Menu
2021-02-03T17:51:59-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
acabou a brincadeira?

Tesouro dos EUA convoca reunião para discutir GameStop e volatilidade do mercado

Encontro de reguladores ocorre em meio a jogo especulativo entre pequenos e grandes investidores envolvendo ações da varejista

3 de fevereiro de 2021
10:23 - atualizado às 17:51
gamestop-sh-ml-210128_1611846069847_hpMain_16x9_992
Imagem: Tannen Maury/EPA via Shutterstock

A secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen, convocou uma reunião com os principais reguladores financeiros do país para discutir a recente volatilidade dos mercados financeiros iniciada após movimentos especulativos com ações da GameStop (GME). A expectativa é que a reunião possa ocorrer já nesta quinta-feira (4).

Yellen, que comanda um conselho de reguladores responsáveis pela monitoração de riscos à estabilidade financeira, pediu para se reunir com representantes da Securities and Exchange Commission (SEC, equivalente à brasileira CVM), do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), da distrital do Fed em Nova York e da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC, pela sigla em inglês), informou a porta-voz Alexandra LaManna.

"A secretária Yellen acredita que a integridade dos mercados é importante e pediu uma discussão sobre a recente volatilidade nos mercados financeiros e se recentes atividades são consistentes com a proteção de investidores e mercados justos e eficientes", disse LaManna.

Jogo especulativo

A GameStop é uma rede de lojas de videogames dos Estados Unidos que viu suas ações dispararem na Bolsa de Valores de Nova York (Nyse), depois que um grupo de pequenos investidores se uniu para tentar “quebrar a banca”.

O movimento com a varejista começou quando um grupo de admiradores da rede reunidos em um fórum no site Reddit estimulou a compra das ações.

O modelo da GameStop é baseado principalmente em lojas físicas e sofreu um baque enorme com a crise do coronavírus. Mas a entrada dos novos investidores fez os papéis subirem, o que atraiu a atenção de grandes fundos de Wall Street.

Esses "tubarões" do mercado passaram a operar vendidos nos papéis da rede, o que na prática representa uma aposta na queda das cotações na bolsa.

A reação fez os integrantes do fórum se mobilizarem, o que levou a uma onda de compras que fez as ações da GameStop dispararem e obrigou os fundos a reverterem as posições vendidas.

Essa operação, conhecida como "short squeeze", acelerou ainda mais a alta das ações, que saíram de US$ 65 em 22 de janeiro para US$ 347 no dia 27 do mesmo mês — uma alta de mais de 430% em apenas três pregões.

Nos últimos dois pregões, porém, os papéis passaram por correção. Eles fecharam ontem com queda de 60%, a US$ 90. Mas toda esta confusão fez as ações da GameStop acumularem alta de 367,3%.

*Com informações da Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

polêmica

Governo barra novo cadastro para auxílio

A estratégia do governo já desperta críticas de organizações da sociedade civil, que consideram urgente a abertura de um novo prazo para pedidos de auxílio

Tombo grande

Elon Musk perde US$ 27 bilhões em uma semana após tombo da Tesla

Mesmo com o tompo gigantesco, Musk segue como segundo homem mais rico do mundo, atrás apenas de Jeff Bezos, o fundador da Amazon

Expansão

3R Petroleum fecha parceria com DBO para aquisições de campos offshore

Com a parceria, a DBO se tornará acionista minoritária da OP, que seguirá sob controle da 3R

Boletim médico

Covid-19: mortes ultrapassam 264 mil e casos chegam a quase 11 milhões

Os dados estão na atualização diária do Ministério da Saúde, divulgada na noite deste sábado (6)

ESTRADA DO FUTURO

A mentira envolvendo o Clubhouse e o Tinder que rendeu 400% de valorização

Os mercados estão longe de serem perfeitos, e hoje vou te contar uma história real que envolve duas das empresas mais quentes no setor de mídias sociais: o “Clubhouse” e o “Tinder”.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies