Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-11-12T19:25:36-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
O GERENTE ENLOUQUECEU

Elon Musk vende mais R$ 3,7 bilhões em ações da Tesla (TSLA34); veja por que o bilionário se desfaz dos papéis

O motivo por trás da onda de vendas está em uma fatura de impostos bilionária sobre os ganhos de capital obtidos em transações passadas

12 de novembro de 2021
18:52 - atualizado às 19:25
Elon Musk, CEO da Tesla
Elon Musk, CEO da Tesla - Imagem: Shutterstock

O CEO da Tesla, Elon Musk, vendeu mais US$ 687 milhões (ou cerca de R$ 3,75 bilhões, na cotação atual) em ações da montadora de carros elétricos, de acordo com novos documentos. No começo da semana, o executivo já havia liquidado US$ 4,55 bilhões em papéis da empresa.

Segundo as informações publicadas nesta sexta-feira (12), Musk vendeu 639.737 ações ontem a preços entre U$ 1.056,03 e US$ 1.104,15. Por volta das 18h50, os papéis são cotados em US$ 1.029,55, com queda de 0,37%, nas negociações after hours de Nova York.

O movimento começou no fim de semana, quando o empresário abriu uma enquete no Twitter para decidir se venderia ou não 10% de suas ações da companhia de veículos elétricos. A maioria dos usuários apoiaram a iniciativa.

Até então, Musk possuía cerca de 170 milhões de papéis da Tesla. Para cumprir a promessa feita na rede social, o bilionário ainda precisaria vender pelo menos 12 milhões de ações adicionais, mesmo após as operações realizadas nesta quinta-feira. O número exato depende de como ele define sua participação acionária.

Reais motivos

Mas é claro que o homem mais rico do mundo não pauta suas decisões financeiras em uma enquete de internet.

O motivo desses exercícios de opções é uma fatura de impostos bilionária sobre os ganhos de capital obtidos em transações passadas. Elon Musk terá de desembolsar mais de US$ 15 bilhões para quitar a cobrança sobre opções de ações que recebeu por sua posição na Tesla e que expirarão dentro de alguns meses.

A cobrança envolve opções recebidas pelo magnata em 2012 como parte de um plano de compensação. Isto porque ele não recebe um salário ou bônus em dinheiro. E ele até menciona isso na sequência de tuítes sobre a enquete.

Além disso, a Tesla informou recentemente que Musk fez empréstimos usando suas ações como garantia e, com as vendas, Musk pode querer pagar algumas dessas obrigações.

As opções detidas pelo CEO expiram em agosto de 2022. No entanto, para exercê-las e sacá-las, Musk precisa pagar imposto de renda sobre o ganho de capital.

Queda nas ações

A Tesla não respondeu a um pedido de comentário, mas Musk continua sendo de longe seu maior investidor. As ações da montadora despencaram após a enquete e acumularam cerca de 13% de perdas até esta quinta-feira.

Apesar disso, os papéis da Tesla estão sendo negociadas perto de recordes, com a empresa avaliada em mais de US$ 1 trilhão. Elon Musk, que exerceu pouco mais de 2 milhões de opções de ações nesta segunda-feira, 8, enfrenta um prazo até agosto de 2022 para exercer mais de 20 milhões de opções adicionais ou deixá-las expirar sem valor.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

NOVATA NA FINAL

Não estranhe: patrocinadora da final entre Palmeiras e Flamengo é a nova corretora de criptomoedas do Brasil; conheça Crypto.bom

A exchange resolveu investir no segmento de esportes e patrocina Fórmula 1, NBA e até o campeonato europeu

Raio-X

Análise: Por que a alta da inflação pode ameaçar o pacote de infraestrutura de Joe Biden?

O presidente americano tem ambiciosos planos pela frente, mas a alta da inflação e gargalos estruturais da economia podem alterar o rumo

A SEMANA EM GRÁFICOS

Covid-19 pressiona aéreas, turismo, Ibovespa e bitcoin, mas inflação avança no mundo: entenda a última semana com estes gráficos

As companhias aéreas sofreram perdas significativas na bolsa esta semana e nem o bitcoin (BTC) conseguiu se salvar

O MELHOR DA SEMANA

Piora da covid no mundo e criptomoedas além do bitcoin (BTC): 5 assuntos mais lidos no Seu Dinheiro esta semana

O mercado já trabalhava amplamente com a visão do verdadeiro normal. Mas os mercados globais voltaram a entrar em pânico com a covid-19

PAPO CRIPTO #007

Tecnologia que criou o bitcoin (BTC) pode reduzir custo de captação de recursos em quase 70%, diz chefe de ativos digitais do BTG

“Empresas pequenas e médias têm menor possibilidade de acesso ao mercado de capitais, muito por causa dos custos envolvidos”, comenta

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies