🔴 [TESTE GRÁTIS] NOVO APP PODE GERAR ATÉ R$ 680 POR DIA COM 3 CLIQUES – CONHEÇA

O agrado do Fed, o texto confuso da Petrobras (PETR4) e a disparada do Carrefour (CRFB3); confira os destaques do dia

27 de julho de 2022
19:24
Montagem mostrando uma nota de dólar rasgada ao centro, com a palavra "inflation" grifada; representa a luta do Federal Reserve (Fed, o BC dos EUA) para controlar a inflação do país
Imagem: Shutterstock

“A economia americana irá entrar em recessão. Balanços mistos do segundo trimestre indicam desaceleração. A atividade industrial está entrando em níveis contracionistas. A inflação alta continua sendo a perdição”. 

A cada novo dado econômico divulgado nos últimos 40 dias, o mercado tremeu. 

Tremeu de ansiedade, de preocupação e de medo que o Federal Reserve enxergasse o mesmo que os modelos matemáticos mais complexos anunciavam: para controlar a alta dos preços, não tem como o Fed não ir além das estimativas e trazer a recessão de volta à Terra do Tio Sam. 

Assim, nas últimas semanas o mercado financeiro andou afiando as suas armas para o dia de hoje — quando o banco central americano voltaria a colocar o seu principal cavaleiro no centro da arena para mostrar ao dragão da inflação a capacidade do BC mais poderoso do mundo. 

Apesar de esperar que o Fed elevasse os juros em 0,75 ponto percentual, os investidores estavam preparados para o pior — talvez uma alta mais brusca ou até mesmo ver Jerome Powell, presidente da instituição, finalmente admitir que a economia entrou em um caminho sem volta. 

Mas não foi isso que aconteceu. O aperto monetário seguiu o ritmo esperado, sem excessos, e Powell fez o possível para deixar claro que embora uma desaceleração da atividade econômica seja esperada, não será preciso sacrificar a economia ao ponto de uma recessão para sobreviver à essa luta. 

Nas entrelinhas, fica claro que cada novo dado divulgado importa. Por ora, impera o sentimento de batalha vencida. Em Nova York, o Nasdaq avançou 4,06%, enquanto o Dow Jones e o S&P 500 tiveram ganhos médios de cerca de 2%. 

No Brasil, a reação foi mais tímida, mas ainda assim deu para comemorar. O Ibovespa subiu a 101.437 pontos, em alta de 1,67%, enquanto o dólar à vista recuou 1,84%, a R$ 5,2509. 

O mercado financeiro parece ter vencido uma batalha — mas não a guerra. A inflação não deixou de ser um problema e o Fed está disposto a manter suas armas ao alcance. 

Veja tudo o que movimentou os mercados nesta quarta-feira, incluindo os principais destaques do noticiário corporativo e as ações com o melhor e o pior desempenho do Ibovespa.

Confira outras notícias que mexem com o seu dinheiro

COMO É QUE É?
Petrobras (PETR4) diz que nada muda na política de preços, mas comunicado confuso abre a porta para maior poder do conselho na tomada de decisões. Com estatal sob intenso ataque, o mercado monitora de perto as possíveis interferências na companhia.

RESILIÊNCIA NA CRISE
Carrefour (CRFB3) entra no carrinho do mercado e sobe mais de 7% após balanço forte no 2º trimestre. Analistas afirmam que os resultados do Carrefour (CRFB3) superaram as expectativas, com destaque para o desempenho das operações do Atacadão.

LEVANTANDO DINHEIRO
Ações da Log (LOGG3) disparam mais de 10% após venda de R$ 425 milhões em galpões para fundo do Credit Suisse em mais um movimento de “reciclagem” de ativos. Segundo a empresa, o objetivo do negócio é reforçar a estratégia de reciclagem de parte do portfólio.

PAPÉIS EM ALTA
De bit em bit: A General Atlantic chega ao conselho da Locaweb (LWSA3). A gestora de private equity detém participação de 11% dos papéis LWSA3; o mercado tem expectativa positiva para o balanço do segundo trimestre, que será divulgado em 11 de agosto.

DIVERSIFICAÇÃO 
Cliente da Ágora, corretora do Bradesco, poderá investir diretamente no exterior por meio de carteiras montadas pela BlackRock. Iniciativa é fruto de uma parceria da plataforma com o Bradesco BAC Florida Bank, que oferecerá conta internacional para a base da corretora.

Compartilhe

O melhor do Seu Dinheiro

Mais uma camada de cautela: Super Quarta à vista, funeral da rainha, inverno dos NFTs e as notícias que mexem com seus investimentos hoje

19 de setembro de 2022 - 8:16

Os investidores mantêm a cautela da semana passada com a reunião de política monetária do Federal Reserve. Analistas acreditam que o Fed fará a terceira elevação seguida na taxa básica de juro nos EUA

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

O ethereum pós-The Merge, tensão pré-Fed e outros destaques do dia

16 de setembro de 2022 - 19:01

A queda acumulada de 2,69% do Ibovespa nesta semana indica que não foram dias fáceis — e o apetite por risco deve permanecer fora da mesa pelo menos até que a tensão que toma conta dos mercados antes da Super Quarta se dissipe.  Os dados da inflação ao consumidor dos Estados Unidos, divulgados na terça-feira […]

O melhor do Seu Dinheiro

Você vai jogar a toalha? Tempestade nas bolsas, o adeus do Nubank, dividendos da B3 e outras notícias que mexem com os seus investimentos hoje

16 de setembro de 2022 - 8:21

Os investidores parecem ter jogado a toalha — e é improvável que a pressão sobre os ativos de risco diminua antes da Super Quarta na próxima semana

O melhor do Seu Dinheiro

A grande cautela dos mercados: Fusão do ethereum, ações do Magazine Luiza (MGLU3), big techs e outras notícias que mexem com seus investimentos

15 de setembro de 2022 - 8:03

Investidores parecem dispostos a manter os ativos de risco em território positivo após a inflação nos EUA ter derrubado as bolsas nesta semana, mas pisam em ovos hoje

O melhor do Seu Dinheiro

Depois da queda, o coice? Bolsas sob tensão, o inferno da Méliuz (CASH3), dividendos da Petrobras (PETR4) e outras notícias que mexem com seus investimentos

14 de setembro de 2022 - 8:12

Após a queda dos ativos de risco, os investidores parecem se preparar para um coice, mas a espera pode não passar de puro pessimismo

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Nasdaq derrete, bitcoin volta a cair e quem leva a melhor entre IRB (IRBR3) e BB Seguridade (BBSE3); confira os destaques do dia

13 de setembro de 2022 - 19:22

Enquanto as restrições impostas pelo coronavírus saíam por uma porta, o dragão da inflação se preparava para entrar pela outra nos Estados Unidos.  Seguindo todos os clichês de uma visita indesejada, ele foi chegando de fininho, prometendo ficar por apenas meia hora, mas parece ter se estabelecido de vez na poltrona mais confortável da sala […]

O melhor do Seu Dinheiro

Expectativas para todos os gostos: inflação nos EUA, câmbio, eleições e todas as notícias que mexem com os seus investimentos hoje

13 de setembro de 2022 - 8:17

Entenda os movimentos do mercado de câmbio e confira insights que podem ajudar a antecipar os próximos passos do euro, do dólar e do real

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Bolsa começa semana em alta, a fintech promissora e outros destaques do dia

12 de setembro de 2022 - 18:21

Já dá para farejar o cheirinho de decisão de política monetária no ar. E, enquanto os ingredientes que devem compor a decisão dos bancos centrais do Brasil e dos Estados Unidos já foram para o forno, os investidores estão ansiosos à espera da cereja do bolo — os dados de inflação ao consumidor dos EUA […]

O melhor do Seu Dinheiro

A esperança é a última que morre: inflação nos EUA, disputa da Vamos (VAMO3) e outras notícias que mexem com os seus investimentos hoje

12 de setembro de 2022 - 8:27

A fé dos investidores de que os sinais de desaceleração da alta dos preços possam amolecer o coração do Fed impulsiona os ativos de risco nesta segunda-feira

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Deflação em agosto, motivos para comprar Nubank e novo rali do bitcoin; confira os destaques do dia

9 de setembro de 2022 - 19:04

Apesar de uma semana mais curta tanto no Brasil quanto nos Estados Unidos, os últimos pregões não estiveram livres de grandes emoções.  Nos Estados Unidos e na Europa, os dias foram marcados por sinalizações mais duras dos bancos centrais, preparando o cenário para que mais ajustes de grande magnitude ocorram nas próximas reuniões de política […]

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar