🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-03-21T12:25:11-03:00
Carolina Gama
TÁ NO AR

Polêmico no Brasil, popular na Rússia: Telegram volta ao ar e Bolsonaro fala em crime; veja quantos seguidores presidente ganhou após decisão do STF

O aplicativo ultrapassou o WhatsApp e se tornou a ferramenta de mensagens mais popular entre os russos, segundo a operadora móvel Megafon

21 de março de 2022
12:24 - atualizado às 12:25
Imagem da tela de um celular com o aplicativo Telegram no foco
Aplicativo Telegram - Imagem: Shutterstock

O Telegram esteve sob os holofotes nos últimos dias, depois que o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, ordenou a suspensão dos serviços de troca de mensagem. A determinação foi revertida no domingo (20), mas, nem por isso, o aplicativo saiu das manchetes. 

No Brasil, o presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a disparar sua artilharia contra o STF. O chefe do Palácio da Alvorada chamou a proibição de Moraes de crime e disse que a medida era lamentável, indicando que o ministro resolveu recuar

"São milhões de pessoas que usam Telegram, você não pode prejudicar. Usam para fazer negócios", afirmou.

Bolsonaro ganha mais seguidores

Bolsonaro também chegou a dizer que Moraes faz "perseguição implacável" contra ele, mas parece que a decisão do ministro acabou ajudando o presidente no Telegram. 

Antes da determinação, que ocorreu na sexta-feira (18), Bolsonaro tinha 1.085.114 inscritos no canal. No início da tarde de domingo (20), o número de seguidores chegou a 1.154.791.

  • IMPORTANTE: liberamos um guia gratuito com tudo que você precisa para declarar o Imposto de Renda 2022; acesse pelo link da bio do nosso Instagram e aproveite para nos seguir. Basta clicar aqui

O total de seguidores de Bolsonaro é mais de dez vezes maior que o de rivais pela presidência nas eleições de outubro deste ano. 

  • Luiz Inácio Lula da Silva (PT): 48,5 mil inscritos; 
  • Ciro Gomes (PDT): 19,3 mil;
  • Sergio Moro (Podemos): 5.335. 

Telegram dispara na Rússia

E não é só por aqui que o Telegram é popular. Na Rússia, país de origem do aplicativo, a ferramenta de troca de mensagem ganhou impulso em meio à guerra na Ucrânia e às proibições do presidente Vladimir Putin a alguns serviços digitais. 

A Megafon, uma das quatro principais operadoras de telecomunicações da Rússia, disse que sua análise do tráfego de internet móvel mostrou que a participação do Telegram saltou para 63% nas duas primeiras semanas de março, de 48% nas duas primeiras semanas de fevereiro.

A participação do WhatsApp caiu de 48% para 32%, ainda de acordo com a Megafon.

A Meta, dona do WhatsApp, está envolvida em um processo judicial na Rússia, com promotores locais tentando rotular o aplicativo como uma organização extremista. 

Além disso, as autoridades russas vêm promovendo ativamente o Telegram em meio à proibição de outras plataformas como Facebook, Instagram e Twitter.

*Com informações da Reuters e do R7

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

QUASE LÁ...

Auxílio Brasil mais gordo e mais próximo: Senado aprova PEC do estado de emergência; proposta é enviada para a Câmara

Medida também inclui vale-gás de cozinha; auxílios aos caminhoneiros e taxistas; gratuidade de transporte coletivo para idosos; compensação dos estados que concederem créditos tributários para o etanol e reforço do programa Alimenta Brasil

POLÊMICA NA ESTATAL

Caixa revela que sabia de denúncia de assédio contra Pedro Guimarães desde maio e aponta presidente interina

A Corregedoria aguardou até que o denunciante apresentasse um “conjunto de informações” suficiente para prosseguir com a investigação contra Pedro Guimarães

GALINHA DOS OVOS DE OURO

Subsidiária da MRV (MRVE3) nos EUA garante mais de R$ 1 bilhão para construtora com venda de empreendimentos na Flórida

A Resia vendeu dois conjuntos localizados na Flóridas e a negociação rendeu cerca de R$ 375 milhões aos cofres da incorporadora

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

A quadrilha triste do Ibovespa e o nascimento de uma nova gigante; confira os destaques do dia

O mês de junho vai chegando ao fim, mas o mercado financeiro parece longe de se juntar às alegres festividades juninas espalhadas pelo país.  Na B3 e em Wall Street, os investidores dançam uma quadrilha pra lá de triste e cheia de obstáculos.  Não estamos falando de uma ponte quebrada, uma cobra perdida ou uma […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa despenca mais de 11% e tem o pior mês desde março de 2020; dólar sobe a R$ 5,23

O início do aperto monetário do Federal Reserve levou os ativos globais a ter um semestre para esquecer – e o Ibovespa não escapou disso

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies