Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-08-27T12:49:16-03:00
Estadão Conteúdo
Novela do ir

Reforma do Imposto de Renda: Lira diz que não é justo haver no Brasil um ‘tax free’ em cada milionário

Presidente da Câmara Deputados também afirma que a taxação de dividendos é uma quebra de paradigma no Brasil

27 de agosto de 2021
12:39 - atualizado às 12:49
Arthur Lira (PP-AL), presidente da Câmara
Arthur Lira, presidente da Câmara dos Deputados / - Imagem: Divulgação

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), disse que a reforma do imposto de renda, com fortes resistências na Câmara e nos setores, não é feita para prejudicar mais ricos, mas, ao mesmo tempo, ele afirmou não ser justo ter no Brasil um "tax free", em cada milionário.

"O nosso conceito está correto. É justamente diminuir a taxação das empresas, fomentar o desenvolvimento, os empregos, as riquezas", comentou, em evento promovido pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

Para ele, o Brasil precisa acabar com distorções. "Nós não queremos prejudicar ninguém, mas nós não podemos ter em cada brasileiro milionário na pessoa física um tax free, uma Suíça ambulante individual no Brasil, não é justo", disse.

Lira afirmou que a taxação de dividendos é uma quebra de paradigma no Brasil e que ele poderia ter aprovado a reforma no primeiro semestre do ano na Câmara, já que é um texto que precisa de maioria simples para passar, no entanto, decidiu por "deixar o texto ao sol", ou seja, dar mais tempo para o debate e que há, atualmente, muitas conversas nos bastidores sobre a reforma.

Adiamentos e críticas

Após os adiamentos e críticas à reforma do imposto de renda, na quinta-feira, Lira evitou prever nova data para se colocar o projeto em votação na Casa e disse que a proposta só será pautada quando tiver conversado com todos os partidos.

Segundo Lira, o Congresso está focado no andamento das reformas e, na próxima semana, deverá ter acesso ao texto da reforma administrativa.

"O que nós queremos é união, paz tranquilidade. Nós devemos parar com essa especulação. Eu queria dizer o que eu disse semana passada. Não aventamos a possibilidade de romper o teto para dar um auxílio emergencial ou para dar um auxílio Brasil. Nós não podemos permitir que o teto seja estourado em qualquer possibilidade para precatório. Nós não podemos permitir que esses juros futuros cheguem a um limite que o Brasil perca credibilidade nos seus títulos para não conseguir rolar em leilões públicos a dívida imediata" disse Lira.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

MERCADOS HOJE

Ibovespa recupera os 114 mil pontos após nova Selic; dólar sobe a R$ 5,30

Na ressaca da Super quarta, os investidores seguiram atentos aos desdobramentos dos problemas financeiros da Evergrande; Ibovespa acompanhou NY

Sob nova direção

Mudanças no alto escalão da Ultrapar agradam e ações disparam 9%. Hora de comprar UGPA3?

Analistas enxergam movimentação da Ultrapar como ‘ponto de virada’ e uma surpresa positiva, mas ainda é cedo para um diagnóstico mais preciso do futuro.

OCCUPY B3

B3 (B3SA3) recua quase 3% com ocupação do MTST; movimentos sociais protestam contra o governo e a desigualdade social na sede da Bolsa

Militantes do movimento por moradia entraram no saguão da bolsa de valores em ato contra as altas no desemprego e na inflação

Balança, mas (ainda) não cai

Qual o destino da Evergrande? Veja quatro possíveis cenários para a crise da gigante chinesa

As ações da Evergrande subiram mais de 17% na bolsa de valores de Hong Kong após um acordo com credores. A situação, porém, está longe de ser resolvida. Saiba o que esperar

mercado cripto

Bitcoin e criptomoedas: XP e Rico lançam dois fundos, com investimento a partir de R$ 100

Com gestão passiva, produtos são voltados ao público geral, com taxa de administração de 0,5% ao ano, sem proteção cambial ou taxa de performance

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies