O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2022-01-17T16:16:21-03:00
Camille Lima
RICOS MAIS RICOS

Fortuna dos 10 homens mais ricos do mundo cresce 15 mil dólares por segundo na pandemia

Patrimônio dos 10 homens mais ricos do mundo dobra na pandemia e chega a US$ 1,5 trilhão, segundo relatório da Oxfam

17 de janeiro de 2022
16:16
Montagem de Elon Musk no meio de notas de dólar
Imagem: Montagem Andrei Morais / Envato / Shutterstock

Quanto tempo você leva para ganhar US$ 15 mil (R$ 82 mil, no câmbio de hoje)? O que a maioria das pessoas não consegue acumular em um mês ou mesmo em um ano ou mais levou apenas um segundo para as dez pessoas mais ricas do mundo durante a pandemia da covid-19. 

Essa é uma das conclusões de um relatório publicado pela Oxfam, que alerta para o aumento da desigualdade desde o início de 2020. 

Durante a pandemia, os 10 homens mais ricos do mundo mais que dobraram suas fortunas, de US$ 700 bilhões para US$ 1,5 trilhão, segundo a Oxfam.

Para ser mais claro: com esses valores, nos últimos dois anos, teria surgido um novo bilionário a cada 26 horas.

E não é só isso. Além de ter dobrado, o aumento da riqueza dos bilionários foi maior nesse período do que nos últimos 14 anos. 

Desde que começou a ser monitorado, o acúmulo nos patrimônios chegou ao recorde de US$ 5 trilhões.

A dezena mais rica

A lista de bilionários da revista Forbes em 2021 não trouxe muitas surpresas em seu ranking de personagens. São eles: 

  1. Elon Musk (CEO da Tesla);
  2. Jeff Bezos (CEO da Amazon);
  3. Bernard Arnault e família (CEO do grupo LVMH);
  4. Bill Gates (fundador da Microsoft);
  5. Larry Ellison (co-fundador da Oracle);
  6. Larry Page (co-fundador do Google);
  7. Sergey Brin (co-fundador do Google);
  8. Mark Zuckerberg (CEO da Meta/Facebook);
  9. Steve Ballmer (ex-CEO da Microsoft);
  10. Warren Buffett (CEO da Berkshire Hathaway).

Apesar de ocuparem a miúda parcela da população que concentra a maior parte das riquezas do mundo, mesmo os executivos vêem desigualdades entre si.

Enquanto a fortuna de Elon Musk subiu mais de 1.000% entre março de 2020 e novembro de 2021, a de Bill Gates avançou modestos 30%, segundo a BBC.

Somente no ano passado, o CEO da Tesla viu seu patrimônio de US$ 156 bilhões passar a valer cerca de US$ 266 bilhões.

Os outros 99%

Já o restante da população se viu em um cenário totalmente oposto. A renda de 99% da humanidade diminuiu, o que levou mais de 160 milhões de pessoas para a situação de pobreza.

“Os 10 homens mais ricos do mundo têm hoje seis vezes mais riqueza do que os 3,1 bilhões mais pobres do mundo ”, disse Katia Maia, diretora executiva da Oxfam Brasil.

Segundo a Oxfam, estas desigualdades contribuíram para a morte de pelo menos 21 mil pessoas por dia, equivalente a uma pessoa a cada quatro segundos. 

Os números consideram as mortes provocadas pela falta de acesso à saúde pública, violência de gênero, fome e crise climática no mundo.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

PORTFÓLIO DE BILHÕES

Aposta contra a Apple (AAPL34)? Veja as mudanças que Warren Buffett, Michael Burry e investidores de elite fizeram nas carteiras

Esses pesos-pesados do mercado financeiros tomaram decisões surpreendentes no primeiro trimestre; confira as mudanças mais significativas que eles fizeram no período

DO BRASIL PRO MUNDO

Guedes tem encontro com Escobari, da General Atlantic, e vai a jantar do BTG; confira a agenda do ministro em Davos

O banqueiro André Esteves, que em abril voltou ao comando do conselho do BTG Pactual, está participando do evento na Suíça

UMA TECH ATRAENTE

É hora da Locaweb? Saiba por que o Deutsche Bank vê ponto de entrada para as ações LWSA3

Banco alemão atualizou a recomendação para a empresa de neutra para compra e vê potencial de valorização de mais de 50% para os papéis

O QUE VEM POR AÍ

Ata do Fed e IPCA-15: confira a agenda de indicadores da semana aqui e lá fora

Nos Estados Unidos, a segunda prévia do PIB no primeiro trimestre também é destaque; na Europa, o PIB da Alemanha é o principal dado

CAMINHO DO MEIO

Menor rejeição e apoio interno no MDB dão vantagem a Simone Tebet; veja os rumos da senadora da terceira via

Maior desafio, segundo marqueteiros, é torná-la popular: 46% do eleitorado desconhece Simone Tebet, segundo pesquisas recentes

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies