Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-06-21T16:05:49-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
É para quando?

Ainda vai levar “algum tempo” para início da redução de estímulos econômicos, defende dirigente do Fed

James Bullard enfatizou que a retirada começará apenas quando a instituição tiver registrado um avanço “substancial” em direção a suas “métricas”.

21 de junho de 2021
16:05
Dólar
Imagem: Shutterstock

O presidente do Federal Reserve de Dallas, Robert Kaplan, defendeu, nesta segunda-feira (21), que é melhor que o banco central norte-americano reduza estímulos "mais cedo que mais tarde"

Durante participação em evento virtual do Fórum Oficial das Instituições Monetárias e Financeiras (OMFIF), o dirigente afirmou que a principal questão agora é o momento ideal para o início no ajuste nas compras de bônus ("tapering”).

Porém, segundo o presidente da distrital de St. Louis, James Bullard, as autoridades monetárias "estão apenas no início" do processo de discussão. Presente no mesmo evento, Bullard reforçou que "levará algum tempo" até esse processo ser estabelecido e colocado em andamento. 

Além disso, o dirigente declarou que, diante das incertezas econômicas, isso não será feito "no piloto automático".

Antes que seja tarde demais

Kaplan advertiu que, caso o início da redução nas compras demore muito e desequilíbrios sejam criados, poderia ser preciso adotar medidas "que não gostaria", mais agudas.

Apesar do alerta, contudo, o presidente do Federal Reserve de Dallas demonstrou otimismo com a economia dos EUA, estimando crescimento de "aproximadamente 6,5%" neste ano.

Segundo Kaplan, a taxa de desemprego deve chegar ao fim deste ano em "4,5%, 4%". O dirigente prevê que a retomada do trabalho ganhará ainda mais força, mas ressaltou que houve um movimento mais acelerado de fusões entre empresas, bem como de antecipação de aposentadorias - neste último caso, notou que será preciso ver se parte disso será revertida adiante.

Aguardando avanços

O presidente do Federal Reserve de St. Louis, concordou que houve "grande melhora" na perspectiva dos EUA, com uma posição mais forte na retomada. Mas enfatizou que a retirada dos estímulos começará apenas quando a instituição tiver registrado um avanço "substancial" em direção a suas "métricas". 

Bullard afirmou que a economia dos Estados Unidos está passando por um "boom". Porém, disse também que o período é de "elevada volatilidade" e há riscos de alta maior do que o previsto para a inflação no país. 

O dirigente disse haver evidências de um mercado de trabalho "apertado", com empregadores tentando recrutar funcionários com ofertas de bônus e maior flexibilidade, e previu "forte melhora" no mercado de trabalho nos próximos meses, conforme a reabertura avança.

Para ele, é importante saber quanto tempo a inflação mais elevada levará para se dissipar. Caso se comporte como o atualmente previsto, ela seria consistente com a meta flexível atual do Fed, destacou. 

*Com informações do Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

O melhor do seu dinheiro

A corrida dos bilhões com barreiras nos balanços da semana e outras notícias que mexem com o seu dinheiro

Bom dia! Prepare-se para ler muitas vezes a palavra “bilhão” ao longo desta semana nas reportagens do Seu Dinheiro. Com a temporada de balanços na fase decisiva, estão programados para os próximos dias os resultados dos três maiores bancos brasileiros — Banco do Brasil, Itaú e Bradesco. Em outros tempos, os lucros bilionários projetados para […]

segredos da bolsa

Esquenta dos mercados: Copom e payroll devem movimentar os negócios junto com balanços dos grandes bancos

Além disso, os mercados amanheceram com apetite de risco nesta-segunda-feira; confira

Decolagem vertical

De olho nas cidades, Azul fecha parceria com startup alemã para ter carro voador

Acordo prevê a aquisição de 220 aeronaves fabricados pela Lilium, com um valor que pode chegar a US$ 1 bilhão e operação a partir de 2025

cardápio da semana

Itaú, Bradesco, BB e Petrobras divulgam resultados nesta semana; saiba o que esperar

Depois do baque com o início da pandemia, companhias que fazem parte do Ibovespa devem registrar uma alta anual de 255% do lucro por ação; veja agenda da semana

Mais uma empreitada

Do espaço para as fazendas: Elon Musk consegue licença para oferecer internet via satélite no Reino Unido

A Starlink, segundo informações do jornal Telegraph, quer chegar a regiões onde a cobertura por fibra e 5G não alcançam, e tem planos mais ambiciosos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies