Menu
2021-04-14T07:56:11-03:00
Estadão Conteúdo
lição de casa

É importante o governo passar mensagem de disciplina fiscal, diz Campos Neto

Em entrevista, presidente do BC diz também que autoridade monetária só atua no câmbio quando entende que ele está disfuncional

14 de abril de 2021
7:56
Roberto Campos Neto
O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, em audiência pública na Comissão Mista de Orçamento da Câmara dos Deputados. - Imagem: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, reafirmou nesta terça-feira (13) que o governo precisa passar a mensagem de disciplina fiscal e expressar que, após gastos excepcionais de combate à covid-19, o Brasil retomará o caminho do ajuste.

Em entrevista à “Bloomberg TV”, Campos Neto reconheceu que a incerteza fiscal está impondo um prêmio à curva de juros, e a reversão disso depende de "fazer o dever de casa".

Nos últimos dias, os ruídos no mercado financeiro se ampliaram após o Broadcast revelar uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) em elaboração pelo Ministério da Economia para destravar novos programas de ajuda a empresas e trabalhadores e, no mesmo texto, liberar R$ 18 bilhões em obras fora do teto de gastos, a regra que limita o avanço das despesas à inflação.

A notícia mexeu com a curva de juros e contribuiu para o dólar ganhar força ante o real na sessão desta segunda-feira (12).

Para o presidente do BC, o Brasil precisa "fazer o dever de casa", para voltar a atrair capitais externos. Após saída de estrangeiros, o fluxo externo se estabilizou, afirmou ele.

Atuação no câmbio

Campos Neto também tratou da questão do câmbio, dizendo que a instituição somente age no quando entende que ele está "disfuncional".

"Nunca fizemos venda regular de dólar, agimos na disfuncionalidade", disse ele na entrevista.

Mais uma vez, Campos Neto reforçou que a autoridade monetária não tem uma meta para o nível de câmbio e que o olhar da instituição não é para a cotação do real em si, mas sim como isso afeta a inflação.

Nesse ponto, o presidente do BC ressaltou que outros países emergentes também têm assistido a um aumento na inflação de alimentos.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Tensão em Brasília

Racha no Congresso põe reformas em xeque

A decisão do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), de fatiar a reforma tributária foi vista como a pá de cal nas chances de avanço das reformas no Congresso até o fim do atual governo. Embora Lira tenha prometido abrir o diálogo com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), para definir os próximos passos, […]

Rapidinhas da semana

BLINK: Itaúsa, B2W, Eletrobras e mais recomendações rápidas

Felipe Miranda, sócio-fundador e CIO da Empiricus, fala sobre Alpargatas, Eletrobras, Itaúsa, Lojas Americanas e muito mais no Blink

Reserva de emergência

Jeff Bezos, o homem mais rico do mundo, vende ações da Amazon e põe US$ 5 bi na conta

O bilionário Jeff Bezos vendeu cerca de 1,5 milhão de ações da Amazon nos últimos dias e pode vender outros 500 mil papéis em breve

Reduzindo a participação

CSN começa a se desfazer de suas ações da Usiminas

Aproveitando o bom momento do setor siderúrgico na bolsa, a CSN vendeu mais de 50 milhões de ações preferenciais da Usiminas

O melhor do Seu Dinheiro

A limonada da bolsa e do dólar, as ações mais indicadas do mês e outros destaques da semana

A semana que passou tinha tudo para ser bem azeda para os investidores. No cardápio de notícias dos últimos dias tivemos: A alta da taxa básica de juros e a sinalização de que novos ajustes vêm por aí; Muito barulho político com a CPI da Covid; O projeto da reforma tributária de volta à estaca […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies