O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

O melhor do Seu Dinheiro
Ricardo Gozzi
2022-04-28T09:01:25-03:00
O melhor do Seu Dinheiro

A montanha-russa do Ibovespa e outras oito notícias que mexem com seus investimentos hoje

Depois de despontar como um dos índices de melhor desempenho no mundo, o Ibovespa agora despenca quase 9% em abril. Em que ponto da ladeira a bolsa brasileira se encontra?

28 de abril de 2022
8:24 - atualizado às 9:01
Montanha-russa do Ibovespa
Imagem: Pixabay

Tudo começou com um rigoroso inverno. Os adultos primeiro construíram um monte artificial de neve e gelo em um campo aberto. Depois, um trenó foi levado até o topo, as pessoas embarcaram e o veículo foi colocado para deslizar pelo declive.

A sensação vertiginosa provocada pela velocidade na descida rapidamente tornou-se uma brincadeira bastante popular nos arredores de São Petersburgo no fim do século XVIII.

Dizem que começou assim a história da montanha-russa, batizada dessa forma por empreendedores europeus que levaram a brincadeira para além das fronteiras da Rússia.

Em 1812, Paris ganhou sua primeira montanha-russa de gravidade. O primeiro looping data de 1846. Dali em diante as montanhas-russas foram sendo aperfeiçoadas mais e mais.

Com o passar dos anos, elas passaram a envolver engenheiros de ponta e foram usadas até pela Nasa no treinamento de astronautas.

Vieram também as ressignificações da montanha-russa. Uma delas é bastante popular no mercado financeiro. Refere-se aos movimentos bruscos de um ativo ou de um índice.

E quem está embarcado nessa montanha-russa é o Ibovespa. Depois de subir, subir e subir, despontando como um dos índices de melhor desempenho no mundo no primeiro trimestre, o Ibovespa entrou numa descida daquelas e despenca quase 9% em abril.

Incumbimos então nossa engenheira de montanhas-russas, Jasmine Olga, de elaborar um diagnóstico detalhado e tentar descobrir em que ponto da ladeira o Ibovespa se encontra. O resultado você confere na reportagem especial de hoje do Seu Dinheiro.

O que você precisa saber hoje

ESQUENTA DOS MERCADOS
Balanços animam bolsas no exterior; Ibovespa acompanha IGP-M, Vale (VALE3) e dados do governo hoje. O resultado do primeiro trimestre da Meta (Facebook) entusiasmou os investidores pela manhã e sustenta as altas do dia. 

A RETOMADA COMEÇOU?
Ajudada pelo dólar mais baixo, Gol (GOLL4) lucra R$ 2,6 bilhões no 1º trimestre; receita líquida dobra em um ano. A queda da moeda norte-americana provocou um forte alívio nas despesas financeiras da companhia aérea. Mas, no lado operacional, as coisas também foram bem.

PERFORMANCE OPERACIONAL
Preço em alta, produção também: veja o quanto a Petrobras (PETR4) entregou de petróleo no primeiro trimestre. Mais uma vez, a produção no pré-sal voltou a bater recorde entre janeiro e março, correspondendo a cerca de 60% do total.

COFRES CHEIOS
Petrobras (PETR4) mais perto de engordar caixa com venda bilionária para subsidiária da PetroRio (PRIO3); veja detalhes do negócio. Transação está alinhada à estratégia de gestão de portfólio e à melhoria de alocação do capital da estatal, que está cada vez mais concentrada na produção e exploração em águas profundas.

BALANÇO DA MINERADORA
Vale (VALE3) volta a desapontar com resultado do 1T22, mas novo programa de recompra sustenta forte alta dos ADRs em NY. O lucro líquido veio abaixo do previsto mesmo com o patamar ainda elevado de preço do minério de ferro.

OPORTUNIDADE OU FURADA?
Vale (VALE3) em queda: ações derretem 14% em um mês, mas desvalorização pode ser oportunidade de comprar barato; saiba o porquê e os riscos. Com lockdowns na China e chuvas por aqui, os papéis da mineradora sofreram um baque neste mês, diz a analista Larissa Quaresma.

ABRIRAM A TORNEIRINHA
Dividendos: Cinco empresas vão distribuir mais de R$ 460 milhões em proventos aos acionistas; veja quem são elas. Vão depositar dinheiro na conta dos investidores a Companhia Energética de Brasília (CEBR3), a JSL (JSLG3), a Odontoprev (ODPV3), a PetroReconcâvo (RECV3) e a Rumo (RAIL3).

ESTRADA DO FUTURO
Coisas estranhas acontecem com a Netflix. Vale a pena investir em NFLX34 após a queda de quase 60% das ações? Para o colunista Richard Camargo, o resultado trimestral da empresa de streamings deixa claro aos investidores que é preciso diferenciar um bom produto de um bom investimento.

Um abraço e uma ótima quinta-feira para você!

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

CVM recua e libera distribuição de dividendos do fundo imobiliário Maxi Renda FII (MXRF11) com base no ‘lucro caixa’ — relembre o caso

A xerife do mercado de capitais reconheceu “a existência de obscuridade e contradição” na decisão original

Superou o trauma? Bitcoin (BTC) segue no patamar de US$ 30 mil; saiba se a maior criptomoeda do mundo sustentará esse nível

BTC terá também que superar os críticos às moedas digitais, que não pouparam esforços para injetar ainda mais medo nesse mercado já extremamente desorientado

CEO do JP Morgan leva cartão vermelho de acionistas e pode ficar sem bônus milionário, entenda a decisão rara

A desaprovação foi a primeira desde que o conselho do banco norte-americano enfrentou um voto negativo sobre compensações desde que as regras foram introduzidas, há mais de uma década

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Hapvida, Magazine Luiza e Nubank tombam, mas Ibovespa fecha o dia no azul; confira os destaques desta terça-feira

O maior apetite ao risco e a expectativa de manutenção no ritmo de alta no juro nos Estados Unidos ajudou o Ibovespa, que teve um dia de ganho

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa sustenta alta após susto inicial com Powell; dólar cai abaixo dos R$ 5

O Ibovespa fechou o dia longe das mínimas, mas o dólar caiu 2% com o apetite por risco no exterior

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies