Menu
2021-01-14T16:07:57-03:00
Estadão Conteúdo
fala, powell

Momento de aumentar juros não está ‘nem um pouco próximo’, diz presidente do Fed

De acordo com Powell, os Estados Unidos ainda estão “a um longo caminho” de alcançar o máximo emprego, uma das metas da autoridade monetária, juntamente com a estabilidade dos preços

14 de janeiro de 2021
16:06 - atualizado às 16:07
Jerome Powell, presidente do Fed
O presidente do Fed, Jerome Powell, está pronto para atuar visando manter a expansão da economia americana. - Imagem: Fed

O presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Jerome Powell, afirmou que o momento de aumentar os juros não está "nem um pouco próximo".

Em um evento virtual organizado pela Universidade de Princeton, o dirigente disse que a instituição não irá mais apertar a política monetária devido a "ameaças teóricas" de um mercado de trabalho "forte" à inflação.

De acordo com Powell, os Estados Unidos ainda estão "a um longo caminho" de alcançar o máximo emprego, uma das metas da autoridade monetária, juntamente com a estabilidade dos preços.

O dirigente declarou que uma alta de juros será necessária apenas se o nível de emprego começar a gerar pressão inflacionária "ou outros desequilíbrios".

Powell também disse que o Fed não sente pressão de dominância financeira no momento. Segundo ele, a alavancagem no setor privado não está fora de controle e não há aumento nas falências.

Metas de inflação

O presidente do Federal Reserve afirmou ainda que há "muitas evidências" de que os participantes do mercado têm ajustado as expectativas de inflação desde que a instituição adotou a nova meta, em agosto do ano passado.

O dirigente disse que a recuperação econômica prevista para 2021 pode pressionar os preços, mas ponderou que essa dinâmica não muda de forma rápida. "A inflação muito baixa é um problema muito maior a ser resolvido", declarou Powell.

Em agosto de 2019, o Fed adotou uma nova meta de inflação média. Dessa forma, a instituição irá deixar a inflação ultrapassar 2% por algum tempo para compensar períodos em que esteve abaixo desse nível. "As expectativas de inflação precisam estar bem ancoradas em 2%", frisou o dirigente.

Segundo Powell, a mudança na meta foi necessária devido ao cenário, pós-crise financeira de 2008, no qual os juros são mais baixos do que foram no passado mesmo em "tempos bons".

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

prévias

Eztec tem queda de 48% nas vendas no quarto trimestre

Lançamentos da empresa atingiram R$ 380,8 milhões, chegando a R$ 1,150 bilhão no ano – 85% a mais do que no terceiro trimestre

seu dinheiro na sua noite

2 milhões de mortos, 2 trilhões em estímulos e uma queda de mais de 2%

Se a primeira semana de 2021 nos mercados refletiu o otimismo geral com o novo ano que se iniciava, com perspectivas de vacinação contra o coronavírus e recuperação econômica, na segunda semana do ano, os investidores optaram pela cautela. Por ora, 2020, o ano do qual todos queríamos nos livrar, ainda não ficou para trás. […]

FECHAMENTO

Atritos políticos e covid-19 voltam para assombrar o mercado e Ibovespa recua mais de 2%; dólar sobe forte

Existe uma certa desconfiança de que o plano de US$ 1,9 trilhão apresentado por Biden encontre dificuldades de ser aprovado pelo Congresso, ainda que o democrata tenha conquistado a maioria das duas casas. No Brasil, situação do coronavírus reacende a pressão sobre o cenário fiscal

match com o mercado?

Concorrente do Tinder, Bumble pode levantar US$ 100 milhões em IPO

Ações da empresa estreiam em fevereiro na Nasdaq; companhia, que é dona do Badoo, não deu lucro no ano passado

pandemia

Itamaraty confirma que Índia atrasará entrega de vacinas

Chanceler indiano atribuiu o atraso na liberação a “problemas logísticos” decorrentes das dificuldades de conciliar o início da campanha de vacinação no país de mais de 1,3 bilhão de habitantes

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies