Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-02-04T18:28:15-03:00
Rafael Lara
Rafael Lara
Estudante de jornalismo na Faculdade Cásper Líbero de São Paulo. Trabalhou em empresas como: TV Gazeta, Suno Research e Portal iG.
Fora da curva

Fundo de hedge nada com as sardinhas e lucra US$ 700 milhões com GameStop

O fundo de hedge Senvest Management, que tem a sede localizada em Nova York, começou a investir na GameStop antes de toda a confusão.

4 de fevereiro de 2021
17:09 - atualizado às 18:28
Cape,Coral,,Fl/,Usa,€“,2/25/20,:,Gamestop,Located,In
Fachada da GameStop, nos EUA. - Imagem: Shutterstock

A briga do mercado que começou com os fóruns do Reddit e teve como alvo principal a Gamestop fez com que todos os fundos gigantes de hedge perdessem fortunas. Bom, quase todos.

Leia também:

O fundo de hedge Senvest Management, que tem a sede em Nova York, começou a investir na GameStop antes de toda a confusão. Em outubro de 2020, o fundo já tinha mais de 5% da empresa de comércio de games, de acordo com o que o The Wall Street Journal divulgou na quarta-feira (3).

A Senvest pagou menos de US$ 10 pela maioria das ações e, depois que os papéis bateram os US$ 400, o fundo saiu com um lucro de US$ 700 milhões, segundo o WSJ.

O motivo para o fundo ter entrado foi a apresentação convicente do novo CEO da empresa, George Sherman, e o envolvivmento do investidor e fundador da Chewy, Ryan Cohen. Já a razão para a saída foi logo quando o bilionário dono da Tesla, Elon Musk, soltou um tuíte com "Gamestonk!!", dando um sinal de que gostava da empresa.

"Considerando o que estava acontecendo, era difícil imaginar que ficasse mais louco", afirmou o CEO e gerente de fundos da Senvest, Robert Mashaal, ao WSJ.

Por volta das 16h50, as ações da GameStop (GME) eram cotadas em baixa de 35,50%, a US$ 59,60.

*Com informações de Business Insider e The Wall Street Journal.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

O futuro está no céu

A acirrada corrida pelo ‘carro voador’

Além de chamar a atenção no mercado de capitais, as startups de “carros voadores” estão atraindo talentos e parceiros de setores mais tradicionais da economia

XP anuncia investimento na edtech Resilia

A Resilia é uma edtech que combina tecnologias que potencializam o aprendizado individualizado e em comunidade com um método de ensino que capacita potenciais talentos de uma forma mais rápida para o mercado digital

Análise

Investir em ações de banco ainda é uma boa? Veja 3 motivos que deixam a XP Investimentos cautelosa

Se no ano passado a postura era otimista, agora os analistas do setor financeiro da XP estão mais cautelosos, já que o cenário é de preços elevados dos ativos e uma concorrência e intervenções regulatórias preocupantes.

REFORMA TRIBUTÁRIA

PIB pode crescer 1,6% com redução de IR para empresas, indica estudo

O cálculo de 20% teve como base comportamento das empresas depois de um dos maiores aumentos na alíquota do imposto sobre dividendos no mundo – na França, em 2013, de 15,5% para 46%

ESG

‘Equidade racial se tornou prioridade dentro da Vivo’, diz presidente

Dentro da extensa agenda ESG, que concentra ações ambientais, sociais e de governança, a Vivo aposta na equidade racial

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies