Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-11-11T19:39:27-03:00
Larissa Vitória
Larissa Vitória
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pelo portal SpaceMoney e pelo departamento de imprensa do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).
BOLSA BRASILEIRA

Receita menor e alta tímida no lucro: confira os destaques da B3 (B3SA3) no terceiro trimestre

Apesar da queda na receita líquida, o número de investidores da bolsa brasileira cresceu 33,5% no período e chegou a 3,3 milhões

11 de novembro de 2021
19:39
Fachada da sede da B3 (B3SA3), em São Paulo
Imagem: Shutterstock

Em meio a um momento delicado para o mercado acionário brasileiro, a B3 (B3SA3), que opera a bolsa de valores por aqui, divulgou nesta quinta-feira (11) um balanço do terceiro trimestre com altas tímidas e algumas quedas em seus principais indicadores financeiros.

A receita líquida de R$ 2,3 bilhões registrada pela companhia recuou 1,5% em relação ao mesmo período do ano passado e 6,1% na comparação com os três meses anteriores. Já o lucro líquido não recorrente chegou a R$ 1,2 bilhão e avançou 3,5% na base anual, mas caiu 1,4% na trimestral.

Apesar da queda, a B3 reforça que as finanças dos dois períodos utilizados para a comparação foram positivamente impactadas por reversões de provisões não recorrentes. “Sem essas reversões, as receitas deste trimestre teriam sido 7,1% maiores que no 3T20 e 1,4% menores que no 2T21, respectivamente”, reforça a administração. 

Confira outras linhas do balanço destacadas pela companhia:

Indicador3T21Variação em relação ao 3T20Variação em relação ao 2T21
Ebitda recorrenteR$ 1,8 bilhão+ 9,3%- 1,8%
Margem EBITDA recorrente 80,7%+ 149 bps- 22 bps
Lucro líquido recorrenteR$ 1,3 bilhão+ 13,0%+ 4,9%

Mercado de ações 

No segmento de ações da B3, o volume médio de negociações diárias (ADTV) totalizou R$ 31,5 bilhões, crescimento de 9,6% na comparação anual, mas queda de 4,9% em relação ao segundo trimestre.

Segundo a operadora da bolsa, o número reflete o grande volume de ofertas públicas realizadas nos últimos doze meses e a recuperação do valor das ações listadas no mercado à vista.

Ainda dentro do desempenho operacional, as maiores altas de ADTV foram registradas no mercado a termo (+ 59,9% em relação ao terceiro trimestre de 2020) e de contratos futuros de índice de ações (+ 59,8% relação ao terceiro trimestre de 2020).

O número de investidores, contabilizados em CPFs individuais, cresceu 33,5% na comparação anual e chegou a 3,3 milhões.

Projeções para 2021

Veja também as projeções da B3 para 2021. Reafirmadas:

  • Investimentos (R$420 milhões até R$460 milhões);
  • Despesas atreladas ao faturamento (R$225 milhões até R$265 milhões);
  • Depreciação e amortização (R$1.060 milhões até R$1.110 milhões);
  • Distribuição de lucro aos acionistas (120% - 150% do lucro líquido societário); 
  • e Orçamento de despesas operacionais ajustadas (de R$1.295 milhões até R$1.345 milhões).

Revisadas:

  • Alavancagem (de 1,5x para até 2,0x dívida bruta / EBITDA recorrente dos últimos 12 meses). 
Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

NOVATA NA FINAL

Não estranhe: patrocinadora da final entre Palmeiras e Flamengo é a nova corretora de criptomoedas do Brasil; conheça Crypto.bom

A exchange resolveu investir no segmento de esportes e patrocina Fórmula 1, NBA e até o campeonato europeu

Raio-X

Análise: Por que a alta da inflação pode ameaçar o pacote de infraestrutura de Joe Biden?

O presidente americano tem ambiciosos planos pela frente, mas a alta da inflação e gargalos estruturais da economia podem alterar o rumo

A SEMANA EM GRÁFICOS

Covid-19 pressiona aéreas, turismo, Ibovespa e bitcoin, mas inflação avança no mundo: entenda a última semana com estes gráficos

As companhias aéreas sofreram perdas significativas na bolsa esta semana e nem o bitcoin (BTC) conseguiu se salvar

O MELHOR DA SEMANA

Piora da covid no mundo e criptomoedas além do bitcoin (BTC): 5 assuntos mais lidos no Seu Dinheiro esta semana

O mercado já trabalhava amplamente com a visão do verdadeiro normal. Mas os mercados globais voltaram a entrar em pânico com a covid-19

PAPO CRIPTO #007

Tecnologia que criou o bitcoin (BTC) pode reduzir custo de captação de recursos em quase 70%, diz chefe de ativos digitais do BTG

“Empresas pequenas e médias têm menor possibilidade de acesso ao mercado de capitais, muito por causa dos custos envolvidos”, comenta

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies