🔴 AS BIG TECHS ESTÃO ‘SUGANDO’ DINHEIRO DA BOLSA BRASILEIRA? – VEJA COMO SE PROTEGER

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
Setor de saúde

JP Morgan rebaixa recomendação para Hapvida (HAPV3), corta preço-alvo e ações caem no Ibovespa

Para analistas, os próximos anos da Hapvida (HAPV3) serão mais desafiadores do que o esperado pelo mercado

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
6 de janeiro de 2023
13:49 - atualizado às 18:21
Empresas de saúde | Qualicorp, Rede D'Or, SulAmérica
Setor de saúde vive intensa consolidação nos últimos anos, puxada por Hapvida e Rede D'Or - Imagem: Shutterstock

A perspectiva de que o mercado de trabalho deve enfraquecer ao longo de 2023 fez o JP Morgan rebaixar a recomendação para as ações da Hapvida (HAPV3) de 'compra' para 'neutro'.

O preço-alvo dos papéis também foi cortado de R$ 9,50 para R$ 5,50, o que representa potencial de alta de 15,3% em relação ao fechamento de ontem. Nesta sexta (6), as ações operam em queda de 2,3%.

O banco também levou em consideração para o rebaixamento o ambiente difícil para reprecificação dos planos de saúde, o que deve empurrar a normalização da rentabilidade da Hapvida para a segunda metade de 2024.

Em relatório, o JP Morgan destaca que, apesar de ainda ver a Hapvida com potencial para ganhar mercado dentro dos planos de saúde privados, os próximos dois anos devem ser mais desafiadores do que o esperado.

Os analistas também colocam na prateleira de riscos a possibilidade de ruídos decorrentes da fusão com a Intermédica, além de mudanças no comando da companhia.

Vale lembrar que, em novembro do ano passado, um dos Co-CEOs da empresa, Irlau Machado, renunciou ao cargo. Ele comandou o Grupo NotreDame Intermédica por oito anos e foi um dos protagonistas por trás da fusão entre as duas companhias.

Leia mais:

Rede D'Or é compra

E, já que Hapvida não está com os melhores prognósticos, os olhos do JP Morgan se concentram na Rede D'Or (RDOR3), a única ação do setor de saúde para a qual o banco tem recomendação de compra.

De acordo com os analistas do JP Morgan, a avaliação da Rede D'Or é menos dependente do cenário macroeconômico, principalmente depois da aquisição da SulAmérica.

O banco destaca que a Rede D'Or domina os principais mercados privados de saúde, concentrados no Rio de Janeiro e em São Paulo, o que dá à empresa um poder de negociação acima da média com os beneficiários.

Mas, ao mesmo tempo, a aquisição da SulAmérica é um ponto-chave de preocupação dos investidores devido ao tamanho do negócio. Além disso, existe a previsão de um alto investimento necessário para os próximo 3 a 5 anos.

Para as ações da Rede D'Or, o JP Morgan estabeleceu preço-alvo de R$ 37, também uma redução em relação à estimativa anterior, de R$ 42. Comparado com o fechamento de ontem, o novo preço representa potencial de alta de 33,8%.

Compartilhe

OPERAÇÃO GREENWASHING

Como uma operação da polícia federal deve afetar os dividendos de dois fiagros com mais de 40 mil cotistas

12 de junho de 2024 - 13:26

Os proventos do AZ Quest Sole (AAZQ11) e do AZ Quest negociado na Cetip, devem ser afetados pelos desdobramentos de uma operação deflagrada na semana passada

TERREMOTO NO MERCADO

Dólar dispara a R$ 5,42 e Ibovespa atinge menor nível em um ano: o que Lula tem a ver com isso?

12 de junho de 2024 - 12:35

Declarações do presidente da República suscitaram mais preocupações sobre o cenário fiscal; mercado vê enfraquecimento de Haddad

CAPITAL PRIVADO

Como a seca dos IPOs na B3 vem atrapalhando a indústria de private equity — e o que esperar daqui pra frente, segundo a presidente da ABVCAP

12 de junho de 2024 - 9:31

Em entrevista ao Seu Dinheiro, Priscila Rodrigues detalhou as oportunidades que existem no mercado de capitais privado atualmente; confira

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: NY renova máximas e Ibovespa recua 1% com falas de Lula sobre fiscal; dólar sobe e opera próximo a R$ 5,40

12 de junho de 2024 - 7:14

RESUMO DO DIA: Chegou o dia da decisão sobre juros nos Estados Unidos. Enquanto o Fed não divulga a política monetária, os investidores locais concentram as atenções no cenário fiscal doméstico. Em evento, o presidente Lula afirmou que o governo está “colocando as contas públicas em ordem para assegurar o equilíbrio fiscal”. A declaração foi […]

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Ibovespa ignora IPCA e recupera os 121 mil pontos com bancos; dólar sobe à espera dos juros nos EUA

11 de junho de 2024 - 17:11

RESUMO DO DIA: Na véspera da decisão de política monetária dos Estados Unidos, os bancos brasileiros foram os impulsionadores do Ibovespa — em dia de alguns ventos contrários para a economia local. O principal índice da bolsa brasileira recuperou o fôlego deixado nos últimos minutos da sessão anterior e fechou o pregão hoje com a […]

PERDENDO O PODERIO

Acabou para o dólar? FMI confirma perda gradual e constante da dominância da verdinha — e moedas que ganharam espaço surpreenderam

11 de junho de 2024 - 15:03

Ainda que as incertezas econômicas contribuem para a valorização do dólar, alguns países começaram a incluir outras moedas nas reservas cambiais

FUNDOS IMOBILIÁRIOS HOJE

Maxi Renda (MXRF11) oficializa oferta de até R$ 1 bilhão e diz quanto custará cada nova cota; vai ter desconto?

11 de junho de 2024 - 12:28

O FII quer levantar até R$ 1 bilhão, considerando a oferta-base de R$ 800 milhões e um lote adicional de até R$ 200 milhões

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Petrobras (PETR4) ‘rouba’ a cena e segura Ibovespa aos 120 mil pontos; dólar sobe de olho no Fed

10 de junho de 2024 - 17:20

RESUMO DO DIA: A semana focada na política monetária dos Estados Unidos começou com alívio para as bolsas de NY, mas não para o Ibovespa. Isso porque o avanço do petróleo – que favoreceu a Petrobras (PETR4) – foi insuficiente para dar um pouco de tração positiva ao principal índice da bolsa brasileira.   O Ibovespa […]

DE OLHO NAS REDES

Dólar acima dos R$ 5,30: “nove em cada dez analistas apostavam na queda da moeda há alguns meses” — o que aconteceu? 

10 de junho de 2024 - 17:07

O dólar voltou a disparar nos últimos dias, superando a marca dos R$ 5,30. A alta vai na contramão do que a grande maioria dos analistas esperava no começo do ano.  A aposta generalizada era na queda da moeda norte-americana – tanto é que o Bank of America não só projetava queda da divisa estadunidense […]

DESTAQUE DA BOLSA

Estreia na bolsa: Vitru (VTRU3) dispara mais de 12% em primeiro dia de negociações na B3 

10 de junho de 2024 - 15:00

Depois de quatro anos de negociações em Wall Street, a empresa deixou a Nasdaq; os papéis começaram as operações cotados a R$ 14,01

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar