O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2021-12-30T20:53:00-03:00
Carolina Gama
DESINVESTIMENTO A TODO VAPOR

Petrobras (PETR4) enche os cofres com venda de ativos na Bacia do Paraná; veja quanto entrou no caixa da estatal

Petrolífera assinou contrato com a Ubuntu depois de ter concluído ontem a venda de participação no Polo Cricaré, no Espírito Santo

30 de dezembro de 2021
20:41 - atualizado às 20:53
Foto da fachada do prédio da Petrobras (PETR3 e PETR4) na avenida Paulista, em São Paulo. A estatal decide o valor da gasolina vendida às distribuidoras e pode ser uma boa alternativa para quem investe de olho em dividendos e proventos
Imagem: Shutterstock

A Petrobras (PETR3 e PETR4) segue determinada a concentrar recursos em águas profundas e ultraprofundas. Por isso, a estatal assinou nesta quinta-feira (30) um contrato com a Ubuntu  Engenharia e Serviços Ltda para a venda de 100% da concessão PAR-T-198_R12 em terra, na Bacia do Paraná

Além do foco exploratório, a Petrobras reforça seu caixa com o negócio, que está avaliado em US$ 32 mil - o equivalente a R$ 178,5 mil no câmbio atual. Com as vendas anunciadas nos últimos dias, já são quase R$ 900 milhões para os cofres da petrolífera. 

[captcao]

Venda no Espírito Santo

A Petrobras vem se desfazendo de ativos fora de águas profundas e ultraprofundas há algum tempo. Ontem, a estatal concluiu a venda de sua participação no Polo Cricaré para a Karavan Seacrest SPE Cricaré. Com a operação, a companhia recebe mais US$ 27 milhões, mas o valor total do negócio pode chegar a US$ 155 milhões (R$ 872 milhões).

Localizado no Espírito Santo, o Polo Cricaré era totalmente operado pela estatal e é composto por 27 concessões terrestres de exploração e produção de petróleo.

Venda no Rio Grande do Norte

Nesta semana, a Petrobras também deu mais um passo em seu programa de desinvestimentos e, em conjunto com a Sonangol, concluiu a venda para a Aguila Energia da participação no bloco exploratório terrestre na Bacia Potiguar, no Rio Grande do Norte.

O negócio está avaliado em US$ 750 mil - ou cerca R$ 4,2 milhões no câmbio atual. Do total, US$ 150 mil serão pagos nesta data e US$ 600 mil no fechamento da transação.

Petrobras: foco no pré-sal

A estratégia da Petrobras é amplamente conhecida pelo mercado: a estatal pretende ser uma produtora e exploradora de petróleo em águas profundas, com destaque para a região do pré-sal.

Dito isso, as participações da empresa em campos terrestres e ativos de refino estão sendo colocadas à venda ao longo dos últimos anos.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

NOITE CRIPTO

Não deu para o bitcoin (BTC): maior criptomoeda do mundo tenta, mas patamar de US$ 30 mil escapa; confira cotações

Agora, os investidores devem permanecer tentando sustentar esse suporte psicológico importante e entrar na próxima semana no “zero a zero”, antes de tentar buscar novas altas

REVISÃO CUSTOU CARO

B3 (B3SA3) volta a corrigir erro nos dados e revela que 2021 terminou com fluxo estrangeiro negativo após R$ 77,9 bilhões em dinheiro gringo “sumirem” da conta

Vale lembrar que a entrada de capital estrangeiro ajuda na performance do mercado acionário e de câmbio. Por isso, a nova cifra não pinta um quadro positivo para o país

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa ignora tensão em Nova York, os planos de Elon Musk para o Brasil e o salto da GetNet; confira os destaques do dia

Por enquanto, o Ibovespa segue avançando, apesar do desempenho ruim das bolsas pelo mundo

FIQUE DE OLHO

Em semana de ata do Fed, destaque no Brasil fica por conta do IPCA-15; confira a agenda completa de indicadores

Nos Estados Unidos, a segunda prévia do PIB no primeiro trimestre também é destaque; na Europa, o PIB da Alemanha é o principal dado

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa escapa do mau humor em NY e sobe mais de 1% na semana; dólar fica abaixo dos R$ 5

O S&P 500 chegou a entrar oficialmente em “bear market”, mas os estímulos na China salvaram a semana do Ibovespa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies