos e reter colaboradores, as empresas têm lançado mão de mais benefícios — e a possibilidade de trabalhar à distância é um deles.

É o que aponta a pesquisa da consultoria de recrutamento Robert Half mais recente. Segundo o estudo, cerca de 37% dos profissionais de tecnologia empregados preferem o trabalho integralmente remoto, um resultado 19% maior do que o percentual médio de outros setores.

Por outro lado, o regime híbrido segue predominante na área de TI, sendo o modelo de trabalho de preferência de 55% dos respondentes, com dois dias presenciais na semana.

A 23ª edição do Índice de Confiança Robert Half conta com a participação de profissionais qualificados — com ensino superior completo — empregados e desempregados com 25 anos de idade ou mais, bem como recrutadores de grande empresas. Nesse estudo, as informações foram coletado durante o mês de fevereiro.

Modelo de trabalho (também) é um fator de mudança

Ainda de acordo com a pesquisa trimestral da Robert Half, 62% dos profissionais empregados no setor de tecnologia estão dispostos a buscar um novo emprego caso a empresa opte pelo retorno 100% presencial.

Isso porque, para 35% dos trabalhadores da área, o modelo de trabalho é determinante no momento de escolha ou permanência em uma companhia. Para outros 27%, o formato da jornada é relevante para uma eventual mudança de emprego, mas não decisiva.

VEJA TAMBÉM - Fugi do país para escapar de uma montanha de dívidas, meus credores podem me perseguir?‌

Confira o episódio desta semana do quadro A Dinheirista, em que a repórter Julia Wiltgen resolve esse e mais casos cabeludos envolvendo dinheiro:

Demissões nas big techs causam insegurança na busca por emprego

As recentes demissões nas grandes empresas de tecnologia, como Amazon, Meta e Alphabet, também causam mais incertezas para os profissionais da área — principalmente, para quem busca a recolocação no mercado.

De acordo com a pesquisa da Robert Half, 65% avaliam a situação do mercado de trabalho nessa área como ruim ou muito ruim; contra 54% dos trabalhadores nas demais profissões, em média.

Já entre os profissionais que procuram a recolocação, apenas 17% dos desempregados se sentem confiantes na conquista de um novo emprego na área de qualificação nos próximo meses. O percentual é menor que a média de outras setores, em que o índice de confiança é de 33%.

Por fim, a percepção entre as pessoas estão trabalhando na área de tecnologia, de forma efetiva, é mais otimista. Com relação à área de atuação, 62% dos entrevistados avaliam a conjuntura como boa ou muito boa. 47% compartilha a expectativa de permanência no atual emprego.

Compartilhe

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar