Menu
2021-03-19T06:55:17-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
buscando recursos

3R Petroleum prepara nova oferta de ações, que pode arrecadar R$ 972,3 milhões

Operação é anunciada menos de quatro meses após estreia na bolsa, visando pagar a Petrobras pelo Polo Recôncavo

19 de março de 2021
6:55
3R Petroleum petróleo extração exploração produção
Imagem: 3R Petroleum

Menos de quatro meses após estrear na bolsa, a 3R Petroleum (RRRP3) prepara uma nova oferta de ações, que pode resultar na arrecadação de até R$ 972,3 milhões.

A companhia, que atua na revitalização de campos maduros de petróleo e gás em terra e águas rasas, comprando a maior parte deles da Petrobras (PETR4), anunciou na quinta-feira (18) à noite que pretende fazer uma oferta primária (quando os recursos vão para o caixa) de, inicialmente, 16.930.000 ações ordinárias.

Este total pode ser acrescido em até 35%, ou seja, em até 5.925.500 novas ações ordinárias, a critério da companhia, com base na demanda. O público-alvo da oferta são investidores profissionais.

O valor por ação será definido após consulta com estes investidores para avaliar a recepção da operação, no processo conhecido como bookbuilding. O montante de R$ 972,3 milhões, que considera a colocação dos dois lotes, foi calculado a partir da cotação em que os papéis fecharam o pregão de ontem, de R$ 42,54.

O valor final será anunciado ao mercado em 30 de março, com as ações estreando na bolsa em 1º de abril.

Segundo a 3R Petroleum, parte dos recursos serão utilizados para pagar a Petrobras pela compra do Polo Recôncavo, na Bahia, que custou US$ 240 milhões. O restante será destinado para capitalização de subsidiária específica para operação de águas profundas e aumentar a posição de caixa da companhia para financiar potenciais aquisições futuras.

A oferta está sendo coordenada por BTG Pactual, XP Investimentos, Itaú BBA, Credit Suisse e Genial Investimentos.

Mais uma oferta?

A 3R Petroleum está voltando ao mercado para se capitalizar depois de realizar uma oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) em novembro, que levantou R$ 555,7 milhões.

A companhia nasceu na esteira da decisão da Petrobras de vender ativos que ela considera não essenciais, para concentrar seus recursos e atuação em campos considerados mais rentáveis, com destaque para o pré-sal.

A empresa atua no redesenvolvimento e revitalização desses campos, aproveitando a infraestrutura produtiva instalada, alguns há décadas.

O IPO da 3R Petroleum foi o primeiro do setor de óleo e gás na bolsa brasileira em dez anos.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

em meio à crise

Em reunião com empresários, Bolsonaro defende vacinação e diz não ter preocupação com CPI da Covid

Presidente e ministros participaram de uma videoconferência com o grupo que reúne os 50 maiores grupos privados do País

seu dinheiro na sua noite

Ação da Moura Dubeux caiu 50% desde o IPO. Ficou barata?

O ano de 2020 começou promissor para a economia brasileira e com boas perspectivas para a chegada de novas empresas à bolsa. A temporada de IPOs se iniciou nos primeiros dias de fevereiro, com a estreia da construtora Mitre, seguida da empresa de tecnologia Locaweb. Mais para meados do mês, vimos a abertura de capital […]

ampliação de sortimentos

Lojas Americanas compra Imaginarium e prevê aumentar marcas próprias

Companhia anunciou aquisição do Grupo Uni.co, mas não revelou valores; com negócio, Americanas avança sobre varejo especializado em franquias

FECHAMENTO

Mercado olha desconfiado para Orçamento e Ibovespa acompanha queda do exterior; dólar fica estável

Com a agenda de indicadores esvaziada e a véspera de feriado, os investidores acabaram optando pela cautela

Prioridade na Casa

Câmara aprova requerimento de urgência sobre projeto de privatização dos Correios

A medida permite que a proposta “fure” a fila de votação de projetos e pode agilizar o processo de desestatização

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies