Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-03-03T17:24:38-03:00
Estadão Conteúdo
Ruim, mas nem tanto?

“É um dos países que menos caíram no mundo”, afirma Bolsonaro, sobre queda de 4% no PIB

Para Bolsonaro a queda do PIB só não foi maior devido a movimentação da economia gerada pelo auxílio emergencial.

3 de março de 2021
17:24
05/06/2020 Jair Bolsonaro, em cerimônia de inauguração do Hospital de Campanha de Águas Lindas de Goiás.
Imagem: Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) comentou, nesta quarta-feira, 3, a queda no Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, que cedeu 4,1% em 2020 ante 2019, como informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) - sendo o terceiro pior resultado da história do País.

Leia também:

Na avaliação do presidente, no entanto, a queda foi menor do que o esperado. "Se esperava que a gente ia cair 10%, né? Parece que caímos 4%. É um dos países que menos caiu no mundo todo, então tem esse lado positivo" afirmou.

Para Bolsonaro a queda do PIB só não foi maior devido a movimentação da economia gerada pelo auxílio emergencial. "Esse dinheiro, quando vai para os municípios, roda a economia local, que interfere na arrecadação de impostos municipais, estaduais e federais também", declarou à imprensa, após reunião na embaixada do Kuwait com representantes de outros países do Golfo.

O presidente também citou a terceira etapa do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe), apresentado pelo senador Jorginho Mello (PL-SC). "Encampamos essa ideia e evitamos mais de 10 milhões de pessoas que perderiam seu emprego", afirmou o presidente.

Para Bolsonaro, o governo federal "fez tudo possível para evitar que tivéssemos um caos no Brasil". Ainda segundo o mandatário, as medidas tomadas pelo governo federal evitaram "problemas sociais gravíssimos".

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

MANDOU BEM?

Mudanças no alto escalão da Ultrapar agradam — mas enquanto ações sobem 9%, analistas apontam que ainda é cedo para uma reclassificação

Analistas enxergam movimentação da Ultrapar como ‘ponto de virada’ e uma surpresa positiva, mas ainda é cedo para um diagnóstico mais preciso do futuro.

OCCUPY B3

MTST ocupa sede da B3 em protesto contra o governo e a desigualdade social

Militantes do movimento por moradia entraram no saguão da bolsa de valores em ato contra as altas no desemprego e na inflação

Balança, mas (ainda) não cai

Qual o destino da Evergrande? Veja quatro possíveis cenários para a crise da gigante chinesa

As ações da Evergrande subiram mais de 17% na bolsa de valores de Hong Kong após um acordo com credores. A situação, porém, está longe de ser resolvida. Saiba o que esperar

mercado cripto

Bitcoin e criptomoedas: XP e Rico lançam dois fundos, com investimento a partir de R$ 100

Com gestão passiva, produtos são voltados ao público geral, com taxa de administração de 0,5% ao ano, sem proteção cambial ou taxa de performance

Destaques da bolsa

Cyrela (CYRE3): ‘Sem razões para ânimo’ com o setor, Credit Suisse rebaixa recomendação para construtora e ações têm queda firme

Banco suíço, que rebaixou recomendação de “compra” para “neutra”, vê um cenário difícil para as construtoras nos próximos meses por causa da alta da inflação e da taxa básica de juros

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies